Página Inicial » Treinos » Assimetria Muscular: Saiba como prevenir e corrigir

Assimetria Muscular: Saiba como prevenir e corrigir

De maneira geral, a maioria das pessoas apresentam algum desbalanceamento muscular. Veja neste artigo como corrigir estas assimetrias musculares.

Como corrigir Assimetria muscular

 

Dentro da educação física, temos uma área de estudo, que é a psicomotricidade. Dentro dela, temos a lateralidade, que é a correta utilização de ambos os lados do corpo. No geral, as pessoas têm problemas com ela, justamente por não terem um repertório motor acentuado. Este é um dos primeiros problemas que irão causar as famosas assimetrias musculares. Por isso, para corrige-las, temos que ter uma visão que transcende apenas a utilização de determinados movimentos. É importante que tenhamos uma avaliação mais ampla.

De maneira geral, as assimetrias acabam ocorrendo por alguns motivos básicos:

1. Treinamento errado;

2. Falta de flexibilidade;

3. Trabalho ineficiente (principalmente para o lado não dominante);

4. Desvios posturais;

A questão dos desvios posturais é bastante complexa e precisa ser avaliada de maneira individualizada. Já os outros itens, podem ser ajustados com um treinamento adequado. Veja agora como deve ser seu treino para corrigir algumas assimetrias musculares!

Como corrigir assimetrias musculares com a musculação

O primeiro passo é identificar onde estão as assimetrias. Por exemplo, existem pessoas com assimetrias nos ombros. Neste caso, precisamos entender por que elas acontecem. No geral, elas são oriundas de algum desbalanceamento. Por exemplo, não há flexibilidade geral e o corpo acha maneiras de compensar os movimentos.

Além disso, pode ser que haja uma assimetria por falta de treinamento. Por exemplo, é muito comum vermos pessoas que gostam muito do treino de peitos e não dão tanta importância ao treino de costas. Resultado: assimetria muscular e uma postura errada, com os ombros “girando” para a frente.

Outro caso comum é a má utilização dos exercícios. Seu treino tem que ser generalista para desenvolver todas as partes por igual. Se não for assim, há enormes chances de ocorrerem assimetrias musculares.

Leia também: A importância da lateralidade na musculação

As causas podem ser muitas e são o ponto de partida de qualquer correção. É lógico que o que irei te mostrar aqui é generalista e em casos mais agudos, será necessário o acompanhamento de um bom profissional.

Para te mostrar alguns pontos, vou usar exemplos práticos, de situações que já peguei com meus alunos. Vamos lá!

Uma situação muito comum é de termos pessoas com bom desenvolvimento dos quadríceps, mas com dificuldade no trabalho com isquiotibiais e glúteos. Aqui cabe uma boa visualização dos métodos de treino, já que estes músculos podem sofrer influência da falta de flexibilidade e principalmente, de execuções erradas. Se o seu quadril entrar em retroversão, por exemplo, já perdemos grande parte do trabalho destes músculos. Caso não seja este o problema, podemos fazer o seguinte:

– Aprimorar a flexibilidade dos quadríceps e passar um certo período sem treiná-los. Isso fará com que o fortalecimento dos isquiotibiais consiga se “igualar” ao do quadríceps e este, se tornará mais flexível. Com isso, também teremos um trabalho melhor dos glúteos.

– Evitar movimentos compostos, como o agachamento. Por mais que este seja um exercício fantástico, em determinados casos ele aumenta ainda mais a assimetria.

De maneira geral, a ideia da correção das assimetrias musculares no geral passa pelo princípio de fortalecer e tornar mais flexível. Se um determinado músculo se desenvolveu mais do que outro, geralmente antagonista, é porque há mais força em um deles. Com isso, fortalecemos o que está enfraquecido e melhoramos a flexibilidade do mais forte.

Além disso, existem algumas possibilidades de trabalho interessantes para esta finalidade. Veja algumas maneiras de prevenir e corrigir assimetrias musculares:

1. Prefira movimentos unilaterais:
Nosso lado dominante tem muito mais possibilidades de ser mais forte do que o não-dominante. Desta maneira, você verá que com o passar do treinamento, o cérebro tende a igualar assimetrias de lateralidade, através da adaptação neural. Isso é ainda mais válido em iniciantes, que tem um controle motor mais precário. Neste caso, o ideal é a utilização de movimento isolados unilateralmente ou então, com halteres. Por exemplo, ao invés de usar o supino reto com barra, prefira o com halteres, pois desta maneira, ambos os lados receberão a mesma solicitação muscular.

2. Melhore sua execução:
Este é um complemento do item 1. De nada adianta todo um diagnóstico de seu problema, se não melhorarmos a execução. Por isso, use menos carga e concentre-se na qualidade dos movimentos. Isso fará com que haja uma adaptação mais adequada das unidades motoras e uma correção nas assimetrias musculares.  Neste sentido, é muito importante que você melhore sua consciência corporal, para poder ter a sensação de trabalho uniforme durante os movimentos.

3. Verifique sua postura:
Aqui temos dois pontos. Primeiramente vou falar de sua postura natural. Pare em frente ao espelho, de pé e sem forçar nenhum ajuste. Veja como é sua postura, se seus ombros são alinhados e estão centralizados em relação ao corpo. Agora olhe seu quadril, joelhos e tornozelos. É lógico que somente um fisioterapeuta poderá fazer uma avaliação postural adequada e completa, mas assim, é possível verificar muitos desvios. Se você encontrar anormalidades, procure um profissional. Já durante o treino, tome muito cuidado com isso.

Já falamos sobre o assunto em relação as curvaturas da coluna vertebral (Como manter a sua coluna saudável fazendo musculação?). Outra questão são as escápulas, que podem aumentar ou diminuir o trabalho muscular. Por exemplo, durante o movimento de supino reto elas precisam estar em neutro e fixas. A movimentação delas faz com que o peitoral menor seja menos exigido. Já no treino de costas, elas precisam estar em movimento, para que os músculos sejam solicitados adequadamente.

4. Fortaleça o core:
Muitas vezes, temos problemas de assimetrias pois o core não é fortalecido da maneira adequada. Isso gera desbalanceamentos musculares e consequentemente, assimetrias. Isso porque a parte medial de nosso corpo é responsável por manter o corpo alinhado e estável. Se isso não ocorrer, irão acontecer desbalanceamentos e assimetrias musculares.

Além dos pontos citados, mantenha um bom nível de flexibilidade. Hipertrofia é algo que acontece se seus músculos estiverem flexíveis e suas articulações, com boa amplitude. Além de ser funcional, é algo que auxilia num desenvolvimento mais harmônico. Todos os grandes atletas têm uma boa flexibilidade.

Leia também: 7 dicas de como hipertrofiar músculos fracos

No mais, em casos de assimetrias muito acentuadas, procure um bom educador físico, que poderá te direcionar a um fisioterapeuta ou traçar um plano de treino para corrigir isso. Lembre-se que as assimetrias não têm apenas consequências estéticas ruins, mas também podem trazer problemas posturais e resultarem em lesões. Bons treinos!

6 Comentários

  1. Meus braços são cimétricos, mas meu peitoral não. Coisa de centimetros, quase imperceptivel. Quem notou foi minha namorada rsrs. Depois que passei a fazer supino inclinado e declinado com halteres ele deu uma melhorada legal.

  2. O trapezio do lado esquerdo é acentuadamente desenvolvido; treino encolhimento com haltere apenas no lado direito para igualar a aproximadamente 1 mês e ainda não obtive resultado. Em muitos post a recomendação é que se deve treinar ambos os lados mesmo que exista diferença muscular. Existe um treino que isola o trapezio do lado direito para igualar com o esquerdo.

    Alessandro

  3. tenho a dorsal do lado esquerdo mais desenvolvida que a direita…o que fazer so treino: nos aparelhos fixos sem halteres…

  4. Tenho uma diferença perceptível entre os músculos masseter do lado direito e esquerdo da mandíbula em função do maior uso de um deles. De frente para o espelho quase não percebo, mas numa fotografia de frente, percebo uma diferença enorme. É possível corrigir esta diferença apenas mastigando com o lado mais atrofiado?

  5. Eu tenho uns dos ombros mais desenvolvido, que no caso e o direito o esquerdo na hora que eu estou praticando o exercício ele abaixa e o direito levanta. Como eu posso melhorar isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Treino E

Treino E

Curta-nos no Facebook!