Página Inicial » Saúde » Óleo de linhaça: Aliado do coração ainda ajuda aliviar os sintomas da TPM

Óleo de linhaça: Aliado do coração ainda ajuda aliviar os sintomas da TPM

O óleo de linhaça ajuda a prevenir a osteoporose, doenças cardiovasculares e ainda alivia os sintomas da menopausa e TPM. Conheça agora todos os seus benefícios.

óleo de linhaça

A linhaça se tornou um alimento bastante comum. As pessoas começaram a se alimentar melhor e a perceber o poder que os alimentos têm de melhorar a saúde e ajudar em tudo nas nossas vidas. Normalmente, a linhaça, é mais consumida na forma de farinha e misturada a alimentos como iogurtes, frutas, vitaminas, sopas e outros.

Como consegue oferecer diversos benefícios à saúde, a linhaça já é considerada um alimento funcional. Ela consegue agir não apenas na prevenção de doenças como também no tratamento delas. Porém, o que realmente vem chamando a atenção nessa semente é o seu poder de emagrecimento. E não é apenas a semente que tem esse privilégio. O que pouca gente sabe é que o óleo de linhaça, além de oferecer todos esses benefícios, também melhora a aparência dos cabelos e da pele.

A linhaça

Quem já vasculhou as prateleiras de lojas e produtos naturais e supermercados, deve ter notado que existem 2 tipos de linhaça: a marrom e a dourada. As duas conseguem oferecer, basicamente, os mesmos benefícios, porém, esta, tem maior teor de gordura boa quando comparada àquela.

Semente x Farinha x Óleo

O mercado, cada vez mais, mostra várias opções de um único alimento. Você começa a se perguntar qual é a melhor, qual deve comprar, entre várias outras opções. Para saber escolher da forma certa é preciso ter mais informação como a que vamos te dar agora:

Semente de linhaça: a casca da semente tem muita fibra. Em uma colher de sopa a semente de linhaça consegue oferecer 4 g de fibra. Esse tipo de fibra consegue ajudar na prevenção do câncer de cólon, aumenta a saciedade e com isso, reduz a compulsão alimentar. Na semente, é possível também encontrar as gorduras poli-insaturadas como o ômega 3 e 6 e que são extremamente benéficos para a saúde. Eles consegue reduzir as taxas do colesterol ruim, o grande causador da hipertensão arterial. O problema é que nós não produzimos a enzima necessária para quebrar a casca da semente e, apenas a mastigação, não é o suficiente.

Leia também: Semente de linhaça: a mais nova aliada da dieta

Farinha da linhaça: para esse problema da semente, eis aqui uma solução. Para conseguir melhor absorção das propriedades da semente, que tal transformá-la em farinha? O nosso corpo consegue absorver as substâncias de forma muito mais rápida. O problema aqui é que depois do processo de trituração, alguns nutrientes acabam se perdendo. Caso, ainda assim, a sua escolha seja pela farinha, prefira as que tem a palavra “estabilizada” na embalagem.

Óleo de linhaça: o grande benefício do óleo é a quantidade de gorduras poli-insaturadas presente nele, porém, neste caso, as fibras não estão presentes assim como outros benefícios. As sementes são formadas por 39% de óleo, que é extraído através da prensagem a frio o que garante a preservação da forma saudável que o óleo apresenta.

Os benefícios do óleo de linhaça

Rico em gorduras boas
Como você acabou de ver, o óleo de linhaça tem uma boa porção de ácidos graxos poli-insaturados que são o ômega 3 e o ômega 6. A taxa desses óleos deve apresentar uma relação ótima que é de 1:4. Na linhaça, temos uma relação muito próxima disso, de 1:3.
Como o nosso próprio organismo não é capaz de fabricar esse tipo de gordura, é preciso consumi-lo na dieta. O ômega 3 é muito importante para a nossa saúde pois tem ação anti-inflamatória e está presente em 55% do óleo de linhaça.

