Página Inicial » Saúde » Sais minerais: Suas funções, tipos, deficiências e fontes nos alimentos

Sais minerais: Suas funções, tipos, deficiências e fontes nos alimentos

Saiba a importância que os sais minerais tem para nossa saúde, as funções de cada elemento, deficiências e fontes nos alimentos.

Sais minerais alimentos

Nosso corpo precisa de várias substâncias para manter as suas funções. Dentre elas temos as orgânicas como os lipídeos, vitaminas, carboidratos, proteínas, ácidos nucleicos e das inorgânicas que são os sais minerais e a água que possui estrutura molecular muito mais simples que as primeiras. Eles são essenciais para que o organismo tenha um metabolismo eficiente.

Os sais minerais podem ser encontrado em praticamente todos os alimentos como verduras, frutas, leite, frutos do mar, legumes e tantos outros. Abaixo veja a função de cada um dentro do nosso corpo e descubra porque ter eles na dieta é tão importante.

 Funções dos principais sais minerais em nosso organismo

– Sódio
Esse mineral é muito importante quando o assunto é transmissão nervosa. Junto com o potássio eles desenvolvem um ambiente eficaz para favorecer a formação do potencial de ação, imprescindível para que ocorra a passagem de informação através dos nervos até chegar ao seu destino final.

Também participa de forma direta da contração muscular (incluindo os batimentos cardíacos) e também do equilíbrio de líquidos dentro do corpo interferindo diretamente na pressão arterial. Os maratonistas devem ficar de olho na reposição de sódio a fim de evitar a hiponatremia.

Hiponatremia ou deficiência de sódio
O que se observa aqui é uma concentração de sódio muito pequena em relação à quantidade de líquidos que temos no nosso corpo. É muito mais comum que ocorra em idosos, mas também pode se desenvolver em pessoas que possuem doença hepática ou renal, insuficiência cardíaca ou câncer.

– Flúor
Esse mineral e o cálcio possuem uma relação muito íntima. De nada adianta você ingerir toneladas de alimentos com cálcio se não há flúor suficiente para pegar esse cálcio e depositar nos ossos. Essa é a principal função do flúor no corpo humano.

Sabe quando o dentista passa flúor nos seus dentes para que eles fiquem mais fortes? A ideia é a mesma: fazer com que haja um grande depósito de cálcio neles. É encontrado em abundância na água potável que é colocado lá através do processo chamado de fluoretação.

Deficiência de flúor
Por consequência, não é difícil de imaginar que a deficiência de flúor pode causar cáries, perda dos dentes pela fraqueza deles e também problemas nos ossos em geral. Não é só a pasta de dente e a água que contém esse mineral. Eles também podem ser encontrados no fígado bovino e ensopados feitos de peixe.

– Fósforo
Também trabalha para formar os dentes e os ossos. Além dessa função, ele também é essencial para o bom funcionamento do sistema muscular e nervoso. O fósforo aliado ao cálcio e a vitamina D são poderosos contra o raquitismo, doença que ataca, principalmente, as crianças.

Esse mineral é especial para quem pratica exercícios físicos porque ele é indispensável para a produção de energia. Alguém se lembra aqui da molécula de ATP? A adenosina trifosfato precisa do elemento fósforo para se formar e conseguir participar de todo aquele ciclo de produção de energia.

Para consumir cálcio na dieta é preciso investir em alimentos como porco, frango, repolho e carnes.

Deficiência de fósforo
É muito difícil que um indivíduo passe por uma deficiência de ATP em condições normais, ou seja, sem nenhuma patologia associada. Apenas com a alimentação é possível suprir a quantidade que o corpo necessidade. Porém, espasmos musculares, fraqueza e fadiga muscular ou problemas renais podem aparecer pela falta desse mineral no corpo.

– Magnésio

Outro mineral indispensável para a dieta de qualquer praticante de exercícios, principalmente aqueles de alta resistência. O magnésio participa da contração muscular, do metabolismo energético e da formação dos ossos. Como se pode ver, são partes do corpo essenciais para o movimento.

