Página Inicial » Lutas » Treino de potência para lutadores

Treino de potência para lutadores

Os lutadores, sejam eles amadores ou profissionais, precisam cada vez mais de uma preparação física de qualidade. Neste sentido, o treino de potência para lutadores é cada vez mais importante. Veja mais neste artigo!

Os lutadores, sejam eles de lutas agarradas, de trocação ou mistas, precisam de uma composição física muito dinâmica, pois as solicitações são muito variadas. O lutador que conseguir unir e desenvolver através do treinamento, fatores como potencia, equilíbrio, força, resistência e agilidade, com toda a certeza, irá ter grandes vantagens sobre os seus adversários, sendo que isto pode ser fator determinante na vitória ou derrota.

Para o treinamento de potencia, que pode ser considerado um dos mais importantes, será necessário que o lutador construa uma base de treino antes de executá-lo, dentro de sua periodização. Mas antes de falarmos mais especificamente disso, precisamos entender como funciona o treinamento de potência e como ele deve agir.

Treino de potência para lutadores

Basicamente, o treinamento de potencia tem como fundamento, a melhora das transmissões nervosas ao músculo, tornando-as mais rápidas e eficientes. Para que você consiga entender melhor, é importante saber que todos os nossos músculos são inervados por terminações nervosas, que transmitem os potenciais de ação (estímulos), através da rede neural e chegando aos músculos através das sinapses.

O treino de potência precisa melhorar a qualidade e a quantidade de sinapses, favorecendo assim uma melhor comunicação entre os comandos motores e os músculos. Cada fibra muscular pode ser inervada por um ou mais neurônios, sendo que os músculos maiores e mais fortes, tem menos inervações do que aqueles menores. Esta inervação ocorre não apenas nos músculos esqueléticos, mas também nos outros tipos de músculos.

Só para ilustrar, músculos que tem a função de tarefas mais precisas, como os das mãos ou das órbitas oculares, são altamente inervados por terminações nervosas, mas produzem pouquíssima força, justamente pelo fato de poucas fibras serem inervadas por uma sinapse.

Da mesma maneira, músculos mais fortes e maiores, como o quadríceps, por exemplo, são menos inervados, mas produzem muito mais força, pois vários feixes são inervados pela mesma sinapse. A função do treinamento de potencia é justamente aumentar este número de feixes que recebem o estimulo de uma mesma sinapse.

Maneiras de treinar potência para lutadores

Dentro de uma periodização bem feita, é fundamental que o treino de potencia seja feito após uma base muito bem feita, para que não ocorram lesões. Um músculo que vai ser treinado com o intuito de melhorar a sua potencia, precisa antes de qualquer coisa, ter sua resistência e força melhorados. Portanto, se você vai começar a treinar com o objetivo de melhorar a sua potencia muscular,

saiba que antes disso, você precisa de um treino específico para o desenvolvimento de sua resistência muscular localizada, seguido de um treino de força máxima, para então, poder fazer o seu treino de potencia. Isso vai fazer com que seu corpo passe por um período adaptativo fundamental para o seu sucesso.

Neste treino inicial, você não precisa de cargas muito elevadas, pois o objetivo é um volume mais alto e uma intensidade menor, para o desenvolvimento da resistência muscular localizada. Depois disso, no treino de força máxima, você usará menos repetições e mais carga, para então chegar no treino de potencia mais especificamente.

Esta é uma abordagem mais convencional, pois hoje já existem diversas maneiras de treinar a potência, como o Crossfit, ou treinos mais generalistas. É muito importante, que depois de feita a base para seu treino, você siga algumas diretrizes em seu treino de potencia:

1. Repetições em velocidade: a pré-temporada é justamente para que você consiga fazer as repetições dos exercícios com maior velocidade, para obter ganhos em potencia. Este é um parâmetro especifico para o treino de musculação, mas pode ser usado em outros tipos de treinos (escadarias, saltos, etc.). Já em relação á carga, é importante que ela não seja muito elevada e nem muito baixa, pois isso prejudica o seu treino.