Trabalha na prevenção
Já foi dito no início desse texto que o óleo de linhaça é um alimento funcional e, portanto, ele ajuda a melhorar a saúde como um todo, fortalecendo o nosso sistema imune para que fique cada vez mais resistente a doenças. Alguns estudos já estão realizando pesquisas sobre o poder que esse óleo possui na prevenção de cânceres como o de pulmão e o de mama. Ele também é benéfico para:

  • osteoporose;
  • sintomas da menopausa;
  • acne;
  • saúde dos cabelos;
  • TPM;
  • doenças articulares;
  • lúpus;
  • diabetes (pois ajuda a prevenir elevadas taxas de açúcar no sangue);
  • obesidade;

Ele também consegue atuar na prevenção de doenças cardiovasculares. O grande causador da Hipertensão Arterial é o acúmulo de gordura ruim, o LDL, nas paredes dos vasos, formando placas chamadas de ateromas. Elas são duras e podem fechar completamente a passagem do sangue causando hipóxia, ou seja, falta de oxigênio, em alguma parte do nosso corpo, que, na maioria das vezes, acontece no coração ou cérebro, partes muito irrigadas. O colesterol saudável presente no óleo de linhaça, o HDL, reduz os níveis de LDL e com isso diminui as chances de um infarto do miocárdio ou um AVC.

Leia também: Chia, Quinoa ou Linhaça, qual a diferença? Qual o melhor para emagrecer?

Melhora o funcionamento do intestino
Apesar do óleo de linhaça não conter as fibras presentes na farinha e nas sementes, ele consegue emulsificar o bolo fecal ajudando-o a passar pelo intestino de forma muito mais fácil. Assim, o óleo de linhaça consegue agir no tratamento da constipação intestinal, popularmente conhecida como prisão de ventre.

Pele mais bonita
O óleo de linhaça possui uma substância muito conhecida, os antioxidantes. Esses nutrientes são essenciais para combater os radicais livres que ajudam a desenvolver cânceres e também envelhecem a célula. Desta forma, o óleo é muito bem-vindo e deixa a pele mais jovem.

Óleo de linhaça emagrece?

Algumas pessoas podem achar bastante estranho um óleo ajudar na perda de peso. Isso porque a mídia já colocou na nossa cabeça que gorduras não são bons alimentos, mas nosso corpo precisa delas, pelo menos das boas, que é o que este óleo oferece.

O acúmulo de gordura, ou seja, o nosso tecido adiposo causa inflamação. Isso aumenta o volume da região, principalmente abdominal, por conta da formação de edema. Por ter ação anti-inflamatória, o óleo de linhaça ajuda a combater a formação desse edema.

Além disso ele ainda traz duas outras propriedades importantes para quem quer perder peso ou mesmo sem manter em forma. A gordura presente nesse óleo demora para ser digerida, oferecendo saciedade por mais tempo e também consegue acelerar o metabolismo.

Mas ainda assim, ele não consegue ter tanto poder de emagrecimento como alguns podem pensar. E, para realmente gerar resultados, é necessário aliar exercícios físicos e alimentação saudável. Para quem quer perder peso, o melhor mesmo é apostar nas sementes já que são ricas em fibras dietéticas.

Leia também: Óleo de cártamo: origem, como tomar e benefícios para quem quer emagrecer

Como consumir o óleo de linhaça

O óleo pode ser facilmente encontrado de duas formas: em forma de cápsulas ou como óleo natural, como o óleo de cozinha, por exemplo. Desta forma, ele é facilmente utilizado em saladas e também pode ser colocado no seu próprio prato nas principais refeições.

O ideal é consumi-lo na sua temperatura ambiente já que, quando aquecido demasiadamente, como em frituras, por exemplo, a estrutura química do ômega 3 e 6 se desfaz dando origem a uma gordura comum e que prejudica a saúde.

Se você optar por consumir na forma de cápsulas, consulte um profissional primeiro. Quantidades inadequadas podem resultar em excesso de peso e até mesmo acúmulo de gordura caso seja ingerido de maneira demasiada.

Sobre Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!