Análise: Carnivor da MuscleMeds, proteína isolada e hidrolisada de carne bovina

Conheça o Carnivor da MuscleMeds, o primeiro e único suplemento que possui proteína isolada e hidrolisada de carne bovina.

carnivor Muscle Meds

Um dos fisiculturistas mais premiados dos Estados Unidos, Kai Greene, foi uma criança que encontrou nos esportes uma saída para uma vida conturbada. Viveu entre orfanatos e casas provisórias até certa idade. A sua principal fuga foi a musculação, a qual fez ele chegar a uma lista longa de prêmios como fisiculturista.

Sua busca pela melhora na musculatura e no aspecto dos músculos o fez treinar muito intensamente, ficando conhecido por todo o mundo devido aos seus treinos de grande intensidade. Ainda na infância seu corpo já chamava atenção, sendo, então, convidado a participar de várias competições ainda em uma idade precoce. Sua carreira começou por volta dos 13 anos, em que ele já se destacava dentre os competidores de mesma idade.

As competições lhe deram confiança, tornando-o uma pessoa do bem, fugindo à regra de que poderia entrar em caminhos mais problemáticos, devido à sua criação. Quando ele já era um atleta conceituado em sua área, resolveu inovar, procurando alternativas que o dariam suplementações necessárias para ganhar massa magra e maior rendimento em seus resultados.

Kai Greene, juntamente com os pesquisadores da empresa MuscleMeds, especializada em suplementação alimentar para atletas, realizaram estudos sobre as melhores formulações alimentares para o ganho de peso magro, perda de gordura e melhor desempenho nos treinos. O principal objetivo para o desenvolvimento desse novo suplemento foi uma das maiores competições de fisiculturistas, uma homenagem a um atleta muito conceituado nos Estados Unidos, Arnold Schwarzenegger, chamado de Arnold Classic ou Arnold Fitness Weekend.

Os pesquisadores usaram o fisiculturista Kai Greene para observar o ganho de massa através da alimentação. Usando o whey protein e a caseína, foi observado que havia maior ganho muscular quando o atleta ingeria somente carne, tendo menos ganho com suplementação. Porém, o grande consumo de carne, que também resultava em grande ganho muscular, estava dando desconforto estomacal ao fisiculturista, diminuindo, então, os benefícios da alimentação. Além disso, o consumo de carne aumenta os níveis de colesterol e gordura no corpo, o que diminui ainda mais o benefício do alimento no ganho de massa magra.

Devido a esses testes, a MuscleMeds desenvolveu um produto que potencializa o ganho de massa magra proveniente da proteína da carne. Ao isolarem a proteína da carne, que causava um grande benefício ao ganho de massa magra e ao treino do atleta, contudo sem o desconforto do consumo de carne propriamente dita, fez com que Kai Greene melhorasse ainda mais a musculatura, ganhando, assim, a competição, o Arnold Classic, em 2009.

Efeitos do Carnivor

O produto foi desenvolvido a partir da extração, hidrólise e isolamento de componentes primordiais da carne bovina, os quais davam os benefícios necessários para o atleta se desenvolver através dos treinos intensos, ganhando massa magra e perdendo gordura corporal. Os níveis de aminoácidos, nutriente responsável por auxiliar na síntese das proteínas nas fibras musculares no organismo.

Através da Tecnologia Anabólica de Retenção de Nitrogênio transformam-se aminoácidos, diminuindo a produção de amônia, resíduo que poderia causar problemas na produção de fibras e células musculares, pois é um resíduo de difícil eliminação pelo organismo. Essa possibilidade de reciclagem de aminoácidos, diminuindo a produção de amônia, torna esse suplemento mais eficaz do que os outros, pois une a proteína pura da carne bovina, com a tecnologia que diminui a produção de amônia e resíduos nitrogenados de difícil eliminação. A creatina contida na proteína bovina dá maior volumização celular dentro do tecido muscular, o que melhora o crescimento deste tecido e causa, também, uma explosão de força na hora do treino.

Como tomar o Carnivor

O Carnivor não possui lactose, colesterol ou gordura, tendo somente 116 calorias em cada 33 gramas de produto. Uma maneira de tomar o Carnivor é bater uma colher de sopa (cerca de 40 gramas de produto) com 300ml de água. Tomar entre 1 e 3 vezes da batida por dia, de acordo com suas necessidades e com o que seu objetivo.

Para introduzir esse suplemento na alimentação é necessário que o atleta consulte um médico e um nutricionista. Não se esqueça de sempre ter acompanhamento de um profissional do esporte para que este mostre a melhor maneira de treinar, a qual potencializará o ganho muscular a partir da suplementação feita.

por Raquel Torres Costa Bressan Redatora formada em Letras pela Universidade Federal de Viçosa.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (40 votes, average: 3,90 out of 5)
Loading ... Loading ...

44 comentários

  1. Vejo varias pessoas falando quanto ao preço do Carnivor ser muito elevado, mais há de se analisar que alem de ser uma proteína hidrolisada ou seja de ultra absorção, ele contem em cada scoop 2.5 g de creatina + 2,5 g de BCAA e mais Glutamina em torno de 2.5 G ou seja se for comprar tudo isso vai sair praticamente do mesmo preço. Quanto ao sabor chocolate é top. Quanto a ganhos de massa muscular, até o momento foi o que encontrei melhor no mercado. Mais uma observação ele é free lactose e 0 colesterol.

  2. Esse artigo não é uma análise, é o press release do produto!…rs… Que enganação!

    Depois de experimentar diversos whey importados, resolvi experimentar o Carnivor.

    Tomei um pote Carnivor durante um mês e meio (um “cup” por dia) e nesse período todos à minha volta se assustaram: realmente meus braços e pernas aumentaram muito de volume (sem definição), porém minha cintura também. Das calças que usava todo dia quase nenhuma entrava mais e tive de começar a fechar os cintos um ou dois furos mais abertos.

    Duas semanas depois que acabou o pote (e a ANVISA proibiu a venda) comecei a voltar ao normal, fui “murchando”. Quando comecei a tomar Carnivor estava com 83kg, depois de 1 mês e meio tomando passei a 87,7kg. Agora, esvaziado e quase de volta ao corpo nornal (continuo treinando pesado mas muxei mesmo assim), estou com 84,4kg.

    Concluo então que:
    - Carnivor aumenta SIM seu volume corporal como um todo, ou seja, engorda sim, e muito, e muito rápido;
    - o ganho de massa não é real, pois basta parar de tomar que você volta ao que era antes.

  3. Tô acabando o meu primeiro (e último) pote.
    Saí de 90kg (parado sem treinar por 01 mês) pra 96kg e desenvolvi bastante, mas infelizmente a barriga cresceu junto (que se dane o tanquinho eu tô com 43 de braço! 0/).
    O Maior problema é que era frequente o acontecimento de enxaquecas de me deixar sem rumo. Acredito que por ser uma proteína pesada, sei lá… nunca tinha feito uso de outra sem ser whey protein.
    Outro problema que notei que um pouco mais de um mês que tinha me submetido a uma cirurgia e que voltei as atividades físicas e a tomar o CARNIVOR, e era frequente dores na região como se tivesse inflamado, dores incomodas…

    Resumindo: O suplemento da um ganho gigante, cefaleia. Gostei mas ta bom pra mim, um bastou….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


5 + 3 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top