Página Inicial » Dietas e Nutrição » Óleo de Girassol – Conheça todos os seus benefícios

Óleo de Girassol – Conheça todos os seus benefícios

Rico em vitaminas D e E, o óleo de girassol é uma ótima opção para uso na culinária por ser mais saudável  e ainda traz benefícios para pele.

Óleo de girassol

Óleo de girassol se resume óleo não volátil com extração de sementes de espécie Helianthus annuus, girassol comum. O girassol surgiu do continente europeu e foi apresentado na América no século XVI.

O mesmo se desenvolve de forma anual, e o próprio plantio oferece enorme adaptação de território. De modo notório popular pela utilização em culinária, o óleo de girassol ainda gera vários benefícios à vida saudável. Trata-se de óleo muito popular, encontrado na maior parte das casas do Brasil, sendo ainda, de custo baixo.

Tipos de Óleo de Girassol

É possível afirmar que há 2 tipos de óleo de girassol, sendo o refinado e o não refinado. O refinado tem obtenção através da extração química, usando solventes, e também é neutralizado e “branqueado”, com objetivo de se transformar mais estável em temperaturas altas utilizadas na culinária.

Tais processos são capazes de modificar o sabor e cor do óleo, amarelo pálido, e promovem perda de determinados nutrientes. Já o óleo de girassol não refinado tem obtenção por meio do processo popular como “prensagem a frio”, sendo extração mecânica a baixas temperaturas.

Esta forma de extração é capaz de manter os próprios nutrientes intactos, assim como o sabor e cor de originalidade, âmbar, porém não transforma o óleo resistente para calor.

Leia também: Óleo de cártamo: origem, como tomar e benefícios para quem quer emagrecer

Propriedades e benefícios do Óleo de Girassol

Os benefícios do óleo de girassol em relação à pele seguem do tratamento de enfermidades para atenção com hidratação. O uso deste óleo freqüentemente se caracteriza forma natural e incrível para que a pele seja mantida hidratada. A utilização medicinal se resume secular. E pode ser passado de forma segura, inclusive para proteção da pele dos recém-nascidos.

De cheiro delicado e coloração clara, o óleo de girassol é considerado leve. As suas propriedades se caracterizam de maior concentração na situação de as sementes serem prensadas a frio para própria extração.

Assim, é fundamental uso do orgânico. Trata-se de uma das opções mais saudáveis a preparar alimentos, sendo livre das gorduras saturadas e com impressionante teor dos ácidos graxos ômega 6.

Rico em vitaminas D e E

É muito rico na vitamina E, com vantagem no trato à pele em comparação com manteiga de karité e óleo de amêndoas. Utilizado de forma regular, auxilia para prevenção de danos em células da pele por causa da luz ultravioleta, UVA.

E ainda faz prevenção da composição das cicatrizes, suaviza aspecto das rugas já presentes, e no todo, é capaz de melhorar a saúde e aspecto da pele. As próprias qualidades de protetor natural também são decorrentes de vitaminas D, C, e A apresentadas.

Óleo de girassol para pele

As pesquisas fizeram demonstração que tal perfil permite o óleo de girassol ser utilizado para proteção da pele de recém-nascidos prematuros, em que a pele apresenta maior susceptibilidade para infecções.

Apresenta carotenóides e ceras que oferecem proteção extra, com enorme eficácia às pessoas que procuram combate contra acne. Nesta situação, deve ser utilizado para limpeza do rosto diariamente. Embeber uma bola de algodão, e aplicar pelo rosto inteiro anteriormente a passar hidratante de hábito.

No entanto, também pode ser utilizado de hidratante. Com tal foco, produz resultados superiores em combinação com óleo de semente de mamona. Misturar quantidades iguais dos dois, e aplicar todos os dias, no rosto, corpo.

A receita caseira de grandes resultados para conquistar suavidade da pele se caracteriza em aplicação do óleo de girassol pelo corpo inteiro, em último momento do banho.

E permanecer a receber vapor de água quente durante em torno de 3 minutos, com massagem suave. Então, permanecer em torno de 1 minuto sob água fria. Não enxugar o corpo usando toalha, deixar secar naturalmente.

Em relação aos tratamentos caseiros, é possível ser utilizado de modo tópico para curar psoríase, irritações alérgicas, eczema. Massagear acima da área afetada, e repetir de 2 a 3 vezes diariamente até atingir resultados de necessidade.

