Página Inicial » Emagrecimento » L-carnitina: Para que serve, efeitos colaterais, como tomar, preço e onde comprar

L-carnitina: Para que serve, efeitos colaterais, como tomar, preço e onde comprar

Todas as informações sobre a L-Carnitina. Para que serve, quais seus efeitos colaterais, benefícios no emagrecimento, melhores marcas e qual sua média de preço.

L-Carnitina - Para que serve, efeitos colaterais e emagrece

Pouco conhecida ainda, a L-carnitina é um ótimo suplemento para atletas, fisiculturistas e também para aquelas pessoas que desejam apenas complementar a alimentação com nutrientes saudáveis. Ela proporciona uma série de benefícios para o organismo. Conheça um pouco mais sobre este nutriente, fonte de energia.

O que é L-carnitina

A L-carnitina é uma substância natural, produzida pelo fígado e rins, e armazenada nos músculos. Sua principal função é ajudar o corpo a transformar gordura em energia. na prática, é ela quem realiza o transporte dos derivados da gordura para dentro das mitocôndria, onde eles serão oxidados e transformados em energia. Ela é sintetizada através de dois aminoácidos essenciais: a lisina e a metionina, com a ação conjunta da niacina, vitamina B6, vitamina C e ferro.

Fontes naturais e suplementos
A L-carnitina é encontrada em alimentos, como a proteína animal, e na forma de cápsulas ou composição líquida.

A carne vermelha, principalmente a de carneiro (78mg a cada 100g de carne), é uma das principais fontes naturais desse nutriente. Alguns produtos à base de leite, determinadas espécies de peixes e vegetais, como aspargos, também apresentam a L-carnitina em sua composição.

Quando o nutriente encontrado na alimentação não é suficiente, pode-se optar por suplementos específicos de L-carnitina. No mercado está disponível nas versões líquida, em cápsulas e em fórmulas compostas por uma mistura do nutriente com chá verde ou CLA – outros ingredientes ativos de emagrecimento que também contribuem para o aumento e acentuação da perda de gordura acumulada.

Carência de L-carnitina
Mesmo com o organismo produzindo este nutriente e dele ser obtido pela alimentação, em muitos casos há uma carência de L-carnitina. Por não comerem carne, os vegetarianos precisam de quantidades maiores da substância. Há também outros estados de deficiência como, por exemplo, o exercício físico extenuante, a obesidade, a gravidez, a infertilidade masculina, crianças em fase de crescimento.

Algumas doenças também contribuem para diminuir os níveis de L-carnitina no organismo, como doenças cardiovasculares, gordura no sangue, cirrose, hipotireoidismo, entre outras.  

Para que serve

Você irá encontrar a L-Carnitina presente em várias composições de suplementos termogênicos e emagrecedores. Isso se deve a sua forma de ação no organismo, que tem participação fundamental no metabolismo das gorduras, fazendo o transporte dos ácidos graxos para as mitocôndrias, essas que por sua vez, são as principais responsáveis por gerar energia.
Resumindo de forma clara essa parte, a L-Carnitina faz com que a gordura, além do carboidrato em excesso, acabem sendo utilizadas como fonte de energia, consequentemente, promovendo a perda de gordura e emagrecimento.

Outro motivo da procura por esse emagrecedor, é que ele promove um estimulo secundário na produção de energia também, relacionado as nossas reservas de glicogênio muscular, resultando em um aumento da resistência muscular durante as sessões de treino de força (musculação).

A L-Carnitina também apresentou resultado promissores na elevação da produção de No2 (óxido nítrico), como explicado nesse artigo, o gás No2 promove o aumento de fluxo sanguíneo através da vasodilatação. Esse aumento será responsável por maior oxigenação do sangue e envio de nutrientes para as células musculares, acarretando na regeneração das fibras depois dos treinos, resultando com isso, o ganho de massa muscular.

Abaixo vamos então destacar para que serve a L-carnitina e quais os benefícios que pode proporcionar.

Leia também: Tudo Sobre o Lipo 6 e Lipo 6 Black – O que é, efeitos e como tomar

Benefícios da L-carnitina

Quando utilizada por atletas, contribui para o aumenta o rendimento físico, tem efeito estimulante, proporciona a queima de gordura, e ajuda no fortalecimento do sistema imunológico. Atua também no desenvolvimento das faculdades mentais e auxilia a baixar os níveis de colesterol e triglicerídeos.

Se aliada a uma alimentação saudável e equilibrada, esse nutriente pode ajudar em diversos aspectos:

  • Ter mais energia, pelo fato da gordura ser mais energética que os carboidratos e proteínas;
  • Ganho de massa muscular;
  • Maior resistência cardiovascular devido à eficácia energética das gorduras. Quando o corpo aprende a queimar a gordura, ele terá uma fonte quase inesgotável para esforços de longa duração;
  • Ação antioxidante combatendo os radicais livre, prevenindo o envelhecimento precoce e fortalecendo o sistema imunológico;
  • Ossos mais fortes, pois ajuda a promover o aumento da osteocalcina, indicador positivo para a inibição da perda de massa óssea.
  • Grande aliada do cérebro, já que é capaz de estimular as funções cerebrais e ainda protegê-lo dos danos causados pelo envelhecimento.

L-Carnitina emagrece mesmo?

A carnitina consegue gerar maior quantidade de energia para os músculos e assim melhorar o desempenho nos treinos. Essa energia é retirada das células de gordura. Com a ajuda desse nutriente a células adiposas de cadeia longa são oxidadas e só assim conseguem atravessar a membrana e chegar na mitocôndria (organela vital para a produção de energia celular), onde finalmente, serão metabolizadas e transformadas em energia para ser consumida pelos músculos e pelo coração.

