Página Inicial » Suplementos » Suplemento Ribose – Para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Suplemento Ribose – Para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Antes de comprar o suplemento D-ribose é muito importante ler esse artigo. Iremos tirar dúvidas sobre o que é essa substância, quando indicado, benefícios, colaterais e se engorda.

Suplemento D-Ribose

Em termos de desempenho, melhora dos resultados e maior eficiência no treinamento, há um item que sempre é fundamental: a produção de energia. Para que tenhamos bons resultados, é fundamental que a dieta ofereça ao organismo, todos os meios para a otimização na geração de energia. Neste sentido, a suplementação de Ribose se mostra como sendo altamente eficiente.

No contexto nutricional adequado, a suplementação de ribose faz com que tenhamos melhores resultados nos treinos, pela otimização na geração de energia. Isso, principalmente para treinos mais intensos.

Ficou interessado (a)? Vamos primeiro, te explicar o que é Ribose!

O que é Ribose?

Esta não é uma explicação das mais fáceis. A ribose tem uma relação direta com a interação entre DNA e RNA. Mas vamos tentar tornar a explicação mais simples. De forma geral, a ribose é encontrada em nosso corpo. Isso, por que ela é basicamente um tipo de carboidrato.

A ribose faz parte do RNA e tem como principal função, tornar possível a produção de ATP. Como você deve saber, o ATP é uma molécula básica, fundamental para a geração de energia. Não para menos, ela é conhecida como a molécula de energia.

Também conhecida como D-Ribose, ela tem uma importante função na continuidade da produção de energia, fundamental para quem pratica exercícios físicos mais intensos. Desta maneira, a ribose é um carboidrato importantíssimo para quem treina, pois ela permite que a produção de ATP, através das moléculas de glicogênio, possam ser produzidas de forma continua.

Dátillo (2007) afirma que em práticas intensas, há casos onde a ribose chega a reduzir em até 60 a 70% seus níveis celulares. Em casos mais extremos, ela pode levar até três dias para ser regenerada totalmente.

Leia também => Dextrose – O que é, efeitos e como tomar

A Ribose melhora o desempenho?

Este é um ponto muito importante. A grande maioria das pessoas acredita que o suplemento de Ribose causará uma melhora no desempenho. Na realidade, isso não acontece, pelo menos não de forma direta. É preciso entender as funções da ribose no organismo. Ela otimiza a produção de AATP. Porém, para que o desempenho seja de fato, melhorado, é preciso mais do que isso.

A eficiência na utilização do ATP, oriunda de uma série de outras reações e que vai estar diretamente ligada ao nível de treinamento do praticante, é que vai fazer de fato, com que o desempenho melhore.

Por isso, o suplemento de ribose não atua na melhora direta do desempenho. Porém, ele atua no aumento do potencial das reservas energéticas. Com isso, ele dá o suporte para que as demais reações, ligadas ao desempenho, possam acontecer.

Vantagens de suplementar com D-ribose

Há muitas evidências que mostram inúmeros benefícios para a suplementação de D-ribose. Além do que já foi mostrado, da melhora em toda a questão energética, fazem sugestão que a mesma é benéfica aos enfermos com insuficiência cardíaca congestiva, enfermidade grave em que o coração não é capaz de bombear sangue suficientemente para que as necessidades circulatórias corporais sejam satisfeitas.

Em um estudo da European Journal of Heart Failure, os autores indicaram que a ribose pode ter a função de melhorar a função cardíaca e qualidade de vida dos pacientes apresentando insuficiência cardíaca. Isso, acontece pelo aumento nas taxas de ATP.

Leia também => L-carnitina: O que é, efeitos, como tomar e onde comprar

Além disso, ainda há evidências de que a ribose pode trazer alívio para dor e cansaço nos pacientes apresentando fibromialgia e fadiga crônica.

No pequeno estudo com publicação no ano 2006 por Jornal de Medicina Alternativa e Complementar, pacientes que consumiram 5 gramas da ribose, 3 vezes diariamente em 28 dias, fizeram relato de alívio em dor e rigidez muscular e capacidade de superação da fadiga melhorada.

Tullson & Terjung (1991) pesquisaram o papel que a ribose tem, na regeneração da adenina (forma prévia de ATP) em animais. Foi observado que a utilização de ribose fez com que houvesse um aumento de 3,4 a 4,3 vezes nas taxas de síntese de ATP.

Melhores marcas, preços e onde comprar

Das principais e melhores marcas do suplemento D-Ribose, se destaca o da Arnold Nutrition dos importados. Dos nacionais, a já conhecida Probiótica e também Oficial Farma. Em relação ao preço, vai depender da época que for consultar e a loja que estiver vendendo.

Para ter uma ideia melhor de preço e quantidade da embalagem, você pode verificar clicando no banner logo abaixo.

Comprar o suplemento ribose pelo melhor preço

Como tomar o suplemento de Ribose

A ribose tem disponibilidade em forma de pó puro, ou acrescentada nas bebidas, comprimidos e barras de cereais. Tem-se que a quantidade de necessidade para conquistar benefícios terapêuticos seja percebida somente se ingerir o pó de modo direto.

Em termos de quantidades, tudo depende da individualidade de quem vai ingeri-la. Mas no contexto geral, para pessoas que não são atletas, entre 4 e 5 gramas por dia, é o mais indicado. Atletas de elite, podem ingerir até 10 gramas de ribose por dia.

Além da questão da quantidade, é muito importante entender que há momentos mais propícios para otimizar a ingestão de ribose. Tudo depende de seu objetivo, neste caso. A utilização mais comum, é pela manhã, após o café ou no final do dia, após o jantar.

Porém, em casos específicos, ela também pode ser tomada antes ou depois do treino. Aqui, o que vale é a estratégia de utilização!

Se o foco por superação de efeitos da fadiga que persiste ou dor muscular crônica, outra quantidade pode ser de necessidade. Na situação da enfermidade cardíaca, doença vascular periférica, ou mais condições crônicas que tenha impacto em metabolismo da energia, pode ser preciso suplementação de maior intensidade.

Ribose e musculação

Qual a ação direta da ribose na musculação? Depende. Ela vai melhorar consideravelmente as reservas energéticas. Com isso, de forma indireta, daremos ao organismo uma melhor base de sustentação. Mas como já referi acima, ela não vai atuar diretamente na melhora do desempenho.

Além disso, pelo fato de ser um carboidrato, a ribose não é um suplemento que é comumente usada em períodos de cutting. Por isso, dentro da periodização, o mais comum é usar a ribose na fase básica. Nas fases de transição, ela também pode ser usada.

Não que seja via de regra, a não utilização dela em cutting. Mas como ela vai gerar um aumento na ingestão calórica, acaba sendo mais inteligente deixar ela de fora desta fase.

Porém, também é importante destacar alguns pontos. De nada vai adiantar você ingerir um suplemento de ribose, se não tem qualquer critério sobre a qualidade dos carboidratos que ingere. Se eles forem de alta glicemia em sua maioria, por exemplo, a tendência é que a ribose não tenha o efeito esperado. Isso, por que a relação entre a ribose e o glicogênio celular e presente na corrente sanguínea, é direto. Portanto, quanto melhores as fontes de glicose, melhor será o efeito da ribose.

Leia também => Glutamina – O que é, Para que serve, efeitos e como tomar

Efeitos colaterais da ingestão da Ribose

Efeitos colaterais gerais ao consumo de D-ribose se resumem de modo típico leves e da natureza gastrointestinal. As pesquisas indicam que a ingestão de até 5 gramas com divisão em até 3 vezes por dia, ingerida com alimentos, se caracteriza segura.

A chance para efeitos colaterais aumenta com doses superiores. Segundo estudo com publicação no ano 2007 em edição da revista Sports Medicine Reports, suplemento D-ribose pode gerar inchaço, fezes soltas, náuseas e desconforto do abdômen.

Diminuir a ingestão, ou interromper a utilização se tais sintomas se tornarem incômodos ou não sumirem com utilização continuada de suplemento.

Além disso, a ribose ainda conta com algumas contraindicações. A ribose, quando ingerida em excesso, acaba sendo expelida do organismo. Porém, ela é um carboidrato. Por isso, pessoas com diabetes, por exemplo, devem evitar a sua ingestão. Além disso, há casos onde o consumo de ribose pode ocasionar dores abdominais e náuseas. Nestes casos, é importante suspender imediatamente o uso e só voltar a consumir com o acompanhamento de um médico.

Leia também => Os melhores suplementos para ganhar massa muscular

Ribose engorda?

Em termos gerais, a ribose é um açúcar. Desta maneira, sim, em quantidades exageradas, ela engorda. Porém, se você usar as doses recomendadas, de no máximo 10 gramas por dia, não há grandes riscos.

Por mais que ela seja um açúcar, 10 gramas por dia, não vão te engordar. Porém, se o contexto geral não for adequado e você não tiver uma dieta balanceada, ela apenas irá otimizar o efeito dos demais alimentos.

De modo geral, a ribose é um suplemento muito importante para quem pratica musculação, desde que usada com inteligência e nos momentos certos. Por isso, sempre tenha o acompanhamento de um bom profissional para te auxiliar! Bons treinos!

Referências:
Dátillo, M. Suplementação de ribose e seu potencial efeito ergogênico no rendimento físico. http://www.efdeportes.com/ Revista Digital – Buenos Aires, 2007.
Tullson PC, Terjung RL. Adenine nucleotide synthesis in exercising and endurance-trained skeletal muscle. Am J Physiol 1991.

Um comentário

  1. tomo a ribose alguns anos ela é excelente recupera muito pós treino tira dor cansaço não fico sem após exercícios intensos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!