Página Inicial » Estética » Melhores tratamentos e dicas para cuidar da pele oleosa

Melhores tratamentos e dicas para cuidar da pele oleosa

Nesse artigo vamos destacar dicas importantes que vão desde a alimentação até os tipos de tratamentos mais recomendados para quem possui a pele oleosa.

A beleza está sempre em alta principalmente quando o assunto é a pele do rosto, afinal é o próprio cartão de apresentação tanto das mulheres como dos homens, por isso a preocupação sempre é constante em todas as fases da vida.

Qual é o tipo de pele que mais preocupa?

Cada tipo de pele tem os prós e os contras, algumas são mais fáceis de lidar, outras não, o mais importante é sempre usar os produtos adequados ao tipo da pele, por exemplo no caso de uma pela seca nunca devem ser aplicados cremes máscaras, e até maquiagens que sejam indicadas para pele oleosa ou vice-versa.

Tratamentos para pele oleosa
Créditos: Dollarphotoclub

Uma atitude como essa, as vezes pode trazer danos visíveis a pele, e necessitará da ajuda de um profissional como um dermatologista, as vezes com tratamentos caros, e tudo porque não foram usados os cremes específicos para o tipo de pele.

A pele oleosa, requer tratamento especial?

Para manter a pele bonita com aparência saudável no caso da pele oleosa, além de usar cremes específicos para o controle da oleosidade, a limpeza é fundamental já que o brilho excessivo durante o dia é visível demais, e quando a pele está com maquiagens no caso das mulheres, o aspecto princialmente ao redor dos olhos é igual a um “panda”.

Essa oleosidade se concentra no rosto na chamada zona T, que compreende a testa, o nariz e o queixo, são nessas zonas e devido a essa oleosidade extrema que surgem os cravos e espinhas, por isso, todo cuidado como a retirada da oleosidade do rosto, é necessário no combate a esses vilões da beleza, até mesmo com um simples lenço de papel sem esfregar.

A pele oleosa começa a se manifestar na puberdade, acometendo adolescentes com muitas espinhas e alguns cravos, tornando os jovens as vezes reprimidos pela vergonha do rosto, e muitas vezes infelizmente algumas pessoas carregam esse incômodo para a maturidade.

Por que a pele oleosa é mais problemática?

Entre as várias causas prováveis, um dos fatores que pode interferir no excesso de oleosidade na pele pode ser o hormonal, mas, esse não é único fator que agrava os problemas, o uso de produtos não apropriados como falamos, pode deixar a pela mais oleosa ainda, e com isso os poros abertos.

Outros causadores do excesso de oleosidade podem ser as pílulas anticoncepcionais, os próprios cosméticos não apropriados para peles oleosas, e não podemos esquecer de fatores como mudança climática, estresse, e uma provável vilã a má alimentação, principalmente pela ingestão de frituras, pimentas, chocolates, gorduras, bebidas, e até catchup.

Como tratar a pele oleosa

A primeira atitude é procurar um dermatologista afim de descobrir o que pode estar causando esse problema, assim, poderá determinar qual será o tratamento adequado, indicar o procedimento para a manutenção diária, e se haverá necessidade de indicar algum medicamento via oral.

A limpeza no rosto, é fundamental que seja feita no mínimo duas vezes ao dia, ao levantar e antes de deitar, sempre com água fria, a água quente estimula as glândulas sebáceas, é importante salientar que também o excesso de limpeza com adstringentes ou, com produtos a base de álcool, também podem prejudicar a pele oleosa podendo ficar com aspecto repuxado e incômodo.

Para quem tem a pele oleosa e está acostumado a lavar os rosto com sabonetes, o mais indicado é a base de ácido salicílico e enxofre, mas, cuidado, use somente quando tiver orientação médica, sabonetes neutros também podem ser usados desde que tenham ação antisséptica e antibactericida.

O dermatologista poderá prescrever o uso de um hidratante especial que além de hidratar, também diminui a oleosidade, assim, a pele não ficará com aquele aspecto brilhante e nem repuxado.

Todos os produtos indicados para a pele oleosa não devem ter álcool na fórmula, e sim ácidos, vitaminas e zinco, assim, como os produtos que removem a maquiagem e tônicos para equilibrar o PH da pele, estes produtos precisam ter ação calmante, além de diminuir os poros.

Protetor solar para pele oleosa

Enganam-se as pessoas que tem a pele oleosa e por isso, acham não haver necessidade do uso diário de um protetor solar, até mesmo por crerem que isso aumentaria a oleosidade. A verdade é que o protetor solar deve ser usado diariamente pelas pessoas, mesmo com a pele oleosa, a única diferença é de usar somente o tipo oil-free (isento de óleo), nesse caso peça a indicação para o dermatologista.

De qualquer forma há sempre o jeito correto de proceder a limpeza na pele, principalmente na oleosa, os passos seriam limpar, hidratar e proteger assim, poderá haver o controle da acne e da oleosidade excessiva.

Leia também: Peeling facial – Saiba como funciona e quais as indicações

Pode usar maquiagem na pele oleosa?
Pode sim, desde que os produtos sejam livres de óleo, devem ser específicos para a pele oleosa, não pode ser nem para a pele mista, porque fará toda a diferença. E aplica-se a toda maquiagem usada como pó compacto, blush, sombra e até mesmo o demaquilante.

Nos casos específicos de sombra e do blush, use somente em pó, descarte de vez os tipos cremosos. Um truque para reduzir ao máximo a oleosidade da pele debaixo da maquiagem, é usar como finalizador os matificantes para disfarçar o brilho.

Lembre-se que a pele deverá ser limpa, e toda a maquiagem retirada antes de deitar com um demaquilante específico, e dormir com a maquiagem mesmo numa única noite, poderá liberar não só mais oleosidade, como também acnes, devido a obstrução dos poros.

O que é acne e por que aparece só na pele oleosa?
A acne é uma doença que ocorre na cútis devido a inflamação das glândulas sebáceas, e que proporciona o aparecimento de cravos e espinhas, já que a pele está com os poros dilatados sem respirar, devido ao acúmulo de gordura na superfície.

O problema é comum nos jovens e em parte da população adulta que procura soluções nos consultórios dos dermatologistas, e para iniciar o tratamento é preciso saber qual tipo de acne a pessoa tem, já que existem 3 tipos a comedoniana, o pápulo-pustulosa e o nódulo cística. Por isso, é essencial procurar um dermatologista para indicar o melhor tratamento.

De qualquer maneira para reduzir a oleosidade da pele, a limpeza deve ser feita no rosto e pescoço diariamente, sempre com produtos específicos, é errado pensar que quanto mais limpar o rosto, ficará menos oleoso, pelo contrário o excesso de limpeza pode criar o efeito chamado de rebote, isso quer dizer que a oleosidade volta e bem pior.

O ideal é limpar, tonificar e hidratar a pele, e por último finalizar com o filtro solar, só assim, a oleosidade poderá ser controlada.

Dicas de Ouro
Um segredo para minimizar a oleosidade e a acne é tomar muita água, evitar gorduras e o açucar, prefira alimentos que tenham cálcio, fósforo, magnésio, as vitaminas A e B2 que são responsáveis no controle da oleosidade, a vitamina C antioxidante e anti-inflamatória, e a B6 que controla o metabolismo hormonal, essas substâncias em conjunto beneficiam a saúde e a qualidade da pele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!