Página Inicial » Suplementos » Colágeno: estão te enganando muito sobre isso

Colágeno: estão te enganando muito sobre isso

Ainda é muito controverso os efeitos da suplementação e uso de cremes estéticos a base de colágeno, isso porque, poucos ou quase nenhum estudo científico conseguiu comprovar com exatidão os reais benefícios que esses produtos propõem. Entenda o porquê!

Suplemento de colágeno funciona?

O maior órgão do corpo humano sem dúvida nenhuma é a pele, essa é a informação mais surpreendente que se dá em uma aula de anatomia humana (ok, nem é tão surpreendente assim). Mas a pela tem várias funções, a principal é ser uma barreira física contra agentes infecciosos, atuando como nossa primeira linha de defesa do sistema imune.

Além disso, por estar em contato direto com o ambiente ao nosso entorno, participa nas trocas de calor e permite identificar sinais e mudanças externas para promover reações internas, como a queda de temperatura, que promove alterações compensatórias, e muito mais.

Hoje, vou falar de uma das estruturas que compõe a pele, o colágeno! O colágeno é uma proteína sintetizada dentro das células, em pequenas quantidades, é o componente mais importante do tecido conjuntivo.

Ela é formada por 3 fitas, formadas por vários aminoácidos, entrelaçadas em forma de hélice. Essas fitas são compostas, principalmente por glicina, mais de 30% de toda a proteína. O resto é composto por prolina e lisina. Esses aminoácidos são organizados pelos ribossomos e são enzimaticamente dependentes da vitamina C. A importância da VIT C é tão grande para esse processo que a sua deficiência gera o escorbuto, que é uma doença relacionada a síntese precária do colágeno e que leva a hemorragias.

O colágeno é consumido amplamente na forma de gelatina e compõem 30% de todas as proteínas corporais. A indústria alimentícia extrai o colágeno de animais como os bovinos. Muitos produtos têm sido “inventados” a base de colágeno; cremes, shampoos, géis, e suplementos alimentícios.

Os suplementos de colágeno pretendem oferecer uma gama de benefícios, incluindo: Redução das rugas Rejuvenescer a idade de pele e tornar ela mais rígida. Já vimos coisas como “suplementos proteicos desenvolvidos para mulheres” (a base de colágeno). Alguns “profissionais” tentam ainda convencer algumas pessoas que consumir algo com colágeno seria algo bom ou melhor que outras fontes de proteína.

A verdade é, no entanto, que há pouca ou nenhuma evidência de que esses suplementos, pílulas e bebidas a base de colágeno possam realmente fazer efeito. O colágeno é um tipo de proteína que, quando ingerido, é digerido pelo sistema digestivo em aminoácidos. Se não for dessa forma, o intestino não consegue absorver. Assim, muitas empresas entraram na onda do colágeno, e isso fez com que a maioria dos consumidores não percebe que não há, realmente, nenhuma prova científica de que suplementos a base de colágeno tem quaisquer efeitos sobre a saúde da pele ou outra estrutura. Não há garantia de que o consumo de bebidas colágeno seria mais eficaz do que qualquer fonte de proteína, como carne, queijo, ovos ou feijão em restaurar o colágeno em sua pele.

 Mas por que as empresas usam o colágeno e dizem que ele é muito eficaz?

Simples, LUCROS! O colágeno é uma proteína muito barata, antes tudo das carcaças de animais era desperdiçado ou transformado em gelatina. Como o consumo de gelatina tem caído muito devido interesse baixo pelo alimento devido a corantes, esse colágeno estava sobrando novamente. Como é bem mais barato que usar outra proteína, o colágeno passou a ser uma alternativa muito barata para aumentar a quantidade de proteína em alimentos proteicos.

Os cremes com base de colágeno também não apresentam qualquer efeito comprovado, provavelmente a maioria dessa proteína colocada sobre a pele seria retirada pelo banho e se houvesse alguma absorção dessas moléculas elas seriam destruídas como corpos estranhos pelo sistema imune.

O que realmente funciona?

Para garantir colágeno suficiente na pele, em primeiro lugar evitar a perda do colágeno que você já tem. Moramos em um país com uma incidência grande de raios solares. A primeira coisa que você tem que pensar é em pegar sol com responsabilidade, os raios UV provocam muito estresse oxidativo e isso leva ao envelhecimento precoce da pele. A fumaça do cigarro, como a exposição ao sol, também tem uma grande capacidade de degenerar muito colágeno, o sono inadequado e insuficiente tem um efeito negativo sobre a saúde da pele da mesma forma. Sendo assim, aproveite o sol com um bom protetor e em horários adequados, não fume ou fique em ambientes com fumantes, durma melhor.

