Página Inicial » Emagrecimento » 10 tipos de abdominais para (ajudar a) perder a barriga

10 tipos de abdominais para (ajudar a) perder a barriga

A utilização de abdominais para perder barriga é muito difundida na mídia. Mas será que ela é efetiva? Se for, quais os melhores exercícios?

Abdominais para perder barriga

Perder barriga. Um dos temas mais procurados na internet, no que se refere a estética. Isso porque a gordura abdominal é talvez um dos maiores problemas estéticos e também de saúde. Neste sentido, muitas pessoas buscam soluções para este problema.

A velha máxima de que os abdominais nos fazem perder barriga já caiu por terra há muito tempo. Até  porque precisamos de mais do que exercícios isolados para que isso aconteça. Para perder barriga, você precisa, antes de qualquer coisa, reduzir sua gordura corporal.

Mas para isso, é fundamental que seja feito um fortalecimento paralelo da região abdominal. Não apenas para questões estéticas, mas também por que este é um fator fundamental para a manutenção da funcionalidade.

Resumindo o que escrevi até aqui: abdominais fazem perder barriga? Não, dieta é que faz. Preciso deles em meu treino, mesmo que seja para o emagrecimento? Com toda a certeza!

Por isso, vamos agora ver os 10 tipos de abdominais que devem estar em seu treino!

Abdominais para perder barriga não existem, mas estes aqui irão te ajudar a eliminar gordura!

Em um processo de emagrecimento, ou seja, de redução de gordura, teremos que usar exercícios para todos os grandes grupos musculares, a fim de tornar as respostas metabólicas e hormonais otimizadas. Desta maneira, o treino de abdominais é fundamental!

Ou seja, ele sozinho não te fazer perder barriga, mas no contexto adequado, auxilia no processo. Para que tudo fique mais claro, vou mostrar alguns exercícios para otimizar este processo!

1. Abdominal crunch:

O mais clássico e usado dos exercícios abdominais. O abdominal crunch possui um movimento simples, baseado em flexão de coluna. Como o motor primário deste movimento é o reto abdominal, temos neste exercício um dos movimentos mais básicos e efetivos da musculação.

O vídeo mostra as mãos próximas ao joelho, mas podemos variar de diferentes formas. Ao usar as mãos acima da cabeça, com os braços esticados, temos um arco de movimento maior, o que causa uma maior sobrecarga muscular.

Além disso, em muitos casos podemos usar uma carga externa para otimizar o treino.

2. Abdominal infra

Se o exercício anterior tinha uma demanda maior do reto abdominal, mas em sua parte mais superior, este é um movimento com grande ênfase na porção inferior. É muito importante que ele seja feito da forma correta. Muitas pessoas o executam com uma flexão de quadril (quando dobramos as pernas, mas a coluna permanece imóvel) e não com uma flexão de coluna (quando literalmente a porção lombar da coluna é flexionada).

Além disso, podemos usar variações da posição das pernas neste movimento, como por exemplo, com os joelhos fletidos ou estendidos. Ao realizar o movimento com os joelhos estendidos, novamente teremos um arco de movimento maior e consequentemente mais carga.

Leia também => 6 dicas de como perder gordura abdominal

3. Abdominal na bola suíça

Esta é uma variação interessante do abdominal crunch, que pode ser feita para diferentes objetivos. A maior vantagem deste abdominal é que ele irá “forçar” músculos estabilizadores a serem mais atuantes no movimento, devido a superfície instável.

Neste caso, este é um exercício que pode ser empregado para esta finalidade, desde que no contexto adequado!

4. Abdominal oblíquo alternado

Este é um movimento com maior enfoque nos músculos da região lateral do tronco, os oblíquos. Ao realizarmos a mistura de rotação de tronco com flexão, teremos este movimento com motor primário para os oblíquos.

Ele pode ser executado como complemento dos movimentos com enfoque no reto abdominal. Mas tome cuidado com os excessos, pois uma hipertrofia acentuada destes movimentos pode acabar com sua linha de cintura.

5. Abdominal infra no banco:

Mais um exercício para a porção inferior do abdômen (não que ela não atue sobre todo o reto abdominal). Porém, este é um movimento que exige mais controle postural, por ter menos apoio. Desta maneira, ele é mais intenso e exige uma execução correta. Caso contrário, não o utilize em seu treino!

6. Abdominal na roldana alta

Esta é uma variação muito interessante e que muda um pouco o padrão dos exercícios abdominais tradicionais. Porém, é preciso que este seja um movimento feito com total controle e qualidade. É muito comum vermos pessoas que não conseguem “sentir” o trabalho muscular nestes casos.

Muitas vezes, o que acontece é que não há consciência corporal adequada e com isso, temos um trabalho muscular inadequado. Por isso, usamos esta variação apenas com pessoas com um nível de treinamento um pouco melhor.

7. Abdominal na barra paralela:

Mais uma variação que pode ser usada de diferentes formas. É muito importante entender que estes movimentos até podem ter um maior enfoque na região inferior do abdômen, mas trabalham o reto abdominal como um todo.

Também lembrando que este movimento precisa ser feito com flexão de coluna e que ao esticarmos as pernas para a frente, teremos uma maior intensidade no movimento.

Leia também => Principais erros no treinamento abdominal

8. Abdominal hipopressivo

Este é um movimento fundamental em seu treino. Isso porque ele atua diretamente no transverso abdominal, um músculo que atua nos movimentos de respiração, mas que tem uma importante função estabilizadora.

Além disso, com o transverso abdominal mais forte, temos naturalmente uma linha de cintura mais forte e definida. Portanto, para perder barriga no contexto geral, este movimento é fundamental!

9. Prancha

Este movimento estático e tem uma função estabilizadora fantástica. Por isso, ele deve fazer parte de seus treinos de abdômen, desde que feito de acordo com as suas necessidades.

10. Agachamento

Sim, você não leu errado. O agachamento tem uma solicitação muito grande de estabilização de todo o Core. Desta forma, ele atua também sobre os músculos abdominais. Não que ele sozinho, sem movimentos específicos, vá trazer grandes resultados.

Mas no contexto geral, tendo em vista o quanto este movimento auxilia, ele pode ser usado junto com alguns dos movimentos citados aqui para ter melhores resultados!

A utilização de abdominais no processo de emagrecimento é fundamental! Tenha sempre ajudar de um profissional em seus treinos! Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

2 Comentários

  1. LUCIMARA SANTOS ZANDONÁ

    Foi muito bom eu ter acompanhado os vídeos do artigo. Ajudaram bastante.

  2. Aparte mais difícil para mim no treino são os famosos abdominais, depois desse artigo vou me dedicar mais, obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!