Página Inicial » Saúde » Espinheira Santa – Para que serve, benefícios, se emagrece e efeitos colaterais

Espinheira Santa – Para que serve, benefícios, se emagrece e efeitos colaterais

O chá e a cápsula de Espinheira Santa são indicados normalmente para auxiliar no tratamento de úlceras gástricas, problemas intestinais e no fígado. 

espinheira santa

A Maytenus ilicifolia, ou espinheira santa como é popularmente conhecida, é uma planta que pertence à família Celastraceae. É uma planta originária da América do Sul muito presente na região sul do Brasil.

É conhecida por esse nome por suas folhas terem o formato de espinhos e por ser considerada um medicamento natural ou, como falam, um santo remédio.

Essa planta também pode ser conhecida por outros nomes como espinheira divina, espinho-de-deus, salva-vidas, maiteno, sombra-de-touro, cangorça, erva-cancerosa, cancerosa, cancorosa, cancorosa-de-sete-espinhos, limãozinho, pau-josé, entre outros.

Para que serve

A espinheira santa é uma planta muito utilizada para ornamentação podendo atingir alguns metros de altura. Porém, essa erva é mais utilizada para fins medicinais desde os povos antigos. A indicação de uso para esse fim é para tratar e principalmente prevenir problemas gastrintestinais, afecções de pele e câncer.

Propriedades nutricionais

A espinheira santa possui vários nutrientes e os que se apresentam em maior quantidade são as substâncias antioxidantes, principalmente os taninos. Os principais nutrientes presentes nessa planta são:

  • Antioxidantes: taninos, carotenoides e antocianinas;
  • Sais minerais: cálcio, ferro, sódio e enxofre;
  • Outros: ácidos, terpenos, cafeína, óleo essenciais, mucilagens, resinas, açúcares, beta-sisterol, esteróis, maiteno, entre outros.

Espinheira Santa e seus benefícios

 

1. Problemas gastrointestinais

A espinheira santa oferece vários benefícios à saúde e o principal, comprovado cientificamente, é no tratamento de doenças relacionadas ao trato digestivo porque os nutrientes dessa erva exercem efeito protetor das mucosas estomacal e intestinal.

Essa planta ajuda a combater problemas gastrointestinais devido ao conjunto de propriedades nutricionais que possui, especialmente os fitoquímicos, substâncias antioxidantes que regulando o meio ácido aumentando o seu ph. Isso ocorre à mediada que essas substâncias reduzem a secreção do ácido clorídrico do estômago.

Quando há muita secreção de ácidos no estômago fazendo com que haja diminuição do ph, isso torna o meio estomacal mais propenso ao surgimento de doenças aliado à ação da bactéria Helicobacter pylori, como inflamações e até lesões na parede estomacal.

As substâncias antioxidantes também possuem efeito cicatrizante das inflamações e lesões estomacais. Além disso, os óleos essenciais presentes nessa planta ajudam a proteger a mucosa gástrica contra ação das secreções ácidas e das bactérias estomacais.

Entre os problemas gastrointestinais que a espinheira santa ajuda a combater estão:

  • Gastrite aguda e crônica
  • Úlceras estomacais
  • Azia e queimação
  • Dores estomacais
  • Indigestão
  • Irritações estomacais
  • Refluxo
  • Mal hálito oriundo de alterações estomacais
  • Diarreia
  • Vômitos
  • Inflamações intestinais

Outro problema estomacal que é combatido pela espinheira santa é a constipação (prisão de ventre). Isso ocorre devido à presença das fibras insolúveis que ajudam a melhorar o peristaltismo intestinal e a formar o bolo fecal. Esse benefício ocorre aliado ao aumento da ingestão diária de água para 1,5 a 2 litros. Se o aumento da ingestão de água não ocorrer, o consumo habitual dessa planta pode fazer o efeito contrário, ou seja, pode piorar a constipação.

2. Problemas de pele
Essa planta também é utilizada como cicatrizante e anti-inflamatória de afecções de pele, entre elas: acne, herpes, ferimentos, eczemas, dermatites, úlceras, afecções com pus, entre outras. É utilizada também para tratar o câncer de pele através do uso tópico do extrato das folhas.

3. Anticancerígena
A espinheira santa tem se mostrado eficaz no combate de doenças como o câncer. Algumas pesquisas realizadas conseguiram comprovar a eficácia no retrocesso de tumores já instalados.

Essa ação anticancerígena ocorre devido às propriedades antioxidantes que essa planta possui que ajudam a combater e a prevenir o câncer de estômago e intestino e outras doenças.

Na prevenção, os antioxidantes atuam para combater os radicais livres, substâncias presentes no organismo que podem danificar as células sadias e causar sérias consequências para a saúde como, além do câncer, o envelhecimento precoce.

4) Alivia os gases

Eles também têm o poder de paralisar as fermentações de gases o que traz alívio para a pessoa que sofre com o problema.

5) Ação contraceptiva

Tem sito feitos diversos estudos que indicam a ação do consumo do extrato de Espinheira Santa como um contraceptivo natural. As substâncias presentes na planta “bloqueiam” a fixação do óvulo no útero.

Mais atenção! Os efeitos contraceptivos de planta não são 100% comprovados para que isto aconteça muitos estudos são necessários.

Por esta razão você deve buscar pelos métodos contraceptivos convencionais como os anticoncepcionais e o uso de preservativos.

6) Outros usos benéficos para saúde

Muitos outros estudos estão sendo feitos para comprovar os benefícios da Espinheira Santa para outros tipos de problemas do organismo como:

  • A retenção líquida devido sua ação diurética;
  • Ação anti-inflamatória;
  • Propriedades desintoxicantes eliminando do sangue todas as toxinas prejudiciais ao seu corpo.

