Albumina – O que é, efeitos e como tomar

Tudo que você precisa saber sobre o suplemento albumina. O que é, seus benefícios, como tomar corretamente, efeitos colaterais, se engorda e quais as melhores marcas.

A albumina é uma proteína intrínseca – ou seja, produzida pelo nosso corpo – que compõe grande parte do plasma sanguíneo (ela consiste em 70% dos elementos “sólidos” dele) e é essencial para o funcionamento do organismo. Ela é produzida pelo fígado e exerce diversas funções que asseguram o bom funcionamento do corpo.

Grande parte de sua função é atuar como uma “carregadora” de substâncias, se ligando a compostos hidrofóbicos – que não se ligam facilmente com a água – e colaborando para que eles sejam transportados pela corrente sanguínea. Além disso, a albumina também carrega essas moléculas para dentro e fora dos tecidos, e sem ela essa atividade não seria possível. Outra importante atividade da albumina é assegurar que o equilíbrio de água entre os tecidos e o sangue seja adequado. Quando ela diminui, a água presente nos vasos sanguíneos extravasa para as células em contato com esses vasos, causando um edema generalizado. É por isso que nas doenças crônicas que cursam com a hipoalbuminemia o portador está sempre inchado.

Ainda, ela está relacionada com os processos de coagulação sanguínea. Quando ela está em falta, então, podem ocorrer eventos hemorrágicos, dificuldade na cicatrização de lesões e até um aumento do volume do ciclo da menstruação nas mulheres. A albumina produzida pelo nosso corpo é a chamada soroalbumina. Por sua importância no funcionamento e metabolismo, o consumo da albumina derivada da clara do ovo como suplemento é uma alternativa para melhorar as atividades dependentes dessa proteína tanto em pessoas sadias como nas que apresentam certas doenças.

albumina como tomar benefícios melhores marcas engorda

Os benefícios da suplementação com albumina

Em primeiro lugar, a suplementação com os produtos de albumina vai muito além dos benefícios apenas dessa proteína, já que, na maioria das vezes, eles contêm substâncias adicionais que também contribuem para o corpo e seu bom funcionamento. Assim, além da proteína da clara do ovo desidratada, eles também apresentam ferro e vitaminas.

Entre os benefícios estão:

- Reparação muscular e reposição proteica
Atualmente, esse é o principal objetivo desejado pelos consumidores da albumina e foi descoberto através de pesquisas realizadas em idosos, visando manter sua força muscular e evitar acidentes como quedas, tão comuns nessa idade. Nessa pesquisa, os cientistas relacionaram níveis baixos de albumina sérica com menor força muscular, e assim, indicando que a albumina aumenta a capacidade e a funcionalidade dos músculos. Por ser uma proteína de alto valor biológico, ao ser ingerida em adeptos da musculação ela repõe eventuais perdas musculares pelo esforço dos treinos, visando diminuir o catabolismo. A disponibilidade biológica plasmática dessa proteína também ajuda no ganho de massa muscular.

- Diminuição dos sintomas pós treino
Uma pesquisa realizada pela Ball State University de Indiana, nos Estados Unidos, comparou os sintomas de fisiculturistas após uma semana de overtraining. Enquanto um grupo tomou um suplemento de albumina após os exercícios o outro grupo tomou um placebo, sem que nenhum dos dois grupos soubessem qual dos dois produtos estava tomando. Após algumas semanas, os pesquisadores notaram que os indivíduos que faziam parte do grupo que tomou o suplemento com albumina relataram ter menos sintomas após realizarem os exercícios, indicando, assim, que ela pode ajudar a diminuir essa sensação após o treino.

- Aumenta a saciedade
As proteínas já tem essa característica de diminuir a vontade de comer por terem uma digestão mais lenta do que outros nutrientes da dieta. A albumina, por ser de média – lenta absorção entre todas as proteínas, aumenta ainda mais esse período de saciedade.

- Melhora a coagulação
Por estar intimamente ligada aos fatores e à cascata de coagulação, a albumina suplementar melhora essas funções do organismo, evitando sangramentos, eventos hemorrágicos graves e melhorando a cicatrização. Como nos indivíduos saudáveis a função da coagulação está preservada, esse benefício é considerado visando portadores de doenças crônicas que envolvem essa atividade.

- Melhora a saúde de doentes crônicos
Está comprovado que nos portadores de doenças crônicas envolvendo principalmente o fígado – como a cirrose hepática – a suplementação com albumina melhora muito as funções do organismo. Como, nessas doenças, a produção da albumina é deficitária pela insuficiência do órgão, a suplementação vem preencher a disfunção orgânica.

Como tomar a albumina e melhores horários

Horários pra se tomar:
Primeiramente você pode utilizar a albumina ou qualquer outro tipo de alimento proteico de 3 em 3 horas ou até mesmo de 2 em 2 horas, isso vai depender do seu objetivo e disponibilidade financeira, claro, mas lembre-se, quanto mais puderem se manter em estado anabólico, maior chance de resultados, então não vamos pecar na alimentação e suplementação.

Basicamente vamos colocar na ordem de prioridade os principais períodos pra a melhor absorção e aproveitamento da albumina.

Depois do treino:
Se não tiverem, preste atenção, se não tiverem condições de comprar uma
Whey Protein, então coloque a albumina no lugar e tomem com dextrose ou maltodextrina. Mas ainda dou preferência para o pós treino a Whey, por ter uma absorção mais rápida e pela síntese proteica ser excelente.

