Página Inicial » Gravidez » Grávidas – Musculação para gestantes

Grávidas – Musculação para gestantes

A Gravidez é um período que necessita de muitos cuidados, de uma alimentação correta e, principalmente, de exercícios físicos. Muitas mulheres se esquecem da saúde nessa época, pois acreditam que devem simplesmente alimentar o bebê em seus ventres, abusando. assim, da alimentação, comendo de tudo e de forma exagerada. A maioria das gestantes engordam muito nesse período e isso não somente faz mal para a nova mamãe, mas para o seu bebê também.

Uma grande preocupação das gestantes em relação a qualquer tipo de exercício físico é a ocorrência de problemas, como abortos, má formação, nascimentos prematuros etc. Entretanto, muitos estudos mostram que quando a grávida pratica exercícios regulares, moderados e sempre sob a supervisão do médico e de um profissional do esporte somente benefícios podem acontecer.

Os exercícios físicos em relação às gestantes são classificados em três tipos: atividades de baixo, médio ou alto risco, este último que são atividades desfavoráveis. O primeiro tipo de atividade, de baixo risco, é assim classificada por comportar riscos baixíssimos para a grávida e para seu bebê. Nesse grupo estão incluídos a caminhada, a hidroginástica, a bicicleta ergométrica, a natação, entre outras. A musculação está incluída no grupo de atividades de risco médio, assim como ginástica aeróbica, tênis, squash, entre outros. Este grupo de exercícios deve ser feito sempre sob orientação e supervisão de um médico.

Os exercícios de risco alto, contraindicados para as gestantes, são os esportes de contato físico, como lutas e esportes em equipe, como futebol, vôlei, além daqueles de forte impacto, como hipismo. Estes têm grande possibilidade de traumatizar e lesionar devido à quedas, as quais podem causar problemas para a gestação e, consequentemente, para a criança.

Os esportes de baixo e médio impacto podem e devem ser praticados. A musculação, quando direcionada pelo médico, principalmente quando a gestante já praticava anteriormente à gravidez, traz muitos benefícios à saúde da mulher e de seu filho (a).

Muitas mudanças fisiológicas e anatômicas ocorrem no corpo da mulher durante o período da gravidez. Portanto, a musculação entra como exercício para auxiliar a mulher a passar por essas mudanças, não somente na área física, mas, também, psicológica, tendo visto que as mudanças hormonais, que ocorrem no corpo, são as principais queixas das grávidas. O exercício físico libera várias substâncias responsáveis por proporcionar bem-estar, portanto colaboram para que a gestação seja menos traumática, para a mãe e para o bebê.

Leia também: 16 Sinais e Sintomas de gravidez

Benefícios da musculação para grávidas

Outros grandes benefícios proporcionados pela musculação são a melhoria da circulação do sangue, diminuindo os inchaços nos pés; diminuição da sobrecarga das articulações, causada pelo peso; diminuição de dores lombares e musculares; entre outros.

O profissional que fizer o acompanhamento da gestante deve ter em mãos os exames e recomendações que o médico/tenha feito sobre a prática de exercícios. É necessário que o médico tenha feito uma série de exames para ver se a gestante pode praticar musculação. Além disso, o profissional que acompanhará a prática deve fazer uma avaliação física completa para ver a atual situação da futura mamãe.

Algumas dicas que devem ser seguidas na hora dos exercícios com peso são: sempre fazer alongamentos, principalmente da área lombar e da musculatura interna das pernas e dos peitorais; deve-se evitar algumas posições, como de barriga para baixo, pois podem pressionar vasos sanguíneos e dar desconforto à gestante; as roupas e calçados devem ser adequados, não apertando a área abdominal; não praticar posições que provoquem muita força no abdômen; dê preferência a exercícios que fortaleçam músculos da pelve, diafragma e abdômen, pois estes serão muito utilizados no parto, portanto necessitam estar mais fortalecidos para ajudar à gestante nessa hora tão difícil; não praticar exercícios em excesso.

Sempre consulte o médico, caso ocorra algo fora do normal. Faça todos os exames e não deixe de praticar os exercícios, no mínimo três vezes por semana, com acompanhamento de um profissional. Cuide da alimentação e sempre se hidrate. A combinação de alimentação correta, hidratação e exercícios manterão a gestante e o bebê saudáveis durante todo o período de gestação.

Por Raquel Torres Costa Bressan
Redatora formada em Letras pela Universidade Federal de Viçosa.

Leia também

Ärtzin mit Schwangerer bei der Untersuchung

16 Sinais e Sintomas de gravidez

Não é apenas o atraso da menstruação que pode ser indicativo de gestação. Nesse artigo ...

One comment

  1. Oi gostaria de saber se mães que amamentam podem tomar quaisquer tipo de suplemento, durante a amamentação.?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 5 = 12

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>