Página Inicial » Emagrecimento » Sibutramina: O que é, como tomar, efeitos, preços e onde comprar

Sibutramina: O que é, como tomar, efeitos, preços e onde comprar

Não tome a Sibutramina sem antes ler esse artigo! Saiba todas as informações sobre esse medicamento utilizado para emagrecer.

Vale fazer praticamente tudo em busca do corpo perfeito. Boa parte das pessoas desejam perder peso para ficar com as curvas sem dias. Elas querem ter músculos torneados e uma barriga de tanquinho em poucos dias. Toda essa pressa para conseguir atingir o objetivo tão desejado acaba levando alguns a tomar decisões nada sábias.

Os medicamentes têm sido utilizados de maneira indiscriminada por aqueles que desejam perder peso de forma rápida sem se importar com a saúde. Um deles que está sendo bastante utilizado para que quer perder gordura é a sibutramina. A sibutramina é uma substância muito utilizada em pacientes com obesidade mórbida que não conseguem perder uma quantidade de peso significativa mesmo fazendo exercícios físicos de forma regular ou mantendo uma dieta. Esse remédio se enquadra entre os inibidores de apetite.

sibutraminaO que é Sibutramina

Logo quando foi concebido, sua primeira destinação foi como antidepressivo. A sibutramina (muito conhecida como Reductil) age no hipotálamo cerebral, o qual também controla a fome no indivíduo. Ele tem como um dos mecanismos de ação o bloqueio da recaptação da serotonina, porém teve melhor atuação na diminuição do apetite, principalmente por passar uma sensação de saciedade com menor consumo de alimentos.

Após os médicos descobrirem essa função, eles passaram a usar o medicamento somente para tal propósito. Porém, nem todos os seus efeitos, principalmente os efeitos colaterais, foram claramente investigados, o que causa uma insegurança na população consumidora e nos médicos que prescrevem o remédio.

Hoje em dia, a sibutramina passou para a lista de psicotrópicos anorexígenos, com tarja preta e receita azul numerada. No Brasil é possível encontra o medicamente em duas quantidades: de 10 e 15 mg. Segundo portaria da ANVISA é proibida a ingestão de mais de 15 mg por dia. Como se pode imaginar, a sibutramina só pode ser comprada em farmácias com a apresentação da receita médica, que fica retida nas drogarias e que tem prazo de validade de 60 dias.

Mecanismo de ação

A sibutramina consegue agir na perda de peso de duas maneiras: reduzindo a vontade de comer e diminuindo o gasto energético que costuma estar presente durante a perda de peso. Isso evita que o corpo sinta a necessidade de mais alimentos para suprir a fonte de calorias. O cloridrato monoidratado presente na sibutramina atua bloqueando a recaptação de norepinefrina, dopamina e serotonina. Todos eles são neurotransmissores intimamente relacionados com a sensação de prazer e bem-estar.

Leia também: Fluoxetina emagrece? Saiba mais sobre suas indicações e efeitos colaterais

Efeitos Colaterais da Sibutramina

Não há muitos estudos sobre os efeitos colaterais desse medicamento, até mesmo por ser de origem recente. Ele foi desenvolvido no final da década de 80 e estava sendo comercializado nos Estados Unidos e Alemanha desde então. A venda no Brasil é permitida apesar de a ANVISA (A partir desta quinta-feira 04/08/2016, a Anvisa suspendeu a comercialização de sibutramina) ter recebido notificações de 37 acidentes cardiovasculares apenas em 2009. Os sintomas e sinais de arritmia cardíaca e elevação da pressão arterial já constam na bula como reações adversas.

Apesar de vários estudos confirmarem a relação de hipertensão arterial com o uso da sibutramina, há estudos que contrariam essa afirmação. Uma pesquisa realizada pela UNIFESP selecionou 109 pacientes com problemas de hipertensão arterial submetendo-os a uma dieta de 1200 calorias para as mulheres e 1500 para os homens. Para uma parte foi dado placebo e para outra, sibutramina de 10 mg durante 6 meses. Não foram identificadas oscilações relevantes na pressão arterial dos participantes.

