Página Inicial » Emagrecimento » Quais esportes queimam mais calorias?

Quais esportes queimam mais calorias?

O gasto calórico de um determinado esporte, é um dos fatores que atraem as pessoas. Saiba agora quais esportes queimam mais calorias!

Quais esportes queimam mais calorias?

Queima calórica é um tema recorrente e de grande pesquisa por parte das pessoas em geral. Não é para menos, quem está visando emagrecer, precisa se preocupar em gastar mais calorias do que ingere.

Se gastar mais calorias, não precisa de dietas tão malucas. Desta maneira, potencializar o gasto calórico é muito importante. Para isso, há esportes variados, com solicitações diversas e principalmente, que vão trazer um resultado interessante para cada perfil.

Porém, gasto calórico é muito mais complexo do que a grande maioria das pessoas imagina ser. Ele não se restringe a uma tabela, onde cada esporte é “classificado”. Gasto calórico está ligado a diferentes fatores e individualidades.

Por isso, antes de falarmos diretamente sobre os esportes que mais queimam calorias, é importante entender alguns pontos!

Esportes que mais gastam calorias…. Entendendo as razões!

Quando falamos em gasto calórico, parece para muitas pessoas, que estamos lidando com algo pronto, linear. Infelizmente não é assim. Gasto calórico está ligada a nossa capacidade de gerar energia. Desta maneira, a efetividade de diversos processos bioenergéticos, devem ser levados em conta.

Por exemplo, uma pessoa bem treinada, com boa coordenação motora, terá mais resultados em determinados esportes, do que um iniciante. Desta maneira, há muitos pontos que precisam ser entendidos.

Todos os esportes que serão apresentados na sequência, têm suas peculiaridades. Eles não podem ser feitos por qualquer um, de qualquer jeito. Caso contrário, o resultado pode ser desastroso.

É preciso entender que o gasto calórico será influenciado por uma série de fatores, como intensidade, nível de condicionamento físico, coordenação motora e outros. Ou você acha que uma pelada no final de semana, entre seus amigos, irá ter o mesmo gasto calórico do quem um Real Madrid x Barcelona?

Logicamente que não. O mesmo acontece com os outros esportes. Por isso, para selecionar os esportes que queimam mais calorias, tive que pensar em um contexto mais geral. Individualidades, destoam muito o resultado.

Por isso, esta é uma abordagem mais ampla, que não leva em conta determinados fatores individuais!

10 esportes que mais queima calorias

1- Squash

O squash não é conhecido por muitas pessoas. Ele ainda é um esporte desconhecido da grande população. Porém, devido a suas movimentações rápidas e alta intensidade, acaba sendo um esporte com um elevado gasto calórico. Uma das vantagens do squash, é que ele é praticado em duplas. Desta maneira, você apenas precisa encontrar um parceiro (a) para te auxiliar na prática.

A dinâmica do jogo é bem simples. Por envolver movimentos amplos e muita movimentação, o gasto calórico do squash é bastante elevado. Estima-se que o squash gaste de 700 a 800 calorias por hora de prática. Em cidades maiores, há academias e clubes que oferecem o squash. Caso contrário, ele pode ser praticado de forma adaptada.

O squash nem é conhecido por muitas pessoas. Ele ainda é um esporte desconhecido da grande população. Porém, devido a suas movimentações rápidas e alta intensidade, acaba sendo um esporte com um elevado gasto calórico.

Uma das vantagens do squash, é que ele é praticado em duplas. Desta maneira, você apenas precisa encontrar um parceiro (a) para te auxiliar na prática.

Pessoas com problemas em tornozelos, joelhos ou ombros, devem tomar alguns cuidados com o squash, pois ele pode vir a agravar as lesões. Além disso, para sua prática sistemática, é interessante pensar em fazer um fortalecimento, justamente para a prevenção de lesões.

Em termos de gastos calóricos, tudo depende da intensidade com que você corre, bem como do terreno. Afinal, correr na grama, em um terreno plano, terá um gasto calórico muito menor do que correr em ladeira ou então, na areia fofa. Por isso, para pensar em termos de gasto calórico, devemos levar isso em conta.

2- Corrida

A corrida é um excelente esporte para quem busca um gasto energético mais elevado, mas não dispõe de uma estrutura especifica para a prática de um esporte. Para o corredor, ele precisa apenas de um bom tênis e espaço. Para pessoas que viajam, por exemplo, este é um esporte altamente indicado, pois não há necessidade de uma estrutura gigantesca.

A corrida é um excelente esporte para quem busca um gasto energético mais elevado, mas não dispõe de uma estrutura especifica para a prática de um esporte. Para o corredor, ele precisa apenas de um bom tênis e espaço. Para pessoas que viajam, por exemplo, este é um esporte altamente indicado, pois não há necessidade de uma estrutura gigantesca.

No caso da corrida temos como principal marcador de intensidade, a velocidade. Quanto maior ela for, maior será o gasto calórico. Por isso, temos que analisar todo este contexto.

Além disso, no caso da corrida temos como principal marcador de intensidade, a velocidade. Quanto maior ela for, maior será o gasto calórico. Por isso, temos que analisar todo este contexto.

Por isso, o ideal é fazer um treino de base, que dará suporte para sua prática!

3- Basquete

Em média, o basquete gasta de 500 a 800 calorias por hora de prática. Porém, como já citei acima, tudo depende da intensidade e de sua habilidade em jogar. Um iniciante, com movimentos descoordenados e sem controle de bola ou das ações, terá um gasto calórico muito menor do que alguém com mais habilidade. Além disso, o basquete tem uma grande sobrecarga sobre os tornozelos, sendo sempre indicado o fortalecimento muscular para evitar lesões.

