Página Inicial » Dietas e Nutrição » Ectomorfo, erros em seu treino que você pode estar cometendo

Ectomorfo, erros em seu treino que você pode estar cometendo

O treino de ectomorfo envolve certas particularidades para que tenha resultado de verdade. Veja neste artigo, alguns erros que você pode estar cometendo!

Erros e dicas de treino para ectomorfos

Os tipos físicos são uma variável importante, quando pensamos em termos estéticos. Se formos analisar cada um deles, sempre haverá vantagens e desvantagens em determinados contextos. No caso do ectomorfo, por exemplo, há uma dificuldade no ganho de massa muscular. O volume muscular total tende a ser pequeno.

Além disso, em muitos casos, ainda há membros compridos, o que dificulta a noção de volume muscular acentuado. Desta forma, o treino precisa ser muito mais bem trabalhado, para que tenhamos bons resultados.

Veja agora, alguns erros que os ectomorfos cometem em seus treinos e como evita-los!

Ectomorfos, erros que comprometem seus resultados!

1. Falta de paciência

Se você não nasceu com a genética abençoada como o mesomorfo, tem que aprender a ter paciência, a construir seu corpo. O erro mais comum em um ectomorfo é querer ter resultados em poucos meses. Como a genética não é das melhores, é fundamental que você tenha um trabalho de construção, de continuidade. Desta forma, você poderá ter resultados muito melhores em longo prazo.

Sem a utilização de drogas anabólicas (algo que eu não recomendo), jamais espere resultados em poucos meses. Se você é ectomorfo, sempre trabalhe pensando em construção, em algo a longo prazo. Treinando adequadamente e seguindo à risca sua periodização, não tem como não ter resultados com o passar do tempo.

Leia também: Mesomorfo, Endomorfo e Ectomorfo – Conheça seu tipo físico e veja nossas dicas de treinos e dietas

2. Não ter uma periodização

Se você precisa de tempo e paciência para ter resultados, é óbvio que o planejamento para isso também precisa acontecer. Na verdade, este é um erro geral, mas que pode comprometer ainda mais os ganhos de um ectomorfo.

Sem a preparação adequada, sem a transição dos estímulos, ficará difícil ter ganhos consideráveis. Isso porque, um treino sem a devida periodização, acaba em um ponto comum, em algo onde não ocorre mais o desenvolvimento.

Além disso, ainda temos outros elementos importantes envolvidos. Na periodização, poderemos preparar a estrutura muscular para os estímulos mais intensos e vigorosos, que serão usados para termos melhores resultados com este público.

Além disso, a progressão de intensidade também envolve seus ganhos. Com a periodização, saberemos em que ponto podemos ter um aumento de intensidade e onde eles podem vir a não trazerem benefícios.

Enfim, a periodização para ectomorfos pode ser a chave para ter melhores resultados!

3. Exagerar nas cargas

Pelo fato de não ter um desenvolvimento muscular como outros tipos físicos, quem é ectomorfo comete muitas vezes, o erro de usar carga em excesso. Porém, justamente por não ter muita massa muscular, isso pode ser prejudicial. Com menos massa muscular, não é incomum de encontrarmos pessoas que são ectomorfos e tem alguma frouxidão ligamentar.

Na verdade, isso é bem comum. Com isso, já temos um erro grave se usarmos carga em excesso. As lesões podem aparecer e comprometer totalmente sua caminhada.

É fundamental que na periodização para um ectomorfo, tenhamos a clareza da importância dos períodos básicos. Eles são fundamentais para trazer ao corpo, os estímulos adaptativos necessários. Por isso, se você é ectomorfo, tenha ainda mais cuidado com as cargas em excesso. Tenha sempre um treino montado com base em uma boa periodização.

Leia também: Suplementos para engordar – Conheça as 7 melhores opções

4. Achar que tem que comer muito e de tudo

A dieta para o ectomorfo que visa a hipertrofia, precisa ser tão controlada como a dos outros tipos físicos. Um erro muito comum é achar que “posso comer de tudo que não engordo” e manter esta mentalidade para a hipertrofia. Sim, o ectomorfo não tem tanta facilidade de engordar. Porém, como ele tem dificuldades para a hipertrofia, é fundamental que se crie um “ambiente anabólico”. Por isso, a dieta precisa ser toda pensada para que tenhamos um ambiente que gere mais hipertrofia.

Isso significa o que na prática? Que precisamos ter cuidado para não errar na dieta. Quanto mais sua dieta for equilibrada e de preferência, hipercalórica. Por hipercalórica, entenda que ela precisa, acima de qualquer coisa, ofertar nutrientes de qualidade.

Ingerir um monte de alimentos com calorias vazias, não vai ser útil para este caso. É fundamental, que estas calorias acima de seu metabolismo basal e nível de atividade, sejam de boa qualidade.

Caso contrário, não teremos o ambiente anabólico e não conseguiremos resultados consistentes.

5. Não respeitar suas individualidades

Muitos casos de ectomorfos que eu já treinei, eram mais psicológicas do que físicas as limitações. Pelo fato de não terem tanta facilidade para a hipertrofia, eles acabam copiando o que outros fazem. Como resultado, lesões, músculos que não crescem e a frustração só aumenta.

Ectomorfo precisa de técnica, de método e principalmente, de paciência e disciplina. É fundamental criar um ambiente anabólico, com descanso, treinos intensos e bem direcionados e uma dieta balanceada. Caso contrário, não será possível conseguir resultados de fato consistentes e duradouros.

Leia também: Ectomorfo, como deve ser a dieta e o treino?

6. Exagerar na dose

Treinar em excesso é um erro muito comum e que muitos ectomorfos cometem. Eles tentam compensar sua condição com mais treinos, mais volume, alimentos hipercalóricos, mas que não agregam ao ambiente anabólico.

Isso só faz com que eles não tenham bons resultados, que fiquem frustrados com isso e percam a motivação para treinar de verdade. Descansar é fundamental em qualquer contexto. Sem uma recuperação adequada, não temos como ter resultados expressivos.

Estes são alguns dos erros que os ectomorfos cometem e que devem ser evitados. Sempre consulte um nutricionista para montar sua dieta e tenha um treinador habilitado e qualificado. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

2 Comentários

  1. Ótima matéria!
    Sofro com isso, faço musculação a mais de um ano, tenho uma alimentação balanceada, mas confesso que deslizo no final de semana.
    Porém praticamente não vejo mudança em ganho de massa. O único suplemento que faço uso é whey

  2. Ótimo artigo !!Parabéns,site excelente !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!