Página Inicial » Emagrecimento » Picolinato de cromo: inibe a vontade de comer doces e auxilia no emagrecimento

Picolinato de cromo: inibe a vontade de comer doces e auxilia no emagrecimento

Nesse artigo você irá tirar todas as dúvidas sobre o Picolinato de cromo. Para que serve, seus benefícios e efeitos colaterais, dosagem e como tomar e as contraindicações.

Picolinato de cromo

A alimentação saudável e balanceada não somente traz benefícios para a saúde como também pode corroborar para o emagrecimento e para a manutenção do peso. Alguns dos alimentos que devem ser integrados à dieta, sendo consumidos diariamente, são as frutas frescas, os alimentos integrais e os vegetais. Cada tipo, dos anteriormente citados, tem um benefício, ou vários, para à saúde.

O que é e como funciona Picolinato de Cromo

Atualmente, tem-se especulado os benefícios de um componente que é encontrado em vários alimentos e tem proporcionado a possibilidade de pessoas com sobrepeso perderem gordura. O Picolinato de Cromo, um tipo de mineral essencial, que pode ser encontrado em pequena quantidade em muitos alimentos, tem auxiliado no emagrecimento e na manutenção do peso.

Esse mineral atua na diminuição da gordura corporal e no aumento de massa magra no corpo. A atuação do cromo no organismo pode ser visto no aumento da sensibilidade da insulina, principalmente para pessoas que consomem muitos alimentos ricos em glicose, o que poderia causar uma diminuição ou aumento da produção de insulina no organismo. Tal efeito proporciona um acúmulo de gordura, principalmente no abdômen. A partir da melhora da sensibilidade da insulina no organismo, o aumento de saciedade, com diminuição do apetite, também pode ser visto, o que auxilia ainda mais na perda de peso e gordura.

Benefícios e efeitos do Picolinato de cromo

Outro beneficio que a suplementação com cromo tem sido visto por pesquisadores, além do trabalho junto à insulina, é inibição da síntese de uma enzima produzida no fígado, diminuindo, consequentemente, a quantidade de colesterol no sangue. Em relação ao sistema metabólico do organismo, o picolinato de cromo atua, como cofator e unido a outros minerais, na captação da glicose por tecidos, diminuindo sua concentração no sangue e abaixando, também, a possibilidade dessa virar reserva energética corporal.

Sua atuação é no consumo de carboidratos, principalmente nos carboidratos simples, como massas, doces, entre outros, que já chega ao organismo com alto teor de glicose pronto a ser usado como energia. A manutenção da tolerância do corpo em relação à glicose pode ser feita no propósito de diminuir a produção de gordura corporal ou excluindo a possibilidade de ocasionar desequilíbrio do pâncreas, o qual poderia causar várias doenças metabólicas como a diabetes, através de consumo de alimentos com cromo em sua composição.

Contudo, foi possível observar em estudos que o consumo exagerado de carboidratos causa uma grande quantidade de glicose no sangue, o qual faz com que o pâncreas secrete muita insulina, incitando, também, a liberação do cromo no organismo. Uma vez no sangue, o cromo não é reabsorvido pelos órgãos, sendo excretado pela urina. Sendo assim, por mais que o cromo auxilie na diminuição de formação de reservas corporais, o consumo exagerado de glicose, na forma de carboidratos simples, pode ocasionar o desperdício e, até mesmo, a deficiência nesse mineral.

Leia também: Faseolamina – Saiba para que serve e seus benefícios no emagrecimento

Esse composto pode ser encontrado em alimentos, porém em menor quantidade, como foi dito anteriormente. Dessa forma, muitas pessoas buscam uma maior quantidade do cromo com o propósito de ter mais resultados a partir dos benefícios do mineral. Através de suplementação, com concentrados de picolinato de cromo, os atletas e pessoas que buscam a diminuição de peso emagrecem e ganham massa magra de maneira mais rápida.

Porém, muitos problemas podem ser causados pelo aumento exacerbado do composto. Dores de cabeça, insônia, diarreia, vômitos, anemia profunda, insuficiência hepática e até mesmo mutações genéticas, danos graves no fígado e problemas nos rins foram visto em pessoas e em animais que receberam doses altas de cromo. Devido a isso, a suplementação deve ser acompanhada por um médico e por um nutricionista, para que não cause problemas sérios no organismo. Abaixo os principais efeitos colaterais.

Efeitos colaterais do picolinato de cromo

O picolinato de cromo vem sendo bastante utilizado por quem quer emagrecer e também por pessoas que querem aumentar a construção muscular. Porém, antes de sair por aí tomando porque seu amigo usa também, procure mais informações, principalmente quando se trata da dosagem.

Um estudo realizado em 1995 em Dartmouth Collage injetaram altas doses de picolinato de cromo a células de um grupo de ratos. Também separaram outros 2 grupos: um deles com cloreto de cromo e outro com nicotinato de cromo. O que se constatou foi que apenas os ratos com o picolinato tiveram os seus materiais genéticos danificados.

