Página Inicial » Guia para Iniciantes » Técnicas de treino para iniciantes, quais as mais efetivas?

Técnicas de treino para iniciantes, quais as mais efetivas?

Quem entra na academia pela primeira vez, muitas vezes se pergunta quais as melhores maneiras de ter resultados. Neste artigo, selecionamos algumas técnicas de treino para iniciantes que potencializarão os efeitos de seu treinamento!

Dicas de treino de musculação iniciantes melhores técnicas

Iniciar um treinamento nem sempre é fácil. Os iniciantes são repletos de dúvidas e questionamentos. Uma das dúvidas mais comuns é sobre as técnicas de treino para iniciantes, como estas devem ser conduzidas e de que forma podemos potencializar os resultados. É lógico que cada caso tem suas especificidades e precisa ser avaliado por um profissional, mas existem formas de conseguir melhores resultados desde o princípio.

É importante entender que o iniciante tem um potencial adaptativo muito grande. Portanto, os resultados iniciais aparecem muito mais rápido do que quando o praticante passa a melhorar seu condicionamento. Desta forma, precisamos aproveitar esta janela de desenvolvimento para que no futuro, seja possível alcançar níveis mais altos de desenvolvimento muscular.

Veja agora, algumas técnicas que poderão ter melhores resultados para os iniciantes!

Técnicas de treino para iniciantes, saiba escolher as mais adequadas

Como o termo iniciante engloba muita gente, tenho que delimitar um pouco isso tudo. Não vou levar em conta alguns aspectos, como patologias articulares ou musculares. Nestes casos, é muito importante que um profissional capacitado monte e monitore seu treino.

Excetuando estes casos, temos algumas possibilidades de técnicas que podem dar muito certo para iniciantes. Mas para isso, é muito importante que alguns aspectos sejam considerados.

Primeiramente, o iniciante precisa treinar com qualidade. Desta forma, de nada adianta usar métodos de treino diferentes, se nem o básico ele fará. Neste sentido, é muito importante entender que existem diferentes possibilidades, mas a base precisa ser feita de uma forma que traga melhores resultados.

Alguns pontos devem ser levados em conta:

1. Preferência por exercícios multi-articulares:
Este é o primeiro ponto para qualquer iniciante. Aqui, é importante destacar que os exercícios multiarticulares tem uma importante função por diversos motivos. O primeiro deles, é que com mais músculos envolvidos, teremos mais unidades motoras sendo recrutadas, o que com o tempo, melhora a coordenação inter e intra muscular. Desta forma, os exercícios se tornam ainda mais efetivos. Além disso, com mais músculos envolvidos nos movimentos, teremos respostas hormonais e metabólicas em geral mais eficientes. Com isso, seu desenvolvimento não será afetado por falta de qualidade.

2. Priorize a qualidade do movimento:
Iniciante não precisa, independentemente do caso, de altas quilagens em seus exercícios. Nos primeiros meses, prefira estímulos metabólicos, que envolvem menos carga. Desta forma, além de uma melhora aprendizagem motora, você prepara toda a estrutura muscular e ligamentar, para maiores estímulos posteriores.

3. Utilize intensidades moderadas:
Apesar de em diversos artigos interiores eu tenha falado da importância da alta intensidade em seu treino, no caso dos iniciantes, é muito importante utilizar treinos com mais volume. Isso porque, um iniciante não tem a estruturação necessária para que possa suportar e tirar proveito de um treino de alta intensidade. Desta forma, é muito importante que nos primeiros meses de treino, você priorize o volume de treinamento.

Estas 3 bases, nos darão o ponto para chegarmos em resultados melhores. Para que você consiga visualizar na prática tudo isso, vou agora mostrar como utilizar 3 técnicas de treino para iniciantes que englobem estas bases.!

Técnicas de treino para iniciantes, como utilizá-las?

Para que fique claro tudo isso, selecionei 3 técnicas conhecidas de treinamento e vou mostrar como você pode utilizá-las em seu treino. É importante entender que cada uma delas tem suas especificidades a serem levadas em conta!

1. Super-slow:
Esta técnica que já foi mostrada neste artigo (Sistema de Treinamento Super Slow/Super Lento), é muito interessante para a melhora da coordenação inter e intra muscular. Isso porque, os movimentos mais lentos são mais fáceis de serem executados. A lógica é simples. Imagine um movimento complexo, como tocar bateria, por exemplo.

Executá-lo de maneira lenta é muito mais fácil do que rápido, pelo menos no início, não é? Pois bem, com a musculação a lógica é parecida. Desta forma, em determinados momentos de seu treino, é muito interessante utilizar a técnica de Super Slow, para aprimorar a coordenação motora. Desta forma, seu treino terá muito mais efetividade e os resultados futuros, terão muito mais facilidade de acontecer.

2. Drop-set:
O Drop-set é muito interessante e pode ser adaptado para o treino de iniciantes. O primeiro ponto a ser destacado, é que não devemos usar as séries até a falha, pois diversos estudos mostram que este não é um método muito interessante para iniciantes. Porém, com o Drop-set teremos séries mais longas, o que faz com que ocorra uma melhor adaptação neurológica por parte dos movimentos executados. Nem sempre conseguimos usar o drop-set com movimentos complexos, mas este é um ponto muito importante e sempre que possível, deve ser utilizado.

Leia também: Drop Set – Conheça essa técnica de treino e saiba como fazer

3. Bi-set:
Além de ser usado preferencialmente em movimentos multiarticulares, o bi-set ainda tem uma outra vantagem. Ele envolve diferentes unidades motoras, o que vai melhorar sua consciência corporal. Além disso, ainda temos a melhora de toda a parte metabólica e hormonal.

Existem ainda outros métodos de treinamento para iniciantes que podem ser utilizados e que trazem um bom resultado. Porém, quero ressaltar que apenas incrementar estes métodos em seu treino, não trará um bom resultado, a menos que haja uma boa estruturação através de uma periodização.

Leia também: Bi-set, conheça mais sobre este método de treinamento (5 dicas importantes)

Não é porque você é iniciante, que não precisa levar em conta a periodização e pode treinar de qualquer forma. Seus resultados dependem da maneira como você começa. Por isso, se você está começando a treinar, tenha desde já uma preocupação com a qualidade do que está fazendo! Bons treinos!

3 Comentários

  1. Weldo Pinheiro de Jesus

    Eu sou magro,e possível eu alcançar bons resultados com o tempo.

  2. Ótimas informações para os iniciantes.

  3. É interessante atualizar a matéria mais antiga sobre o “Super-Slow” pois na mesma há uma passagem que diz: “É importante ressaltar novamente que este método deve ser usado apenas por pessoas com um bom nível de condicionamento físico e é vetada a iniciantes.” Então pode confundir alguns; aqui recomenda (como a nº 1) e quando direcionado para mais detalhes lá contradiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!