Antes de dormir:
Agora sim, o período mais indicado para suplementar com albumina, muitos falam que ela é de lenta absorção, eu considero ela de média para lenta absorção, e nesse post eu explico o porque. Então pelo seu baixo custo comparado a outros suplementos proteicos, a albumina é o mais indicado como proteína “time release” durante esse período que ficaremos sem se alimentar.

Ao acordar:
Lembre que você ficou um bom tempo sem comer, seu corpo necessita além de carboidratos, de proteína também para poder evitar o catabolismo, pode-se colocar ai, como disse, dependendo da disponibilidade de financeira, uma Whey ou albumina no seu shake.

Antes do Treino:
Bom, essa é uma opinião minha, muitos podem discordar, mas eu sou contra suplementação antes do treino, principalmente de fazer uso de maltodextrina como já expliquei em alguns posts e comentários por aqui. Dou preferência por uma boa refeição sólida um período antes de ir treinar, e só, sem suplementação.

Quanto à quantidade a ser consumida, vocês sabem que vai do objetivo de cada um, mas a recomendação é de aproximadamente 2g até 3g /Kg para o total de proteína da dieta somando-se suplementos e alimentos (nesse post eu explico como calcular).
Eu utilizo antes de dormir e ao acordar uma dose de 30gr da albumina, e tomo junto com leite desnatado às vezes dependendo da marca e sabor, porque só com água é muito ruim.

Melhores marcas de albumina

Na hora de escolher a albumina, deve-se levar em consideração 3 pontos importantes: Matéria prima, baixa ou nenhuma quantidade de carboidratos na composição, e a idoneidade do fabricante. Das muitas que já testei e continuo ainda tomando porque considero as melhores marcas de albumina do mercado nacional,  são elas: Albumax da Max Titanium, Albumina da Salto’s e Albumina Naturovos. 

Efeitos colaterais da albumina

Os efeitos colaterais podem ser leves e desagradáveis ou mais sérios, quando tomados sem critério.

Entre o mais comuns estão o acúmulo de gases e diarreia, causados por uma reação do sistema gastrointestinal em algumas pessoas suscetíveis e mais sensíveis. Apesar de ser desagradável, ele não é grave e pode ser evitado com o uso de medicações com orientação médica. Entre os efeitos colaterais graves – porém mais raros – estão as alergias e distúrbios renais que já foram descritos com o uso em excesso e sem critério do suplemento da albumina. O que acontece é uma “sobrecarga” renal pelo aumento de trabalho causado pela grande concentração de proteína ( e as vezes de sódio) no sangue. Ainda, alguns centros relatam a deficiência de biotina resultante do consumo em excesso da albumina, porém, mais estudos são necessários para confirmar essa afirmação.

O consumo em excesso pode engordar?

A albumina tem pouca caloria e pouca gordura, ou seja, não deve levar ao aumento de peso. Isso só acontece em casos em que há a suplementação em excesso e sem a realização de exercícios. Assim, como qualquer outro alimento, a energia consumida em excesso e não utilizada pelo metabolismo corporal irá se acumular na forma de tecido adiposo. O que se deve considerar é que, como é utilizada por pessoas que fazem exercícios , haverá a hipertrofia muscular e assim o ganho de peso, mas de massa magra.

Quais são as precauções ao consumir a albumina?
Apesar de ser feita da desidratação da clara de ovo, não indica-se consumir em forma natural, ou seja, no ovo cru, mas sim em suplementos com garantia de qualidade. Isso porque a clara do ovo pode conter bactérias prejudiciais, como a salmonela, trazendo grandes riscos à saúde. Evitar o excesso é importante, já que, como dito anteriormente, o aumento importante de proteínas plasmáticas pode causar sobrecarga ao rim, diminuindo sua função de filtração e causando danos – muitas vezes irreversíveis – ao corpo. Por isso, antes de começar a consumir e durante a suplementação, procurar acompanhamento médico e nutricional são boas dicas para garantir que todos os benefícios da albumina sejam aproveitados ao seu máximo sem trazer prejuízos.

Para quem é recomendada a suplementação?
Por ser um produto natural, que é produzido pelo nosso corpo, a suplementação de albumina pode ser feita pela maioria das pessoas saudáveis (consulte seu médico antes de iniciar o consumo!), visando aumentar a força muscular e a recuperação após exercícios físicos extenuantes. Ela também é indicada em casos específicos de portadores de doenças crônicas, que perderam a função hepática e, por isso, se beneficiam da suplementação com essa proteína que está em falta no seu sangue e em alguns casos, para a melhora da função da coagulação.

Abraços e Bons Treinos. 

Referências:
Serum albumin and muscle strength: a longitudinal study in older men and women.
Schalk BW1, Deeg DJ, Penninx BW, Bouter LM, Visser M.
Principios de Bioquímica Lehninger – 5 Ed
Cox, Michael M.Nelson, David L.
Livestrong.com
Drauziovarella.com.br

195 comentários

  1. gostari de saber se albumina faz ganhar peso

  2. Excelente??? tomando bomba…kkkkkkkkkk e pior, as piores que existem….lol. boa sorte, vai precisar…rs

  3. tomei junto com massa e sentido dor na barriga isso é normal na primeira vez que se toma

  4. Antonio Carlos Eslobodengo

    Olá, gostaria de saber o seguinte: frequento academia e comprei um produto que, dentre os vários ingredientes que o compõem, há a albumina desidratada. Porém, gostaria de saber o que isso significa! Essa albumina existente nos produtos para praticantes de musculação é extraída da clara do ovo, como já informado no artigo deste site ou existe a possibilidade de ser extraída de soro sanguíneo? O que vem a ser essa albumina?

Scroll To Top