São muitos os efeitos colaterais que o remédio causa, entre eles:

  • muito apetite;
  • insônia;
  • tontura;
  • náuseas;
  • dor de cabeça;
  • dores musculares e nas articulações;
  • cólicas menstruais fortes;
  • boca seca;
  • prisão de ventre;
  • modificações no apetite sexual;
  •  lombalgia;
  • sudorese;
  • alterações visuais.

Os efeitos colaterais menos comuns, e que devem ser levados ao conhecimento do médico logo que se iniciarem, são:

  • alterações de humor e mentais;
  • arritmia cardíaca;
  • problemas ao urinar;
  • dor no peito;
  • visão turva;
  • edema, entre outros.

Leia também: Sertralina – Todas as informações sobre esse medicamento

Já houve um único caso da sibutramina desencadear um quadro psicótico num jovem de 30 anos que estava fazendo o tratamento com a medicação e obtendo sucesso.

Vários países proibiram ou restringiram o uso desse medicamento, principalmente pelo desconhecimento dos efeitos colaterais que ele causa em seus usuários. Na Europa, assim como no Canadá e na Austrália, o medicamento foi proibido, não podendo ser comercializado para nenhum fim. Nos Estados Unidos somente pacientes com obesidade mórbida poderão utilizar a Sibutramina, mesmo assim os usuários devem ser alertados dos riscos de se consumir tal remédio.

Termo de responsabilidade para tomar a Sibutramina

No Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, ensaiou a proibição do medicamento, porém ele continua sendo vendido (está proibida a venda de sibutramina) já que muitos médicos acreditam que a proibição só estimularia a venda ilegal do medicamento. Contudo, existem várias restrições que devem ser relatadas aos consumidores e aos médicos. Para que o paciente compre o medicamento, é necessário que o mesmo assine um termo de responsabilidade, além de apresentar a receita médica.

Por mais restrita que seja a venda do remédio, ainda existe o comércio ilegal, em que é possível comprar o medicamento pela internet sem mostrar a receita médica ou assinar o termo de responsabilidade. Assim, pessoas que não necessitam realmente do medicamento fazem uso do mesmo somente pensando no âmbito estético, prejudicando, desta forma, a saúde. Farmácias que venderem tal medicamento sem prescrição médica e sem a assinatura do termo de responsabilidade poderão receber multas de R$ 2 mil até R$ 1,5 milhão. 

Dosagem mais utilizada

Como já dito, a ANVISA delimitou o uso de apenas 15 mg por dia, mas não é por isso que você vai tomar essa quantidade todos os dias. Você pode precisar de uma dosagem muito menor que essa, isso se você estiver realmente precisando. Esse é o tipo de medicamento que não se deve tomar sem a prescrição médica em nenhuma hipótese. Normalmente, o tratamento se inicia com uma dose de 10 mg e vai subindo ou diminuindo até que o médico encontre uma quantidade que seja satisfatória para o seu organismo.

Quem deve tomar?

A sibutramina é indicada para pacientes que sofrem com a obesidade mórbida. A primeira tentativa para reduzir o peso é sempre através de exercícios físicos e dieta. Se, por acaso, isso não der certo, aí o tratamento parte para a parte medicamentosa com a sibutramina. Os pacientes devem ter IMC igual ou maior que 30 kg/m2 ou igual ou acima de 27 kg/m2 sempre associado a algum fator de risco como, por exemplo, a hipertensão arterial.

É muito importante não tomar esse remédio sem orientação médica, pois ele pode desencadear alguma doença. Além disso, é preciso saber a hora certa de interromper a medicação para não causar uma superdosagem. Por exemplo, se a perda de peso foi apenas 5% em 3 meses de tratamento é porque a medicação não é adequada para você e será necessário modificá-la.