Óleo de semente de girassol para eliminar gordura abdominal

Este alimento é rico em poderoso óleo, e auxilia a perder até 3 kg pela semana. A semente de girassol auxilia o organismo para queima da gordura e perda de até 3 kg pela semana. O item pode ter consumo de várias maneiras, in natura, óleo puro, cápsula ou como farinha.

Porém, independentemente da maneira, o determinante está no momento em que é ingerida, pois entre mais fatores, as suas propriedades geram saciedade. O óleo da semente de girassol ainda se resume rico no ômega 9, gordura saudável ao organismo.

Desta maneira, é capaz de prevenir o colesterol ruim pelo sangue, e evitar acumular gordura na área da barriga. A semente é rica em fibras, sendo capaz de transformar a digestão em mais lenta. Isto diminui o desejo por se alimentar entre refeições. E, quando alcançam o intestino, as fibras do girassol se prendem em açúcares e gorduras.

Assim, as mesmas “varrem” tais substâncias ao exterior do corpo e o funcionamento do intestino é melhorado. Mais um benefício do item se caracteriza aumento da produção do hormônio serotonina no organismo. O mesmo oferece sensação do bem-estar, com aumento da energia e combatendo desânimo.

A sugestão do consumo é de 30 g do girassol diariamente. Selecionar entre consumir 15 g anteriormente ao almoço e 15 g anteriormente ao jantar, ou tomar em uma dose apenas, porém sempre anteriormente à refeição principal.

Efeitos Colaterais

Em relação aos efeitos colaterais da utilização do óleo de girassol, os indivíduos que já apresentam sensibilidade para cravos, margaridas, crisântemos, ambrósia, e mais membros da família Asteraceae/Compositae podem ainda apresentar alergia ao óleo de girassol.  Os diabéticos devem evitar sua ingestão exageradamente, já que o óleo de girassol parece elevar taxas de açúcar em corrente sanguínea.

Óleo de girassol pode auxiliar no combate da dor de dente

Para comprovação dos benefícios do óleo de girassol, Dr. F. Karach disponibilizou terapia com base em utilização deste óleo particular. Dentre os benefícios com atribuição a ele, se encontram cura das dores de cabeça, complicações intestinais, renais e cardíacas, bronquite, e da dor de dente.

A indicação é realizar bochechos com 1 colher de sopa do óleo por 15 a 20 minutos de manhã, no jejum. O líquido eliminado deve se apresentar branco semelhante ao leite. Se ainda se apresentar amarelo, trata-se de sinal que o bochecho foi muito rápido.

Leia também:
+ Conheça os benefícios do consumo de Óleo de Coco extra virgem
+ Óleo de prímula – Para que serve, benefícios e efeitos colaterais

Para limpeza da boca, fazer bochecho usando água. Para terminar, escovar os dentes de modo normal. Para que o processo de cura seja acelerado, tal método deve ter repetição 3 vezes diariamente, anteriormente às refeições, de estômago vazio.

No entanto, mesmo o óleo de girassol sendo rico na vitamina E e ômega 6, apresentando ação antioxidante e os ácidos graxos essenciais, não há unanimidade entre os nutricionistas para acrescentar no cardápio dos pacientes.

Em relação às dores de dente, o cravo é recomendado, utilizado como analgésico tópico. E mesmo o cravo se resume paliativo, já que a dor de dente normalmente se caracteriza cárie ou lesão, assim não existe solução senão se dirigir ao dentista. Se a complicação for determinada ferida ou lesão, é possível que o óleo auxilie para reconstruir tal mucosa.

Dicas de Consumo

Não há definição da dose de segurança para ingestão humana do óleo de girassol. A recomendação é utilizar o mesmo de forma moderada, então é válida a atenção à quantidade. O adequado é balancear quantidades do ômega 6 e ômega 3 consumidas. A boa fonte do ômega 6 é o óleo de girassol. E o ômega 3 é bastante notado em sementes de chia e linhaça.

Para suavização da pele, a dica é experimentar usar o mesmo na hora do banho. Na situação da pele em contato com vapor da água quente, passar o óleo pelo corpo inteiro de modo cuidadoso, com massagem, por em torno de 3 minutos. Logo depois, permanecer em torno de 1 minuto debaixo da água fria. Terminado o banho, deixar o corpo secando sozinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!