Página Inicial » Dietas e Nutrição » Sal – Problemas ao organismo e como substituí-lo

Sal – Problemas ao organismo e como substituí-lo

O sal não prejudica só a definição muscular através da retenção de líquidos, mas também a saúde, veja algumas alternativas de alimentos e temperos para diminuir o sódio em sua dieta.

como substituir o sal na comidaEntre os alimentos encontrados na natureza e que possuem mais estudos acerca de seus problemas, o Sal é um dos que encabeça a fila. Sendo um dos temperos mais utilizados no mundo todo, o Sal foi descoberto, inicialmente, como esterilizador, tendo grande poder sanitário. Ele foi adicionado aos alimentos por não deixar proliferar bactérias, sendo utilizado em uma época que a geladeira ainda não era utensílio comum.

Entretanto, como ele caiu no gosto popular, o uso exagerado do tempero começou a preocupar a sociedade médica. Entre os vários problemas que ele causa, a principal preocupação é em relação à hipertensão. Ele é extraído, principalmente, do mar. Contudo, vários alimentos possuem naturalmente sal em sua composição, assim como o leite, que tem uma pequena quantidade de sódio.

Como o sal prejudica a saúde

O problema, real, do alimento sal, é em relação ao sódio. Ele é criado a partir da associação de dois compostos, o cloro e o sódio, tendo seu nome Cloreto de Sódio. No composto sal, o sódio equivale a 40% de todo o alimento. Entretanto, alguns alimentos adicionam mais ou menos sódio à sua composição.

Quando o sal entra no corpo, ele modifica o volume de fluidos corporais. Quando você consome muito sódio, normalmente, ocorre um processo osmótico, em que o líquido que estava dentro das células sai para equilibrar o teor de sal do lado de fora, ou vice versa, em que o sal entra nas células, para equilibrar a quantidade de água no interior.

Porém, isso não é de todo ruim. Uma quantidade mínima de cloreto de sódio é necessária dentro do corpo. Essa quantidade é importante para regular as passagens de substâncias na membrana celular e, como disse no final do parágrafo anterior, produzir o processo osmótico, de dentro para fora da célula, ou de fora para dentro, participando ativamente da bomba de sódio e potássio. Esta realiza a modificação de concentração nas células, em que, para sair compostos das células, o sódio atravessa a membrana, entrando na célula; e para retirar compostos, o potássio faz o processo inverso.

Os impulsos nervosos também dependem de uma quantidade mínima de sal no organismo. Assim como a osmose, a partir da bomba sódio e potássio, é importante nas células de todo o corpo, nos neurônios, para ocorrer o impulso nervoso, o sódio é imprescindível. Ele, juntamente com o potássio, mantém diferenças nas cargas elétricas, deixando a célula polarizada. Quando um estímulo chega ao neurônio, o sódio atravessa a membrana, indo ao interior celular, e o potássio sai, despolarizando a célula. Dessa forma ocorre a transmissão de impulsos, de um neurônio para o outro, e das terminações nervosas para os neurônios.

Tudo isso pode ser feito com uma mínima ingestão do cloreto de sódio. A quantidade necessária para que o corpo mantenha suas funções é bem menor do que estamos consumindo atualmente. E, como falado anteriormente, quando mais sal existir no corpo, mais as células perderão água para o ambiente onde elas estão. Quando existe uma quantidade exagerada de sal no organismo, mais que o necessário, as células perdem mais água para o meio, assim como o corpo retém mais líquido advindo dos alimentos.

A água no corpo desempenha várias funções, como filtrar o sangue pelos rins. Mas com uma concentração muito alta de sal, uma quantia essencial de água não chega aos rins, não filtrando corretamente o sangue e atrapalhando o funcionamento desse órgão.

A retenção de água e o inchaço são problemas comuns atualmente. Assim como a hipertensão, que é promovida pela alta pressão arterial, através da diminuição dos vasos sanguíneos e aumento do volume de sangue. Com a retenção de água devido ao sal, este pode ser armazenado entre as células. Todos os tipos de tecido podem reter o composto, assim como no caso das células das paredes das artérias. Com o aumento de líquido no organismo, o volume de sangue que passa pelas artérias aumenta, assim como a diminuição da elasticidade das artérias, com o armazenamento do sal entre as células. Esta situação é uma das causadoras da pressão arterial.

Alimentos com grande quantidade sódio que devem ser evitados

  • Salgadinhos;
  • Temperos prontos e os caldos de galinha, carne, etc;
  • Alimentos prontos congelados como lasanha, nuggets de frango, hambúrguer de carne, frango a passarinho e ai por diante;
  • Produtos enlatados (retirar a água da embalagem e lavar os alimentos diminui bastante a quantidade de sódio);
  • Molhos de ketchup e mostarda;
  • Sopas industrializadas  e macarrões instantâneos;
  • Alimentos processados como bacon, presunto, salame, picles e salsicha também são campeões em sódio, evite-os.

Alimentos que podem substituir o sal

temperos alternativos para o salPara evitar os problemas relatados acima, evita-se o uso em demasia do cloreto de sódio. É possível temperar os alimentos com alternativas, como pimenta, salsinha etc. Existe, também, sal dietético, em que é diminuta a quantidade de sódio. Vamos conhecer alguns alimentos alternativos que servem como tempero e podem, muito bem, substituir o uso excessivo de cloreto de sódio.

  • Cebola, muito utilizada para temperar carnes, diminui a pressão arterial e tem efeito antibiótico;
  • Sálvia, com efeito antiinflamatório;
  • O Alho é uma excelente alternativa, além dos diversos benefícios a saúde como diminuição da pressão arterial, redução dos níveis de açúcar, antioxidante, atividade imunológica e previne o aparecimento do câncer;
  • Alecrim, orégano e manjericão são aconselhados para proteger o coração;
  • Folhas de louro para o feijão evitam o uso excessivo de sal no alimento mais consumido no país;
  • A pimenta já conhecida como alimento funcional, fornece vitaminas A, E e C, zinco e o potássio com grande propriedade antioxidante, além de ser um alimento termogênico auxiliando no emagrecimento. Conheça a relação de alimentos termogênicos.

Sempre recorra ao médico e ao nutricionista na dúvida sobre sua saúde e sua alimentação. Esses dois profissionais poderão aconselhar e mostrar o melhor caminho para manter sua vida saudável.  

Sobre Raquel Torres Costa Bressan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!