Página Inicial » Emagrecimento » Exercícios Aeróbicos e Anaeróbicos – Entenda tudo sobre as duas modalidades

Exercícios Aeróbicos e Anaeróbicos – Entenda tudo sobre as duas modalidades

Entenda a diferença entre exercícios aeróbicos e anaeróbicos e como eles atuam no emagrecimento e no ganho de massa muscular.


Aeróbico ou anaeróbico? Você provavelmente já ouviu falar dessas duas modalidades desportivas, não é mesmo?! Mas qual a diferença entre elas e qual a indicação de cada estilo? É isso que iremos ver neste artigo.

Quando se pensa em realizar algum tipo de exercício físico, primeiramente, é importante delimitar seus objetivos. A realização de qualquer atividade física moderada é de grande valia, pois auxilia na manutenção de várias funções do corpo, alivia o estresse, diminui a ansiedade, mantém seu corpo em forma, diminui os riscos de várias doenças, entre outros benefícios. Entretanto, é interessante adicionar objetivos mais específicos ao treinamento.

Entre os objetivos mais comuns estão perder peso e ganhar massa muscular. Cada um destes pertence, de maneira genérica a uma modalidade diferente. Vamos conhecer, então, as diferenças e características de cada modalidade. Leia também o artigo onde falamos se é possível ganhar massa muscular e emagrecer ao mesmo tempo, Leia aqui: É possível conciliar musculação com exercícios aeróbicos? 

Como os exercícios aeróbicos auxiliam no emagrecimento

Os exercícios aeróbicos condizem com a necessidade do oxigênio na hora de produzir energia para a movimentação dos músculos. Os músculos que são trabalhados em exercícios desse tipo recebem oxigênio queimado a partir das gorduras. O oxigênio nessa modalidade é usado para converter gorduras e nutrientes consumidos em ATP (energia). O ATP é energia queimada dentro dos músculos que os fazem movimentar-se e crescer. Eles são transportados pela corrente sanguínea para os músculos que estão sendo exercitados (nesse caso, a maioria dos músculos do corpo são movimentados). Quando se realiza exercícios aeróbicos, o coração acelera os batimentos cardíacos, bombeando mais sangue, consequentemente mais energia chega aos músculos. Da mesma forma que acontece com o coração, os pulmões aumentam sua capacidade de captar oxigênio do ambiente, levando-o para dentro do organismo, aumentando ainda mais a queima de gordura.

Exemplos de exercícios aeróbicos

Para exemplificar os exercícios que propiciam esse tipo de queima, estão aqueles de maior duração contínua, os quais utilizam vários grupos de músculos simultaneamente. Entre as características dos exercícios da modalidade aeróbica estão os que propõem que o corpo, e os músculos, se movimentem de maneira mais veloz, por uma duração maior e de forma rítmica.

Entre as principais atividades físicas que entram nessa modalidade, podemos destacar a corrida, dança, bicicleta, caminhada, natação, entre outros. Alguns dos exercícios da academia que se enquadram nessa modalidade são o step (em que se faz uso de uma superfície de madeira emborrachada, em formato de degrau para subir e dançar) e o jump (cama elástica), duas dos exercícios mais procurados atualmente para queimar gordura através da aeróbica.

A modalidade aeróbica é a mais procurada por aqueles que estão em busca da diminuição do peso, tonificação, melhoramento do sistema cardiovascular e respiratório.

A modalidade anaeróbica, por outro lado, não faz uso do oxigênio, assim como o aeróbico. Nessa modalidade, o organismo fornece energia de duas maneiras para os músculos que estão sendo exercitados: através do metabolismo alático e lático. O primeiro, chamado de lático, utiliza ATPs (energia) já armazenada nos músculos, especialmente para exercícios de pequena duração. Depois da utilização da energia armazenada, utiliza-se a creatina (aminoácidos que o corpo possui) para sintetizar mais ATP. Entretanto, as reservas de ATP e de creatina são limitadas no corpo, tendo a necessidade de realizar, depois desses processos, outros tipos de metabolismo, como o aeróbico ou o lático (que também é anaeróbico).

O lático cria energia através da glicólise, ou seja, quebra do glicogênio que está retido no corpo, transformando em ATP. O glicogênio é guardado no corpo em forma de gordura em diversos pontos, como abdômen, coxas, braços e pescoço.

Esse processo é complexo e cria resíduos a partir da produção de energia: água e ácido lático. Quando se cria muita energia a partir do processo lático, o ácido lático também é produzido em grande proporção. A grande concentração de ácido lático no organismo pode dar dores musculares, cansaço e sensação de queimação nos músculos.

Normalmente, o ácido lático se acumula nos músculos, tendo que ser eliminado de alguma forma para não causar maiores problemas. Para eliminar não somente o ácido lático retido, mas, também, a água, é necessário mudar de atividade física, como alguma atividade da modalidade aeróbica.

Exemplo de exercícios Anaeróbicos

Nessa modalidade, você pode optar por não exercitar todos os músculos do corpo, focando em somente um grupo. Dessa forma, tal grupo crescerá mais do que outros. Entre as atividades que estão nessa modalidade, a musculação é a mais conhecida e procurada. Salto, corridas de curta duração, arremesso de peso também fazem parte dessa modalidade.

Antes de iniciar uma atividade física, consulte seu médico e faça os exames necessários. Não se esqueça: para alcançar os melhores resultados, seja na modalidade aeróbica ou anaeróbica, é importante se alimentar bem e moderadamente, e exercitar-se diariamente.

Sobre Raquel Torres Costa Bressan

2 Comentários

  1. cristiano Oliveira

    Eu tenho aquela gordurinha na linha da cintura prox ao glutil… como faço para perde-las

  2. cristiano Oliveira

    Muito obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GSuplementos

GSuplementos

Curta-nos no Facebook!