Leia também: A importância do magnésio para o organismo

Deficiência de magnésio
Quando ingerimos menos magnésio que o necessário, perdemos força e também a nossa capacidade aeróbica. Com isso qualquer exercício físico fica comprometido e nos sentimos cansados com facilidade. Já foi identificado que os corredores, após correr uma maratona, perdem uma considerável quantidade de magnésio através da transpiração.

– Zinco
Outro sal mineral muito importante para manter o nosso metabolismo em ordem. O zinco estimula o trabalho de mais de 100 tipos de enzimas (um tipo de proteína que aceleram a reação química e ajudam a quebrar nutrientes para que sejam utilizados pelo corpo).

Além disso, também trabalham para que o corpo consiga absorver de forma rápida as proteínas e os ácidos nucleicos, melhora o sistema imune, interfere em como sentimos o sabor dos alimentos e também no cheiro deles. Também ajuda na cicatrização de feridas e na síntese de DNA.

É preciso ter cuidado porque consumir muito zinco reduz a absorção de ferro e cobre pelo nosso organismo. Você pode encontrar esse mineral em vários alimentos como ostras, aves, carnes vermelhas, pescados, favas, nozes e mariscos.

Leia também: Zinco – Seus benefícios para saúde e fontes alimentares desse mineral

Deficiência de zinco
Já ouviram falar que a ostra é afrodisíaca? E isso está 100% correto por causa da quantidade de zinco que ela possui. Esse mineral, quando em baixa quantidade, é prejudicial para a produção dos hormônios masculinos. Além disso, quem tem predisposição para desenvolver o diabetes deve tomar cuidado com a falta de zinco na dieta.

– Potássio

Aqui também fica fácil lembrar da bomba de sódio e potássio. Esse mineral trabalha em conjunto com o sódio para manter o equilíbrio osmótico do corpo. Enquanto que o sódio retém líquidos, o potássio ajuda a eliminá-los através da urina. Por isso que alguns medicamentos para controlar a hipertensão arterial são fabricados a partir dessa substância.

Ele também participa da contração muscular, agindo no momento do relaxamento e liberando cálcio para fora da célula. Assim como o sódio, ele também participa da propagação de impulsos nervosos, que vão do Sistema Nervoso Central até os nervos periféricos.

Leia também: Potássio: Para que serve, benefícios e fontes nos alimentos

Deficiência ou hipocalemia
O baixo teor de potássio no nosso organismo pode provocar a Hipertensão Arterial, que pode levar a problemas graves como o AVC e o infarto do coração. A falta de potássio pode causar fadiga e fraqueza muscular, disritmias cardíacas e até paralisia muscular incluindo órgãos importantes como o pulmão e o coração.

Para não desenvolver a hipocalemia insira na sua dieta alimentos como abacate, banana, damasco, pêssego, cereja, ameixa, beterraba e couve-flor que são ricos nesse mineral.

– Ferro
O ferro é um dos sais minerais mais falados. Todos, ou pelo menos, a maioria, sabem que a falta desse mineral causa a anemia, muito comum em pessoas que não possuem uma boa alimentação. Os alimentos nos quais podemos encontrar boa parte de ferro disponível para o consumo é na carne vermelha (que possui maior e melhor absorção pelo organismo) e nos peixes.

O ferro é um ingrediente essencial para a produção da hemoglobina, célula de cor avermelhada que dá a coloração do sangue e que transporta oxigênio para todo o nosso corpo.

Deficiência de ferro
Quando os níveis de ferro no sangue estão insatisfatórios é possível que o indivíduo esteja num quadro chamado de Anemia Ferropriva. Ela causa cansaço constante, apatia, desânimo, falta de apetite, dificuldade de se manter concentrado, perda repentina de memória, taquicardia, entre outros problemas de saúde.

Outros minerais

Sabemos que além desses que foram citados acima, o nosso corpo precisa de outros sais minerais como o cromo, o boro, o cobre, o manganês, o enxofre, o silício, o vanádio, o molibdênio e o cloreto. Estes não foram citados por serem necessários em quantidades muito pequenas, o que já é encontrado numa alimentação normal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!