A espinheira santa é associada a outros benefícios para a saúde, alguns ainda sem comprovação científica, mas pode ser utilizada como um tratamento coadjuvante. Entre esses benefícios estão: laxativa, antisséptica, desinfetante, limpeza do sangue, problemas hepáticos e renais, melhora de cólicas menstruais, contra asma, adstringente, analgésica, etc.

A espinheira santa emagrece?

Essa planta ajuda no emagrecimento devido a algumas propriedades que ela possui. Porém, ela sozinha não facilita a perda de peso. Para isso acontecer, o consumo dessa planta medicinal deve estar associado o consumo de uma alimentação saudável.

As propriedades que a espinheira santa possui que contribuem para a perda de peso são:

Mais saciedade e melhora do trânsito intestinal:

Esses efeitos ocorrem por causa das mucilagens presentes nessa planta, um tipo de fibra rica em polissacarídeos. Ao serem ingeridos, esses nutrientes promovem uma sensação de saciedade, pois ocorre demora do esvaziamento gástrico, fator que controla a ingestão alimentar.

Além disso, esses nutrientes melhoram o trânsito intestinal, pois absorvem bastante água ajudando a formar o bolo fecal e facilitando a eliminação desses resíduos. Com isso, ajudam a regular o funcionamento do intestino e o peso também. Mas para esse efeito ocorrer, é necessário que haja a ingestão aumentada de água.

Diurética

Essa planta ajuda a melhorar a função renal e a eliminar os líquidos retidos que contribuem para inchar o corpo. Esse benefício ocorre principalmente pela ação das substâncias antioxidantes.

Formas de preparo e consumo

A espinheira santa pode ser encontrada nas formas de sachê para chá, folhas desidratadas e cápsulas.

As partes dessa planta que podem ser utilizadas são as folhas, as cascas e as raízes que são utilizadas para chás. O chá pode ser consumidos até 3 vezes no dia.

As formas de preparo podem ser as seguintes:

Chá por infusão: adicione 1 colher de sopa das folhas em 1 xícara de chá de água fervente e deixe descansar por, pelo menos, 10 minutos. Coe e tome quente ou gelado.

Chá por decocção: adicione 1 xícara de cascas ou raízes com 1 xícara de chá de água em uma panela e deixe ferver. Coe e tome quente ou gelado.

Compressa: ferva algumas folhas da planta. Deixe esfriar e aplique topicamente na afecção.

Em tintura: Você compra a tinta já pronta em farmácias de manipulação ou lojas de produtos naturais. O recomendado é utilizar 15 gotas diluídas em água por 3 vezes ao dia;

Cápsulas: Para quem busca praticidade o extrato da planta é vendido em cápsulas. Recomenda-se 2 cápsulas de 380 gramas por 3 vezes ao dia;

Leia também: Chá de cavalinha: Para que serve, seus benefícios e contraindicações

Existe alguma contraindicação?

Sim! O uso da planta não é recomendado por:

  • Crianças, especialmente crianças muito pequenas: pode não ser seguro nessa faixa etária;
  • Gestantes: estudos detectaram situações abortivas em ratas grávidas. O uso por gestantes deve ser evitado especialmente no primeiro trimestre de gestação;
  • Mulheres que tentam engravidar ou em tratamento para engravidar: é um contraceptivo natural e pode reduzir a fertilidade;
  • Mulheres que amamentam: reduz a produção de leite
  • Pessoas com algum tipo de problema de saúde devem procurar primeiro um médico antes de iniciar o consumo dessa planta.

Quais os efeitos colaterais?

Em pesquisas já realizadas, para indivíduos em perfeito estado de saúde, não foram encontrados efeitos colaterais graves e nem toxicidades através do uso das doses recomendadas da espinheira santa. Porem, em algumas situações pode ocorrer:

  • Contrações uterinas em mulheres grávidas;
  • Redução da produção de leite em lactantes;
  • Hipersensibilidade (detectado em um pequeno número de pessoas);
  • Secura na boca e náuseas, mas, com o uso contínuo dessa erva, esses efeitos desaparecem.

E então você gostou de conhecer mais sobre os verdadeiros benefícios desta planta? Se sim, comente e dê a sua curtida. Sua participação engrandece nosso trabalho.

Recomendações

Apesar de estudos comprovarem a sua eficácia nas doenças citadas, o recomendado é que a espinheira santa não seja usada como forma única de tratamento, mas em conjunto com os tratamentos convencionais. O mais recomendado é procurar orientação profissional para saber como essa planta pode ser utilizada nos tratamentos convencionais.

Sobre Treino Mestre

Artigos assinados pelo Treino Mestre são escritos pela nossa equipe de profissionais de Educação Física, Nutricionistas, Fisioterapeutas, Atletas e demais colaboradores ligados a saúde e ao esporte.

2 Comentários

  1. Heloisa Maria Ribeiro Bazan

    Já sabia de alguns benefícios da Espinheira Santa , poem adorei saber mais….

  2. Roseli Terezinha de Sousa Rincawetscki

    Comecei a tomar o chá de espinheira santa a uns dois meses e estou me sentindo melhor. Foi indicada para gastrite pois sofro muito com isso e tomava pantoprazol todos os dias em jejum 40 mg. Ainda tenho tomado em alguns dias quando como muita coisa doce, o pantoprazol mais evito o máximo pois estou me sentindo muito bem com o chá de espinheira santa, inclusive tinha muita dor de estomago e isso passou graças a Deus. vou continuar tomando o chá durante o dia como faço, coloco numa jarrinha e vou tomando até o fim do dia. Roseli Terezinha de Sousa Rincawetscki

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GSuplementos

GSuplementos

Curta-nos no Facebook!