Página Inicial » Dietas e Nutrição » Proteína do arroz: Seus benefícios no ganho de massa muscular

Proteína do arroz: Seus benefícios no ganho de massa muscular

O suplemento da proteína isolada do arroz tem sido uma ótima aliada para veganos e pessoas com intolerância ao glúten e a lactose. Uma excelente fonte de aminoácidos e que auxilia no ganho de massa muscular.

Proteína integral isolada do arroz -  Benefícios rice protein

O mercado dos suplementos alimentares não para de crescer. Os atletas, em especial os que praticam exercícios intensos como a musculação sempre estão buscando uma forma de melhorar o desempenho e ganhar mais massa muscular. Um novo produto que está chegando no mercado brasileiro aos poucos e ganhando espaço é a proteína do arroz integral. Ela é ideal para os vegetarianos, celíacos e intolerantes à lactose.

Para que serve a proteína do arroz?

Assim como outras proteínas, a proteína do arroz integral serve para aumentar a massa muscular recuperando as fibras que foram lesionadas durante o treino intenso de musculação. Ela também é uma excelente opção para aqueles que precisam de doses extras de proteínas na alimentação como, por exemplo, aqueles que possui algum tipo de doença genética e não conseguem absorver dos alimentos a quantidade de proteína necessária para uma vida saudável.

Composição de aminoácidos

Qualquer proteína é composta por aminoácidos. Existem, basicamente, dois tipos de aminoácidos: os que nós seres humanos produzimos que são chamados de não essenciais e os que não produzimos que são os essenciais. Estes, devem ser adicionados ao nosso organismo através de uma dieta balanceada para que não haja um deficit desse nutriente tão importante para a saúde.

Leia também: Os melhores suplementos para ganhar massa muscular

A proteína do arroz contém diversos aminoácidos essenciais: triptofano (em menor quantidade), isoleucina, leucina (principalmente), lisina, metionina, tirosina, cisteína, fenilalanina, valina, histidina e treonina. Ou seja, pode-se perceber que a proteína isolada do arroz possui elevado valor biológico conseguindo oferecer uma boa quantidade de aminoácidos por dose.

É importante dar destaque à leucina, um aminoácido que age de maneira direta na regeneração das fibras musculares, agindo de maneira mais específica que outros aminoácidos essenciais. A proteína do arroz integral contém cerca de 3,8 gramas de leucina em uma porção de 48 g de suplemento enquanto que a proteína do leite chega a 5,5 g com a mesma dose. Mas, um estudo descrito abaixo, demonstrou que essa diferença não é muito significativa quando se trata de ganho de massa muscular.

Quais os seus benefícios da proteína de arroz integral?

Bom, os benefícios dessa proteína está tanto na sua composição de aminoácidos quanto no fato dela não conter glúten ou lactose. Aqueles que, mesmo não sendo vegetarianos, não podem consumir o whey protein por causa da presença de lactose e glúten podem fazer a substituição desse suplemento pela proteína integral do arroz.

Quanto à hipertrofia, os efeitos da proteína do arroz integral são surpreendentes quando comparado ao whey protein. Um estudo publicado em junho de 2013 no Nutrition Jornaul faz uma comparação entre esses dois suplementos. Fizeram parte da pesquisa 24 homens de idade universitária, saudáveis e que praticavam treino de resistência. Eles foram divididos em 2 grupos, sendo que 1 teria que consumir apenas a proteína do arroz e o outro a proteína do soro do leite na quantidade de 48 g diárias no pós treino de cada suplemento. O estudo se deu durante 8 semanas e as doses eram ingeridas imediatamente após o treino.

Durante esse tempo também houve uma modificação na alimentação dos dois grupos sendo que a composição era de 25% de proteína, 25% de gordura e 50% de carboidratos. O grupo que consumou a proteína do arroz teve um aumento de 2,5 kg de massa magra enquanto que o outro grupo aumentou 3,2 kg em músculos. Uma diferença não muito significativa, mostrando que a proteína do arroz pode ser uma excelente substituta da proteína do soro do leite (whey protein).

Como tomar e melhor horário

Enquanto que a proteína do leite oferece uma restrição na hora do consumo (não ingerir com leite), a proteína do arroz integral não apresenta nenhuma restrição. Você pode misturar em sucos, água, leite, shakes e em qualquer outro alimento.

O ideal é ingeri-la logo após o treino, assim como o whey protein e você também pode tomar em outros horários, como no lanche da tarde, por exemplo, ou antes de dormir. Na hora de comprar a sua proteína dê preferência às naturais, ou seja, livre de conservantes e corantes para evitar o acúmulo de toxinas no corpo. Como ela pode ser misturada livremente a outros alimentos você nem sentirá o sabor dela que não é ruim.

Proteína isolada x proteína hidrolisada

Assim como vemos no whey protein, a proteína de arroz integral também pode ser encontrada em suas versões isolada e hidrolisada. A diferença é basicamente a mesma encontrada em outros suplementos: enquanto a isolada possui apenas a proteína, a hidrolisada possui outros compostos como carboidratos, porém ela é absorvida mais rapidamente porque já vem “quebrada” em cadeias menores.

Sobre Calila Galvao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!