Página Inicial » Dietas e Nutrição » Dieta metabólica – A dieta anabólica do Dr. Mauro Di Pasquale

Dieta metabólica – A dieta anabólica do Dr. Mauro Di Pasquale

Dr. Mauro Di Pasquale

Desenvolvida pelo médico, especialista em medicina do esporte, Mauro Di Pasquale (Foto ao lado), a dieta metabólica busca mudar o metabolismo para que as gorduras sejam utilizadas como fonte primária de energia e não o carboidrato como ocorre normalmente.

A ideia de elaborar a dieta surgiu como resposta ao uso de suplementos para emagrecer. O objetivo era desenvolver uma dieta com resultados semelhantes, porém de modo natural e seguro. Daí surgiu a dieta metabólica, criada específicamente para ganho de massa muscular e perda de gordura corporal.

Como funciona a dieta metabólica

Para alcançar esse efeito natural, ela trabalha com a manipulação dos hormônios na construção muscular. Isso é feito através da promoção de uma lipogênese (queima de gordura) que irá preservar o tecido muscular. O importante é comer a combinação certa de alimentos no momento certo.

Benefícios

  • Perda de gordura corporal;
  • Ganho de massa muscular;
  • Melhora da saúde;
  • Mais energia para o dia a dia;
  • Sensação de saciedade.

Como elaborar a dieta metabólica

A dieta metabólica é extremamente rica em proteínas e lipídios (gorduras) durante os dias de semana, e em carboidratos nos finais de semana.

Dias da semana  Capriche nas proteínas, gorduras e vegetais. Introduza em sua dieta carnes vermelhas gordas (costela, cupim, bisteca e contra-filé), peixes gordos (Salmão, sardinha e cavala), ovos inteiros, queijos gordos (queijos amarelos), azeite extra-virgem, repolho, brócolis, espinafre, etc.

Finais de semana – Coma muito carboidrato. Arroz, pão, aveia, cereais, massas, batata e frutas. Nesses finais de semana, não se esqueça, você tem que diminuir o consumo de proteínas e gorduras.

Ao elaborar a dieta metabólica são levadas em consideração, principalmente, duas fases:


1.
  Embasamento ou fase rígida: se estende por pelo menos duas semanas e é durante este período que a pessoa irá descobrir a quantidade ideal de carboidratos. É uma fase de teste, serve para observar e sentir como o organismo funciona com a privação quase total de carboidratos.

No início a dieta é feita com 60% de gorduras, 40% de proteínas e 30g de carboidratos por dia. É importante que essa fase inicie numa segunda-feira e termine numa sexta-feira, com uma duração de no mínimo 12 dias consecutivos, pois assim o segundo ciclo inicia com a primeira carga de carboidratos no sábado e domingo.

Se for necessário fazer testes para encontrar a quantidade ideal de carboidratos, o recomendado é ir aumentando lentamente – no máximo 20g por vez – a quantidade de carboidratos a cada semana.

2.  Recarga: após encontrar a quantidade ideal de carboidratos inicia-se o segundo ciclo da dieta, a fase de recarga. É quando acontece a “mágica” da dieta. Basicamente, a pessoa vai manter durante a semana uma dieta cetogênica – 60% de gorduras, 40% de proteínas e 30g de carboidratos – e no final de semana faz uma recarga de carboidratos.

3.  Ajustes: Dependendo do seu objetivo com a dieta metabólica, outras fases são acrescentadas, como a fase de corte, que serve para maximizar a queima de gordura.

Cuidados

Como o mecanismo básico para a dieta funcionar é utilizar as reservas de gordura durante a atividade física evitando ao máximo a catabolização muscular, é importante que quem seguir este plano alimentar seja praticante regular de atividade física ou esteja iniciando um programa de treinamento. O exercício físico será um dos responsáveis por acelerar o processo de queima de calorias.

Quando você começar a se sentir estufado é hora de parar com a fase de recarga. O certo é não chegar a este ponto. Se achar que está ficando muito inchado, pare com a recarga e volte para a dieta normal, com gorduras e proteínas.

Indicação de leitura

Para quem quiser aprofundar os estudos na dieta metabólica ou conhecer o plano alimentar completo, recomenda-se a leitura do livro “A dieta metabólica”, escrito pelo idealizador da dieta, Mauro Di Pasquale.

Por Stéphanie Mulder Perrone
jornalista MTB 15.577 / produtora audiovisual

Um comentário

  1. Já tinha muito ouvido falar dessa dieta, estou afim de fazer também, alguém que já fez essa dieta, poderia postar aqui o cardápio que usou, iria ajudar muito.

    Agradeço desde já, abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!