2. Número de repetições: esta é uma questão bastante complexa, mas no geral, menos repetições (entre 7 e 10) é o mais indicado, para que se obtenha uma intensidade razoável e a potencia seja desenvolvida.

3. Músculos trabalhados: treino de potencia deve ser bastante generalista e focado em sua modalidade de luta. Não isole músculos e dê preferência para os exercícios multiarticulares, pois desta maneira, você terá um estímulo muito mais parecido com o que tem nas lutas.

4. Treino de potencia dentro da especificidade da luta: é importante que o treino respeite as solicitações de sua luta. Um treino de MMA é bem diferente de um treino de judô ou de boxe, no que se refere a potencia. Isso por que os estímulos motores de cada uma destas lutas é bastante diferente, assim como as solicitações musculares ou energéticas.

5. Use o treino de potencia em dias específicos: geralmente, um treino de potencia é bastante intenso e usar ele, no mesmo dia de um treino técnico pode não ser o mais indicado, já que desta maneira, o segundo treino ficaria prejudicado. Mas é importante salientar que tudo isso depende muito de modalidade e fase de preparação.

6. Alimentação é fundamental: pode até parecer clichê, mas um treino mais intenso como o de potencia, precisa de uma boa alimentação, antes e depois do treino, para que ele possa surtir os efeitos desejados. Caso contrário, seu corpo não vai ter a energia necessária para responder adequadamente aos estímulos.

Leia também: Treino de potência para a hipertrofia

Estes são alguns pontos a serem levados em conta dentro do treinamento de potencia muscular para as lutas, já que este é um fator determinante do sucesso de um lutador. Por mais que muitos achem que o treinamento de lutas em si só, já basta para o desenvolvimento físico de um lutador, está cada vez mais evidente que uma boa preparação física, feita fora dos tatames ou octágonos, vem sendo fator determinante do sucesso dos lutadores. Por isso, use a musculação de maneira específica e principalmente, ao seu favor, para que você consiga de fato, um melhor desempenho. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

3 Comentários

  1. Rogério Pikulinsk

    Olá, sou um adolescente de 16 anos, peso médio, porém minha barriga me incomoda, e sempre que eu vejo filmes de lutas, vídeos e etc, eu começo a vibrar, eu tenho prazer de ver e sinto uma vontade enorme de talvez fazer algo do tipo algum dia.
    Porém as vezes sou um pouco preguiçoso, e talvez isso me impeça de correr de coisas que eu tanto desejo. Mas eu gostaria de ter um peso ideal, fortalecer os músculos e também virar um lutador. Talvez vocês não possam me ajudar, mas, eu gostaria muito de ajuda de um especialista, um “Personal” sabe, me dizendo o que tenho que fazer, como fazer, quando fazer.

    Meu sonho é participar de umas dessas lutas HISTÓRICAS das quais aparecem no UFC, e se vocês puderem me ajudar nisto, serei muito grato !

    -Rogério Pikulinsk

    • Eu não sou nenhum tipo de personal, mas caso você queira de fato fazer alguma luta histórica ou algo do tipo, você não vai conseguir fazer isso em casa dormindo, coloque uma pressão psicológica em você mesmo(digo isso por experiência), eu sou muito preguiçoso para sair de casa e ir correr, mas se caso eu desejo algo, e não ser apenas mais um, é necessário que eu me esforce a cada dia, sobre a questão da barriga, diminua o carboidrato e corra, treine, não há segredos.

    • Eae cara, não te conheço, mas me identifiquei um pouco com você, fora a parte da preguiça hehe.
      Pelo que você descreveu acabaria lutando nos pesos-penas, assim como eu, se esforce, vai que um dia nos enfrentamos em uma luta!
      Corra bastante, Treinos com cordas são muito efetivos também, caso queira que eu recomende um espote, siga o kickboxing.
      Quer uma motivação a mais?
      Assista: “Hajime no Ippo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!