O treinamento funcional, que usa movimentos variados, do dia a dia, para impor um estimulo de fortalecimento específico, bem como da melhora da função cardiorrespiratória, é uma excelente alternativa.

4- Treinamento funcional

Apesar de não ser um esporte propriamente dito, o treinamento funcional não poderia estar de fora. Um dos fatores de incluir o treinamento funcional neste segmento, é que com as devidas adaptações, ele é altamente aplicável para todo tipo de caso. Infelizmente, a maioria dos esportes, não permite isso.

Apesar de não ser um esporte propriamente dito, o treinamento funcional não poderia estar de fora. Um dos fatores de incluir o treinamento funcional neste segmento, é que com as devidas adaptações, ele é altamente aplicável para todo tipo de caso. Infelizmente, a maioria dos esportes, não permite isso.

5- Lutas em geral

Lutas em geral, são excelentes alternativas para ter um elevado gasto calórico. Numa mistura de potência com geração de força, além de movimentação constante. Isso faz das lutas em geral, esportes com elevado gasto calórico.

Hoje, sem sombra de dúvidas, as duas modalidades que mais crescem são o Muay Thai e o Jiu Jitsu. Esse crescimento, em partes, sustentado pelo crescimento das artes marciais mistas (MMA).

Em termos de gasto calórico, o Muay Thai tem em média, de 350 a 700 calorias por aula, dependendo da intensidade dos treinos. Já o Jiu Jitsu, pode chegar a 800 calorias por aula. A grande vantagem das lutas, em termos de gasto calórico, é seu aspecto lúdico. Porém, como todos os esportes citados aqui, elas necessitam de um correto fortalecimento muscular, para que possamos evitar lesões.

6- Vôlei de areia

O vôlei de areia também é um esporte com elevado gasto calórico. As razões para isso são os deslocamentos em piso que oferece uma resistência maior, saltos e movimentação de todos os membros de forma constante.

Mas o vôlei de quadra não é eficiente para isso? Sim, claro que é. A questão é que em termos de gasto calórico, o fato do vôlei de areia ser em dupla e em um piso instável, faz com que ele queime ainda mais calorias.

É importante porém, entender que mesmo sendo na areia, o vôlei pode ser de alto impacto. Por isso, pessoas com sobrepeso ou que tenham problemas articulares, devem tomar cuidado com esta prática.

Em média, uma hora de vôlei de areia, gasta entre 500 e 800 calorias, podendo variar, por exemplo, se a areia for mais fofa ou mais firme.

7- Futebol – futsal

O futebol, praticado na grama, ou o futsal, em quadra, são esportes de elevado gasto calórico. Assim como acontece com o basquete, o contexto geral dele é aeróbico, mas com solicitações anaeróbicas constantes. Desta maneira, os estímulos que o futebol ou futsal impõe, são altamente intensos e elevam consideravelmente o gasto calórico.

Dentro destas modalidades, temos determinadas especificidades. Como o futsal ocorre em um espaço menor, ele tende a ter uma movimentação mais curta, exigindo mais da questão de potência. No futebol de campo, os estímulos são um pouco mais longos. Uma hora jogando futebol, pode gastar de 600 a 800 calorias.

8- Ciclismo

O ciclismo é um esporte muito interessante, principalmente pelo fato de ele ter menos impacto do que a corrida. Porém, em intensidades mais baixas, seu gasto calórico também tende a ser menor. Porém, com a correta adaptação do ciclismo, bem como com a escolha do terreno certo, é possível ter um gasto calórico considerável.

Em um percurso que tenha morros e que a velocidade seja mantida de maneira constante, o ciclismo pode gastar de 500 a 700 calorias por hora.

9- Natação

A natação, bem como o ciclismo, é muito interessante pelo fato de trazer menos impacto articular. Por isso, ela é bastante indicada para pessoas que tenham alguns problemas articulares, mas que não sejam comprometidos com os movimentos de nadar.

Em termos de gasto calórico, em uma intensidade mais alta, a natação pode queimar de 500 a 600 calorias por hora. Sempre salientando que a técnica que você nada, também influencia, bem como o estilo.

10- Musculação

A musculação é uma prática fundamental para aumentar o gasto calórico. Por ser altamente intensa e permitir uma grande variedade de movimentos, ela é muito indicada para o emagrecimento. Muitas pessoas não gostam de utilizá-la em seu dia a dia. Porém, ela é de vital importância, mesmo que você opte por algum dos esportes acima citados. Ela promove o fortalecimento muscular, que vai dar mais sustentação as articulações e com isso, prevenir lesões.

Por isso, mesmo que você pratique outros exercícios, é importante ter na musculação, uma forma de otimizar o gasto calórico. No geral, a musculação pode queimar até 700 calorias por hora.

Mesmo que você faça apenas duas vezes por semana (e pelo menos mais dois dias com outra atividade), é importante ter a musculação em sua rotina. Ela irá dar a base para seu desenvolvimento físico e mais segurança na prática dos esportes.

Leia também => 7 Exercícios que mais emagrecem

O gasto calórico apresentado em cada um dos esportes, é uma estimativa bem geral. Além disso, é importante pensar no gasto calórico total, levando em conta a energia que o corpo gasta na recuperação.

Por exemplo, a musculação pode gastar menos calorias na sessão propriamente dita, mas tem um gasto calórico mais elevado, por que ela impõe mais microlesões teciduais aos músculos.

Por isso, todo este contexto deve ser analisado com calma e com o acompanhamento de um bom profissional. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!