Esteira, elíptico (transport) ou bicicleta: qual a melhor opção para queimar calorias?

Descubra qual a melhor opção para emagrecer entre esteira, elíptico (transport) ou bicicleta, veja também quantas calorias queimam em cada aparelho e muitas outras dicas.

O verão está batendo na porta já. É hora de começar a pensar em perder aqueles quilinhos acumulados durante o inverno. Porém, como saber a melhor forma de perder aquela reserva adquirida?

Existem várias maneiras de chegar ao verão com o corpo sequinho. Alimentar-se de maneira moderada e balanceada, beber muito líquido e fazer exercícios já é um bom começo para isso. O exercício físico é o principal aliado para perder as gordurinhas, pois é através dele que as reservas são convertidas em energia. Para conseguir perder aqueles quilos a mais é necessário gastar mais energia do que a quantia que se é consumida. Portanto, exercícios e alimentação moderada qualificam uma ótima maneira de emagrecer.

Alguns exercícios podem ser feitos em casa, sem a necessidade de ficar horas na academia ou correndo pelos arredores da cidade. Vários aparelhos, que muitos têm em casa, encostado e sem uso, auxiliam na perda de gordura.

Os principais aparelhos que são utilizados em casa são a esteira, o elíptico e a bicicleta. Vamos conhecer, a seguir, os benefícios, malefícios e qual é o melhor aparelho para queimar calorias e perder as tão indesejáveis gordurinhas.

Vamos começar falando da mais famosa entre os aparelhos que auxiliam na queima de calorias: a Esteira.

Esteira

Com a possibilidade de modificar o exercício, a esteira é um dos aparelhos que mais proporciona gasto energético. As opções são corrida ou caminhada, e podendo aumentar ou diminuir a dificuldade, somente administrando a inclinação do aparelho.

Para pessoas que querem melhorar o condicionamento físico, a esteira é uma das principais maneiras de se conseguir isso. Os principais músculos trabalhados na esteira são os membros inferiores, assim como panturrilha, coxas, músculos localizados no posterior da coxa e o glúteo. Além desses, porém em menor escala, o músculo eretor da espinha, o sacroiliolombar, os braços e o abdômen também são trabalhados. Estes últimos são usados para deixar a pessoa em posição ereta, o que é importantíssimo no exercício feito na esteira.

Mesmo sendo relatado que o gasto calórico do exercício feito na esteira seja um dos maiores, isso vai depender muito do condicionamento físico dela, da idade, da intensidade do exercício, da duração e, é claro, do metabolismo. O metabolismo é o principal agente de transformação no corpo de uma pessoa. Então, aumente o seu metabolismo e alcance resultados ainda melhores. A média de gasto calórico no uso da esteira varia entre 300 e 500 kcal, tendo por padrão uma hora de exercício.

Dentre os vários benefícios que a esteira concede, alguns malefícios podem ser vistos também. Um dos principais problemas que vemos quando se inicia um exercício na esteira são as possíveis lesões. O impacto causado pelo treino, principalmente nas articulações do joelho, que sofrem mais quando o atleta corre, podem ocasionar lesões graves, principalmente pelo desgaste contínuo. Pessoas com sobrepeso podem sofrer mais ainda em relação ao impacto nas articulações. Porém, a caminhada pode ser realizada sem maiores problemas.

Sempre tente colocar o calcanhar primeiro no solo enquanto caminha ou corre, além de deixar seus braços em 90 graus, enquanto os move para frente e para trás. Sempre olhe para frente enquanto treina, e mantenha o abdômen contraído para, assim, ter um resultado ainda melhor dos músculos dessa área.

Elíptico (Transport)

Esse aparelho pode ser considerado igual ou até melhor do que a esteira. O gasto energético do exercício realizado no elíptico, pensando, especialmente, nas variantes relacionadas ao todo ato do exercício, como a condição física do indivíduo, do metabolismo, entre outros, chega próximo ao da esteira. Em média, levando em consideração uma hora de exercício, o gasto calórico varia entre 400 a 500 kcal, sendo comparável ao gasto em treinos na esteira.

O exercício muscular, praticamente, trabalha exclusivamente os membros inferiores. Os músculos de sustentação são pobremente trabalhados, sendo o forte da esteira. Em contrapartida, comparando a esteira e o elíptico, podemos ver o impacto dos dois aparelhos nas articulações. Muitos especialistas relatam que o elíptico é uma caminhada quase sem impactos nas articulações. Portanto, para aquelas pessoas que têm problemas nos joelhos, principalmente, e ainda sim quer continuar fazendo exercícios cardiovasculares, o elíptico seria uma boa opção.