Contra-indicações da Sibutramina

Há vários casos em que a sibutramina não deve ser indicada. O mais óbvio é para o grupo de risco com crianças, gestantes, idosos e lactantes. Outros riscos devem ser investigados durante a avaliação clínica pelo histórico do paciente. São eles:

  • Hipertireoidismo;
  • Doenças psiquiátricas;
  • Abuso de álcool ou substâncias psicoativas;
  • Histórico de doenças coronarianas;
  • Síndrome de Tourette.

Para que o efeito do medicamento seja 100% eficaz é necessário que o paciente não somente faça o consumo correto do mesmo, mas, também, realize dietas restritivas e exercícios físicos, todos sob a supervisão de médicos e profissionais do esporte. Se não houver uma reeducação alimentar durante o tratamento da obesidade sob a administração da Sibutramina, o paciente corre o risco de engordar novamente logo após o término. Quando o paciente estiver utilizando o medicamento, é importante ressaltar que o consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado, pois é um remédio de ação neurológica.

No caso de não ocorrer o efeito esperado do medicamento em até quatro semanas, a administração dele deve ser suspenso. Se ocorrer qualquer efeito colateral, deve-se comunicar ao médico para ver a necessidade de modificar o tratamento ou suspender o uso do medicamento.

Leia também: Xenical (Orlistate) – Remédio para emagrecer – Indicação e efeitos colaterais

Preço e onde comprar a Sibutramina

Em uma rápida pesquisa na internet, encontramos diversos resultados quanto ao preço da Sibutramina de alguns laboratórios como pode ser visto abaixo:

biomag 15 mg cap gel x 10 ache cloridrato de sibutramina 11,45
biomag 10mg cap bl x 10 ache cloridrato de sibutramina 10,31
biomag 15mg c/ 30caps ache cloridrato de sibutramina 34,36
cloridrato de sibutramina 15mg c/ 10caps sandoz cloridrato de sibutramina 22,88
cloridrato de sibutramina 15mg c/ 30caps genericos germed cloridrato de sibutramina 40,66
cloridrato de sibutramina 15mg c/ 30caps nova quimica cloridrato de sibutramina 49,94
cloridrato de sibutramina 10mg c/ 30caps biosintetica cloridrato de sibutramina 50,17

Para quem deseja comprar a sibutramina online: “Por determinação da Portaria 344/98 da Anvisa, este medicamento não pode ser comercializado via internet ou telefone”. 

No vídeo abaixo um relato do antes e depois falando se a Sibutramina emagrece mesmo:

Nos do Treino Mestre fazemos questão de ressaltar que esse artigo é meramente informativo e não fazemos apologia ao uso de nenhum tipo de medicamento e deixamos bem claro que quem deve receitar e administrar esse medicamento é um profissional da saúde.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (82 votos, média: 3,90 de 5)

Loading...

Referências:
FARIA, Alessandra Nunes et al . Effects of Sibutramine on the Treatment of Obesity in Patients with Arterial Hypertension. Arq. Bras. Cardiol.,  São Paulo ,  v. 78, n. 2, Feb.  2002 .   Available from Scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0066-782X2002000200006&lng=en&nrm=iso>. access on  31  Maio.  2016.  Dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2002000200006.
VIDOTTI, Carlos Cezar Flores; HOEFLER, Rogério e SILVA, Emília Vitória da. Riscos do uso da sibutramina. Conselho Federal de Farmácia. Centro Brasileiro de Informação sobre Medicamentos. Nota técnica nº 01/2010.

Sobre Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte.

262 Comentários

  1. Sibutramina ela causa enfisema pulmonar

  2. Eu perdi 7kg em um mês e quero saber se pode tomar só só mais 1 caixa pq eu não preciso perder muito, apenas mais 6 e estou com medo de emagrecer muito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arnold D 160

arnold D 160

Curta-nos no Facebook!