Página Inicial » Dietas e Nutrição » Dietas Low-Carb – Sem ou com pouco consumo de carboidratos

Dietas Low-Carb – Sem ou com pouco consumo de carboidratos

receita salmão dieta low-carb sem carboidratosÉ comum vermos o carboidrato sendo postulado como o vilão da história na hora de perder aquelas gordurinhas acumuladas. Várias dietas da moda já cortaram ou diminuíram o consumo desse nutriente. Entretanto, é importantíssimo que se saiba o porquê de termos o carboidrato na nossa dieta, a maneira que ele age e o que a falta dele poderia causar no nosso organismo.

O que são carboidratos?

Antes de tudo, vamos entender o que é o carboidrato: entre os nutrientes encontrados na natureza, os carboidratos são aqueles mais abundantes. Eles são formados por moléculas de carbono, hidrogênio e oxigênio; porém, ainda poderiam se agrupar com nitrogênio, enxofre e fósforo para formar novos compostos.

Consumimos uma grande quantidade de carboidratos durante o dia. Vários alimentos, como pães, legumes, vegetais, entre outros, fazem parte do grupo de carboidratos. Entre suas funções, a principal delas e proporcionar energia ao corpo. Essa energia pode chegar aos vários órgãos e pontos necessitados dentro do organismo de maneira rápida, proporcionada pelos carboidratos simples; ou de maneira mais lenta, através dos carboidratos complexos.

Carboidratos Simples

Os carboidratos simples são aqueles feitos a partir da farinha branca e do açúcar refinado. Eles, logo que consumidos, são quebrados em glicose e, posteriormente, em ATP. Contudo, quando não gastamos muita energia, essa glicose fica retida para ser usada posteriormente. A substância responsável por quebrar e transportar a glicose é a insulina, a mesma que, quando está em grande quantidade no organismo, aumenta as reservas de glicose. Assim, quanto mais e em maior quantidade é consumido o carboidrato simples, mais reservas iram ser formadas.

Carboidratos complexos

Os carboidratos complexos são os alimentos integrais. Frutas, legumes, vegetais, pães e biscoitos integrais fazem parte deste grupo. Eles são quebrados, da mesma forma que os carboidratos simples, em glicose e, depois, em ATP. Entretanto, o corpo quebra tal carboidrato de maneira mais lenta, necessitando de vários processos para ele chegue à forma de ATP. Como este carboidrato é quebrado de maneira mais lenta, no decorrer do dia, dificulta-se a formação de reserva, pois o que a insulina transforma em glicose já é usada instantaneamente.

Além dessa função, os carboidratos compõem as paredes celulares, não só dos animais (incluindo o ser humano), mas também, de bactérias, fungos e vegetais. Várias outras funções são desempenhadas e/ou ajudadas por esse nutriente, como a nutrição de células do sistema nervoso central, lubrificação das articulações esqueléticas, protegendo de possíveis lesões etc. 

Por que retirar os carboidratos da dieta?

piramide low carb dieta sem carboidratos

Quando se consome mais carboidratos do que será convertido em ATP, o organismo acumula a glicose em certos locais. As reservas poderão ser usadas em eventuais momentos em que o corpo seja privado de energia.

Dessa forma, as dietas com restrição de carboidratos usam, na maioria das vezes, as reservas como energia. Para isso, aumenta consumo de alimentos que não possuam carboidratos, como as carnes. Entre as dietas mais famosas que aparecem na mídia e que já abordamos aqui no site, estão a dieta de Dukan, com um cardápio que não deixa a pessoa passar fome, entretanto tendo nada ou pouquíssimo carboidrato; e a dieta de Atkins (conhecida também como dieta das proteínas), que usa as proteínas e as gorduras para saciar a fome e enxugar alguns quilos a mais. Essas duas dietas citadas estão com links para seus respectivos artigos, vale a leitura, caso queiram montar uma dieta com pouco ou zero de carboidratos.

Essas dietas realmente fazem efeito, pois utilizam da reserva corporal para criar energia para o organismo desempenhar tarefas corriqueiras, como a digestão e excreção de hormônios, até atividades físicas, como corridas e musculação.

Como abordamos anteriormente, os carboidratos não possuem somente a função de dar energia ao corpo, ele também tem várias outras propriedades, as quais são indispensáveis para o bom funcionamento do organismo. Por isso, as dietas com restrições de carboidratos podem ser feitas, sim. Contudo, os períodos devem ser menos extensos, pois poderia danificar vários processos e prejudicar o organismo.

Prós e contras das dietas Low-Carb

Além de usar energia das reservas corporais, quando o organismo está em um longo período de restrição de carboidratos, é normal que ele busque em locais alternativos por energia. Entre alguns locais que são usados para proporcionar a energia necessária para o corpo, a proteína contida nos músculos é a mais usada. Quando isso acontece, perde-se massa muscular.

A dieta que restringe o consumo de carboidratos tem prós e contras, por isso deve ser muito bem avaliada, especialmente por um médico e um nutricionista. É importante, também, que ela não seja feita por um período muito longo, pois poderia causar problemas mais sérios ao organismo.

Sempre que for iniciar uma dieta nova, consulte seu médico e faça todos os exames. Somente assim você poderá alcançar seus objetivos rapidamente e com saúde. A reeducação alimentar ainda é a melhor forma de chegar ao peso e ao corpo ideal. Por isso, fuja das dietas com muitas restrições, optando por uma alimentação saudável e moderada, e por atividades físicas diárias.

Sobre Raquel Torres Costa Bressan

3 Comentários

  1. Como praticante da dieta low-carb e com e com resultados excelentes tanto na balança quanto nas minhas baterias semestrais de exames, gostaria de, baseado em teu toexto a baixo, me desse algumas referências de artigos científicos onde encontro as respostas para minhas perguntas, abaixo do teu texto.

    “Como abordamos anteriormente, os carboidratos não possuem somente a função de dar energia ao corpo, ele também tem várias outras propriedades, as quais são indispensáveis para o bom funcionamento do organismo. Por isso, as dietas com restrições de carboidratos podem ser feitas, sim. Contudo, os períodos devem ser menos extensos, pois poderia danificar vários processos e prejudicar o organismo”

    Perguntas:

    1- Quais são as outras propriedades indispensáveis dos carboidratos?
    2 – Quais processos podem ser prejudicados numa dieta low-carb por um longo período?

    Aguardo teu retorno. Abraço.

    • Olá Augusto!

      Os carboidratos são importantes componentes da membrana plasmática das células de nosso corpo. Eles formam uma camada protetora, atraem água e reconhecem outas células e moléculas importantes para o nosso organismo. Além disso, são importantíssimos constituintes do DNA. É interessante buscar o conhecimento sobre qual a melhor forma de ingerir carboidratos, pois cortá-los da dieta poderia acarretar sérios prejuízos para as células, principalmente por este componente também estar ligado à manutenção da entrada de outras substância na mesma. Espero ter ajudado! Abraços.

  2. Olá me chamo Aline e faço a dieta low carb e estou gostando .so tem um problema faço musculacao 4 x na semana e meu rendimento caiu um pouco e estou perdendo massa magra .Para evitar isso posso comer no pre treino pão integral,batata com frango como fazia antes de iniciar o low carb ????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!