Página Inicial » Dietas e Nutrição » A importância do sódio para a hipertrofia

A importância do sódio para a hipertrofia

Com as recentes “modas” relacionadas a dieta, muitas pessoas vem cortando totalmente determinados alimentos. Veja neste artigo porque o sódio é fundamental no processo de hipertrofia!

Nos dias atuais, falar que você come alimentos com glúten, lactose ou sódio é praticamente um crime para certas pessoas. Mas será que devemos mesmo cortar totalmente estes alimentos de nossa dieta? Hoje neste artigo, vou falar especificamente do sódio na dieta de quem busca a hipertrofia.
Muitas pessoas acreditam que o sódio é prejudicial para a saúde, mas não sabem que o que de fato faz mal é o seu excesso.

cortar o sódio

Basicamente, o sódio é um mineral muito importante em qualquer dieta, pois tem uma atuação grande em funções básicas de nosso corpo, como o equilíbrio do Ph (ácido/base), equilíbrio de líquidos no organismo, impulsos nervosos, ritmo cardíaco, contração muscular. Somente por estes motivos, você já não tem mais razões para cortar totalmente o sódio de sua dieta!

Como o foco aqui é na hipertrofia, vamos falar mais especificamente da participação do sódio no processo de contração muscular. Mas para isso, precisamos retornar um pouco as aulas de química do ensino médio e entender alguns conceitos de bioquímica.

Sódio e hipertrofia, veja a relação entre ambos!

Quando nos alimentamos, através do processo de digestão, uma série de nutrientes fica circulante no sangue. Para que estes nutrientes possam ser usados pelas células, eles precisam ser transportados e absorvidos. Este transporte e absorção podem ser tanto passivos, quanto ativos.

O transporte passivo ocorre com os processos de difusão e osmose. Já o processo ativo, em níveis celulares, ocorre através das bombas de sódio e de potássio. Este transporte ativo tem a função de levar nutrientes de locais onde estão menos concentrados, para locais onde se encontram em concentrações maiores.

Para que isso aconteça, o fenômeno da bomba de sódio e de potássio precisa ocorrer. Basicamente, a concentração do sódio sempre será maior no meio extracelular, enquanto a de potássio será maior no meio intracelular. Para que estas concentrações não sejam alteradas, a manutenção destas é realizada pelas proteínas transportadoras. Estas capturam íons de sódio (Na+) no citoplasma e bombeia-os para a parte externa das células. Já no meio extracelular, estas mesmas proteínas capturam os íons potássio (K+) e os bombeiam novamente para o meio interno. Este transporte é fundamental para manter a diferença elétrica entre os dois meios.

Leia também: Queijo minas frescal, ricota ou cottage: Qual opção é mais saudável? – Receitas light

Mas e na prática, o que isso quer dizer? Muita coisa! O sódio é fundamental para a troca de nutrientes no meio celular, sejam eles aminoácidos, glicose ou água. Com isso, ele será fundamental no processo de contração muscular durante o treino e também na recuperação.

sodio dieta hipertrofia musculação

Veja o seguinte, sabe aquelas bebidas esportivas que são utilizadas por atletas? Elas têm elevadas concentrações de sódio, potássio e cloreto, os chamados eletrólitos. Estas bebidas tem uma absorção rápida, que vai evitar maiores perdas de nutrientes e repor a estabilidade no meio intra e extracelular.

Mas então eu posso usar sódio à vontade? É claro que não! Em excesso ele prejudica a função renal, causa problemas no funcionamento cardíaco e principalmente, coloca todo o equilíbrio hídrico de nosso corpo em risco.

Porém, vemos muitos praticantes de musculação zerando totalmente a ingestão de sódio, mesmo em fase de bulking. Com isso, seus processos contráteis ficam prejudicados, bem como sua recuperação e a qualidade dos treinos será muito mais baixa. Estas mesmas pessoas tentam copiar o que determinados fisiculturistas fazem, alguns dias antes de suas competições, no intuito de desidratar o corpo e melhorar a definição muscular. Mas isso é algo absurdamente agressivo e que tem curta duração!

Leia também: Mrs Dash – Mais sabor a sua dieta e totalmente livre de sódio e conservantes

Segundo a OMS, devemos ingerir cerca de 2,4 gramas de sódio por dia (6 gramas de sal, aproximadamente). É uma quantidade pequena e que muitas pessoas ultrapassam, mas que deve ser bem pensada na construção de sua dieta.

Por isso tudo, não elimine totalmente o sódio de sua dieta, pois ele é fundamental nos processos contráteis. Mas também não exagere e ingira as quantidades recomendadas. Isso mostra que construir uma dieta é muito mais do que apenas contar calorias e escolher alimentos, por isso, sempre procure ajuda de um bom nutricionista! Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

3 Comentários

  1. Interessante esse artigo. O sódio sempre é visto com maus olhos, é sempre bom saber que existe também o outro lado da moeda.

  2. Muito interessante!
    Eu realmente achava que era importante cortar totalmente o sódio da dieta!

  3. Gosto muito de ler todas as dicas do site, tenho 1,85 peso 68Kg, quero saber uma dieta desde o café da manha ate a janta pra ganhar massa com o menor idiotice de gordura possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!