Apesar de ser uma proteína não essencial, sem a suplementação não ocorre a queima de gordura já que é necessária muita carnitina para oxidar o tecido adiposo. Quando não há uma quantidade suficiente dessa substância, as células de gordura não conseguem entrar nas mitocôndrias e acabam retornando para o organismo na forma de triglicerídeos, aumentando a pressão sanguínea.

Mas é preciso ficar atento. Segundo estudos realizados em 2003, a suplementação de carnitina não mostrou nenhum efeito relacionado à oxidação de gorduras durante o repouso. Praticamente, 70% dos ácidos graxos que foram liberados voltaram na forma de triglicerídeos, ou seja, não foram oxidados.

Assim, a carnitina só apresenta seus reais efeitos durante o processo de atividade física já que é nesse momento que o nosso corpo mais precisa de energia.

Um estudos realizado por Pistone e cols. avaliou os efeitos da suplementação de 2 g de carnitina por dia atuando em conjunto com atividades físicas em idosos durante 30 dias. O resultado foi que a massa gorda declinou em 3,1 kg enquanto que a massa magra aumento em 2,1 kg.

Em contrapartida, um outro estudo, usando suplementação de carnitina de 3 g por dia durante 4 semanas mostrou que o nutriente não teve efeito algum sobre a oxidação da gordura durante os exercícios físicos. 

Efeitos colaterais da Carnitina

  • Não se sabe ainda ao certo quais são os exatos efeitos colaterais da carnitina. Já houve relatos de náusea, vômitos, cólica abdominal e diarreia.

Outros efeitos bem menos frequentes também foram descritos:

  • convulsões e fraqueza nos músculos, mas isso só acontece em indivíduos que já possuem um histórico desses sintomas;
  • Além disso, a suplementação desse nutriente pode ser altamente prejudicial para quem tem hipertensão arterial;
  • Pesquisas já relataram que, o ácido graxo (gordura) pode não ser oxidado e transformado em energia, assim, retorna para o organismo na forma de triglicerídeos.

Leia também: Termogênicos – o que são, benefícios, efeitos colaterais e como tomar

Como tomar a L-carnitina

Se o intuito é emagrecer e aumentar a imunidade, o recomendado é iniciar com 500mg do suplemento por dia. Após um período de adaptação, a dose de L-carnitina poder chegar a até 2 gramas por dia, próximo da quantidade diária máxima recomendada, que é de 3 gramas por dia.

A L-carnitina deve ser ingerida de estômago vazio, pela manhã, antes de tomar o café. Não deve ser consumida antes de dormir, pois possui efeito estimulante e pode causar insônia.

Melhores marcas, preços e onde comprar

A venda da L-Carnitina é liberada no Brasil pela Anvisa e existem duas versões desse emagrecedor que pode ser encontrado a venda em lojas de suplementos alimentares e produtos naturais: A L-Carnitine em cápsulas e A L-Carnitina liquida.

  •  Para quem pretende comprar, as melhores marcas nacionais são: L-Carnitina da Probiótica < artigo com uma análise completa sobre o produto, vale a leitura.
  •  L-Carn da IntegralMédica, tem média de preço R$126,00 a embalagem com 120 cápsulas.
  • Outra marca importada muito conceituada é a L-Carnitina da Optimum. A embalagem com 60 tabletes tem média de preço de R$125,00.

Foram pesquisadas em 4 e-commerce para chegarmos a essa média de preço.

L-Carnitina e Acetil L-Carnitina, existem diferenças?

Outro suplemento que pode ser encontrado a venda por ai é o acetil L-Carnitina (ou Acetyl L-Carnitine). Essa substância possui o mesmo composto da L-Carnitina, sendo apenas a versão processada da L-Carnitina e que possui uma maior facilidade para transpor a barreira hematoencefálica (barreira cerebral). Sendo um precursor de acetilcolina, sua utilização é indicada como um tipo de ativador ou estimulador neuronal.

Relatos

Utilize a área de comentários abaixo e ajude os próximos leitores com o seu relato, falando quais foram os resultados obtidos com a L-Carnitina. Se teve mesmo resultados satisfatórios ou não, algum efeito colateral, marca que utilizou e mais informações que achar relevante. Caso tenha gostado desse artigo, ajude a divulgá-lo compartilhando em suas redes sociais.

Grande abraço e ótimos treinos!

Referências:
COELHO, Christianne de Faria et al . A suplementação de L-carnitina não promove alterações na taxa metabólica de repouso e na utilização dos substratos energéticos em indivíduos ativos. Arq Bras Endocrinol Metab, São Paulo , v. 54, n. 1, p. 37-44, Feb. 2010 .Available from Scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302010000100007&lng=en&nrm=iso. access on 15 Sept. 2015. Dx.doi.org/10.1590/S0004-27302010000100007.

157 Comentários

  1. Oi gente, fiquei empolgado pra tomar a carnitina, sinto muita canseira nas pernas e desânimos.
    Alguém sabe me dizer se tem algum problema tomar quando se faz uso de medicamento pra anciedade?

  2. Boa tarde, estou querendo comprar o l carnitina, porém gostaria de saber se posso tomar junto com o kimera?

  3. Renilson Ferreira de lima

    Oi comparei hj vou vê si é bom depois deixo meu comentário

  4. comprei realmente ajuda na disposição.

  5. Posso tomar a L carnitina junto com o therma pro?

  6. Edilaine Nascimento dos Santos

    Olá, gostaria de saber se há restrição no uso da l-carnitina para quem amamenta?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *