Página Inicial » Corridas » Treino de corrida no verão, como evitar a queda de rendimento

Treino de corrida no verão, como evitar a queda de rendimento

O treino de corrida no verão pode ser uma tarefa estafante. Por isso, é importante buscar alternativas para conseguir treinar, sem queda no rendimento por causa do calor.

Treino de corrida no verão - Correr no calor

Corredor sofre com o calor. Para piorar, esta é uma das épocas do ano mais movimentadas em termos de provas. O verão então, é um desafio para quem corre e quer melhorar o rendimento. Como sabemos, o calor pode ser um grande problema para quem pratica esportes, tendo em vista que ele prejudica o rendimento. A corrida, especificamente, é uma das que mais é afetada por ele.

Desta maneira, seja para o processo de aclimatação, seja para manter ou melhorar o rendimento, o verão é um desafio. Mas isso, de forma alguma, significa que você deva deixar de treinar ou aceitar quedas bruscas de rendimento nesta estação. É fundamental usar de estratégias adequadas para melhorar seu rendimento.

Treino de corrida no verão, algumas soluções!

1. Analise os horários de sua prova e o clima médio

De nada adianta treinar no calor, se suas provas não serão neste cenário. Caso você vá participar de provas em locais onde o calor não chega a ser um problema, pode treinar a noite ou bem cedo.

Já se você tem alguma prova, que historicamente é quente, é importante passar por um processo de aclimatação. Treinar em horários parecidos com o da prova é uma alternativa interessante.

Mas esta aclimatação não deve ser feita de qualquer forma. É importante que ela seja feita de forma gradual. Ou você vai treinando em horários mais quentes, usando um aumento gradual da temperatura, ou ainda, treina em horários mais quentes, aumentando o volume e a intensidade de treino aos poucos. O fundamental é encontrar alguma alternativa que torne este processo mais confortável e saudável.

2. Controle os elementos que estão ao seu alcance

Roupas, protetor solar, bonés, são alguns dos elementos que podem tornar o treino no calor do verão, mais confortável. Existem tecidos que melhoram a transpiração e auxiliam na manutenção da temperatura corporal. Da mesma forma, bonés e a utilização de protetor solar, não apenas protege sua pele, como pode ajudar na sensação térmica como um todo.

3. Busque trajetos que possibilitem um pouco de sombra

Se você de fato tem que treinar em horários mais quentes, busque trajetos que deem um “refresco”. Treinar em parques ou trajetos que tenham árvores, faz com que você tenha alguns momentos de redução de temperatura, o que vai fazer com que haja uma melhor adaptação ao calor do verão.

Leia também: Como periodizar seu treino para corrida

4. Faça os treinos mais longos e mais intensos, em horários alternativos

Mesmo que você esteja passando por um processo de aclimatação, é importante tomar cuidado com os longões e com os treinos mais intensos. No início, deixe estes treinos para serem feitos em horários alternativos ou em locais menos quentes. Por serem mais desgastantes e difíceis, estes treinos devem ser inseridos aos poucos, nos horários mais quentes.

5. Dieta precisa ser ajustada

Se você está enfrentando problemas com seus treinos de corrida no verão, por causa do calor, sua dieta precisa estar ajustada para isso. Desde a ingestão de carboidratos e proteínas na quantidade adequada, até o consumo de frutas e verduras com maiores quantidades de líquidos. Tudo isso, será fundamental para te dar o suporte necessário para treinar em dias mais quentes.

Leia também: Qual o limite natural da corrida?

6. Hidrate-se da forma correta

Treinar no calor, sem hidratação, é pedir para passar mal. Além de reduzir o desempenho a falta de hidratação no calor, prejudica o rendimento consideravelmente. Portanto, é fundamental se hidratar, não apenas durante o treino, mas antes e principalmente, depois. A hidratação adequada, com isotônicos, se necessário, fará com que a recuperação no pós treino seja mais efetiva e mais rápida.

Treinar no calor pode ser um desafio complexo, mas com as abordagens corretas, será possível inclusive, aumentar o rendimento. Para isso, sempre conte com o auxílio de um bom treinador! Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!