O Instituto de Medicina, no ano de 2004, resolveu fazer uma revisão biográfica sobre o assunto e estipularam uma quantidade segura para a ingestão dessa substância: apena 1,6 mg de picolinato de cromo por dia ou 200 microgramas por mês é o suficiente. Ainda assim, não deve ser consumido indefinidamente. O uso deve ficar entre 3 a, no máximo 6 meses. Veja abaixo os efeitos colaterais que podem ser causados pelo uso do picolinato de cromo:

  • dor de cabeça;
  • náuseas;
  • bolhas na pele;
  • hematomas sem explicação;
  • perda de apetite e apatia física;
  • problemas para dormir;

Outro problema, já bastante comum, pelo uso do picolinato de cromo é o mal funcionamento dos rins e desenvolver doenças como a insuficiência renal. Também podem ocorrer danos no sistema hepático e também uma anemia profunda.

Leia também: Óleo de cártamo: origem, como tomar e benefícios para quem quer emagrecer

Onde encontrar o cromo na alimentação

É possível consumir uma quantidade menor e ainda sim desfrutar dos benefícios do mineral. Os principais alimentos com quantidades excelentes para o organismo são: maçã com casca; brócolis; nozes; fígado de boi e de galinha; ameixa; levedo de cerveja; cereais integrais; vinho; espinafre; queijo; cogumelo; germe de trigo; gema do ovo; carne de peixes, aves e carnes vermelhas; alimentos lácteos; verduras; mariscos; entre outros.

O benefício do picolinato de cromo pode ser potencializado quando este é consumido juntamente à prática de exercícios físicos diários. A captação da glicose pelos tecidos do corpo, quando a insulina tem sua produção acentuada, é muito mais eficaz, sendo, portanto, aumentada durante o consumo do picolinato de cromo. Além disso, estudos comprovaram que a concentração sanguínea do cromo é atenuada quando o indivíduo realiza exercícios aeróbicos prolongados, ficando elevada por mais duas horas após o exercício. O grande nível de cromo no sangue causa a excreção do mesmo, como foi abordado anteriormente. Portanto, o exercício deve ser de maneira moderada, para que o atleta possa usufruir do real benefício desse composto.

comprar o picolinato de cromo pelo melhor preco

Contraindicações

Como o picolinato de cromo interfere diretamente na sensibilidade à insulina, os diabéticos devem consultar o seu médico antes de iniciar o consumo. O grupo de risco (gestantes, lactantes, crianças e idosos) ou qualquer outra pessoa com uma enfermidade preexistente também precisa consultar um profissional antes de ingerir qualquer dosagem dessa substância, por mínima que seja.

Caso você esteja fazendo uso de algum medicamento, o picolinato de cromo não deve ser utilizado. Não há como saber quais serão os efeitos dele em contato com medicações.

Dosagem e como tomar o Picolinato de Cromo

A ingestão do picolinato de cromo deve ser entre 25 e 35 mcg diário, tomando durante uma das principais refeições, não exagerando no consumo para não ocasionar os efeitos colaterais supracitados, mesmo que o consumo máximo não tenha sido, ainda, estipulado pelos especialistas.

Para consumir o picolinato de cromo consulte um médico e um nutricionista; faça exames periódicos, observando a concentração de cromo no sangue, assim como de glicose e insulina. Sempre tenha o acompanhamento de um profissional do esporte para que este estipule os exercícios que trarão mais resultados para o seu corpo.

10 Comentários

  1. Vou fazer um teste tomar esse picolinato de cromo, já ouvi relatos de pessoas que falaram que ele é bom e ajuda mesmo emagrecer, eu queria comprar um termogênico tipo lipo 6, mas comecei a trabalhar agora e a grana está curta, então vai essa opção mais barata mesmo. Depois volto aqui para falar sobre os efeitos, inclusive se tiver algum colateral.

  2. Marcia Te aconselho a tomar o Oxyelite no lugar do lipo 6 black

  3. não aconselho usar lipo 6 porque tem muita cafeína e ele pode aumentar a pressão arterial si vc tem muita gordura ele não vai te ajudar perder so vai acelerar o seu coração , não aconselho hj estou tomando remedio de pressão

  4. Pode ser tomado junto com oxyElite…???

  5. Tive princípio de diabete mas consegui regularizar, agora so estou com o colesterol um pouco alto, posso consumir esse suplemento ? Mesmo tendo tido problemas com insulina

  6. Picolinato de cromo pode ser usado junto com lipo 6 black ultra?

  7. Picolinato de cromo acelera o coração?

  8. Maria Aparecida Cardoso

    Posso tomar 350 mcg de picolinato de cromo por dia junto com 400mg de Panax ginseng 2 vezes ao dia?

  9. Gostaria de informação se posso tomar Cromo Picolinato 100% Nutrata.
    Tomo medicamento para pressão Enalapril e para tireoide Euthyrox.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

emagrecimento E-

emagrecimento D-