Em relação às variações, as únicas coisas que podem ser modificadas no aparelho são a intensidade e a carga, modificando, um pouco, o programa de exercícios. Para conseguir os resultados corretos, sem causar nenhum problema no corpo enquanto pratica os exercícios, é necessário que mantenha os joelhos alinhados com o quadril, além de manter o pé inteiro no aparelho, não usando somente a ponta ou o calcanhar para impulsioná-lo para frente e para trás. A coluna deve permanecer sempre reta, inclinando-se levemente para frente, somente para aumentar a intensidade do exercício nos músculos do glúteo. Novamente, como nos exercícios realizados na esteira, sempre mantenha os músculos do abdômen contraídos.

Bicicleta

Os exercícios feitos através da bicicleta proporcionam um menor gasto calórico, tendo em vista os outros dois aparelhos mencionados anteriormente. A média de gasto energético, levando em conta as variáveis que abrangem todo o exercício, é, em média, de 350 kcal, em uma hora de exercício.

Os benefícios são mais relevantes para pessoas que estão em alguma condição que atrapalha a prática de exercícios de maior impacto, como a esteira. Gestantes, obesos em início de tratamento, pessoas com problemas nas articulações, a bicicleta, usada de maneira correta, é a mais indicada.

Porém, somente se ela for usada realmente de maneira correta trará os benefícios necessários para pessoas com algum tipo de problema. Para isso, é necessário posicionar o selim na altura correta, senão causaria distúrbios no quadril. Os joelhos devem ficar semiflexionados e o praticante deve estar sempre com a espinha reta.

No caso da bicicleta, com as resoluções informadas acima, estamos abordando a bicicleta ergométrica, não a bicicleta de rua e a modalidade spinning. No caso da bicicleta de rua, o gasto energético pode ser maior ou menor, depende da intensidade. Para a modalidade de spinning, nem todas as pessoas têm o preparo físico para tal exercício. Este demanda muita força física, principalmente devido à intensidade grande que ele necessita. O gasto calórico gira em torno das 600 kcal em uma aula. Esta aula varia entre 45 minutos e uma hora.

Consulte seu médico antes de iniciar qualquer tipo de exercício físico. É importante sempre fazer exames físicos para saber como está o organismo, principalmente se deseja iniciar um exercício. Sempre se alimente de maneira balanceada e moderada, beba muito líquido e faça exercícios regularmente.

por Raquel Torres Costa Bressan Redatora formada em Letras pela Universidade Federal de Viçosa.

[ratings]

8 comentários

  1. Excelente o artigo, eu tenho optado pelo transport, porque além de não sentir muito impacto e não comprometer meus tendões e ligamentos, tenho mais vontade na hora de fazer o exercício. Esteira faço pouco e bicicleta ergométrica também. Depois que comecei nesse aparelho, também senti que emagreci mais o/
    Bjaum a todos.

  2. Ola Sempre qundo eu chego na academia faço meu aquecimento, e vou direto para esteira lá faço 2 minutos de caminhada para aquecer, e 10 minutos de corrida faço uma media de 1700 metros, depois eu malho logo após faço mais 10 minutos de esteira ou elíptico ou bicicleta.
    Estou no caminho certo ?. Se não estiver preciso de uma opinião !!

    • Bom, toda prática de atividade é necessário quebrar barreiras. Se você está buscando um gasto calórico de qualidade melhorando o perfil de gorduras, você deverá aumentar a quantidade de tempo/distância em seu treinamento.
      1º semana 10 min de atividade aeróbia (esteira/elíptico ou bicicleta).
      2º semana 15min
      3º semana 20 min
      Até chegar a 30 min de atividade física. Quando você tiver condições de aumentar a velocidade/resistência/intensidade do exercícios o gasto calórico será maior e consequentemente sua qualidade corporal e resistência física será melhor.
      Lembre-se para melhor resultados uma dieta de qualidade pode potencializar o seus resultados.
      Fernando Bernardo de Souza Profissional de Educação Física.

  3. bom demais viu!

  4. AMEI O POST, MUITO INFORMATIVO. PARABÉNS!!

  5. Ola gostei muito da materia muito boa

  6. Gostei da matéria. Tenho 50 anos, sedentária, alguns problemas de saúde como Burcite, já tive trombose, e doença de crohn. Ano passado fiz hidroginástica. Agora tenho feito alguns exercícios físicos, porém meu joelho esquerdo dói demais, por dias.
    Quais os tipos de exercícios seria interessante pra mim, e… pensei em comprar um elíptico, pois parece oferecer menos impacto.

  7. Olá Meg ! Não sou especialista no assunto, mas de acordo com o seu relato, acho que o aparelho mais ideal para vc seria a bicicleta ergométrica horizontal, pois imagino que irá exigir menos esforço dos membros inferiores além de reduzir significativamente os impactos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ 9 = 12

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top