Tenha uma dieta com muitos nutrientes

Comer os alimentos certos e obter boas fontes de antioxidantes de frutas e legumes é muito importante para a produção de colágeno. Vegetais coloridos como o tomate, uvas e melancia contém o poderoso antioxidante, o licopeno, que ajuda a prevenir a degeneração do colágeno. Frutas como laranjas, morangos e pimentas vermelhas também contêm vitamina C, algo que é fundamental para a condição ideal da pele.

Vegetais como brócolis, folhas verdes e couve-flor fornecem os com glucosinolatos, que combatem os radicais livres que atacam nosso colágeno. Também fundamental para a saúde da pele é o ácido graxo ômega-3 conhecido como ácido eicosapentaenoico ou EPA, que tem efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios para ajudar a proteger a pele. Omega-3 está prontamente disponível a partir de fontes alimentares, tais como peixes oleosos e spirulina.

Evite alimentos ricos em amido e substâncias açucaradas; isso ajuda reduzir a inflamação, que interfere com os processos de produção de colágeno natural do corpo. Consumir mais água pura é importante devido a essa molécula estar relacionada com as diferentes reações bioquímicas do organismo humano. Essas informações são todas vindas da consulta técnica que fizemos ao nutricionista Joelso Peralta.

Existem diversas técnicas dermatológicas bem avançadas como injeções e estimulações com laser. E isso pode ser verificado junto a profissionais da estética e dermatologistas especializados.

Como podemos ver sobre o colágeno consumido o que se tem são mais promessas que resultados. Não caia na conversa de vendedores de proteína barata que lhe promete milagres. Consulte um profissional da nutrição e vá para uma academia para iniciar um programa de exercícios físicos com profissionais registrados e com formação específica na área de atuação.

Espero que tenha gostado e se quiser me seguir, meu Instagram é @andregym23.

Abraço.

Clique aqui para receber meu ebook GRÁTIS sobre HIPERTROFIA!

Sobre Dr. Andre Lopes

Dr. Andre Lopes – Professor, palestrante, escritor e cientista. PhD em Ciências do Movimento Humano – UFRGS.

6 Comentários

  1. Excelente texto, Dr. André!
    bom saber que existem profissionais de caráter repassando conhecimento e não achismos!!

  2. Dr André, os peptídeos de colageno como Peptan e Verisol possuem vários estudos que comprovam cientificamente a sua absorção e consequente ação.
    Realmente o colageno como molécula apenas não consegue penetrar na corrente sanguínea, mas os peptídeos sim.
    O que você falaria sobre isso?
    Muito obrigada!

    • Olá Renata, tudo bem? Vamos lá… Obrigado por fazer a pergunta. Esses “peptídeos” que cita são marcas e não peptídeos de verdade. No texto eu cito que o intestino não absorve o colágeno e sim o resultado da digestão de tal proteína. Os “vários” estudos que existem não são bons e isso tem um monte mesmo. Quando existir um estudo realmente bom eu serei o primeiro a querer ler e entender sobre a eficácia de tais elementos. O fato é que existe uma tentativa bem grande de criar uma “dúvida” sobre eficácia de produtos que são muito baratos para produzir e bem caros para comprar. Se você quiser postar algum desses trabalhos científicos eu terei o prazer de ler e dar meu parecer crítico sobre a qualidade dos mesmos. Obrigado por comentar no post. Abraço.

    • Olá Renata, tudo bem? Vamos lá… Obrigado por fazer a pergunta. Esses “peptídeos” que cita são marcas e não peptídeos de verdade. No texto eu cito que o intestino não absorve o colágeno e sim o resultado da digestão de tal proteína. Os “vários” estudos que existem não são bons e isso tem um monte mesmo. Quando existir um estudo realmente bom eu serei o primeiro a querer ler e entender sobre a eficácia de tais elementos. O fato é que existe uma tentativa bem grande de criar uma “dúvida” sobre eficácia de produtos que são muito baratos para produzir e bem caros para comprar. Se você quiser postar algum desses trabalhos científicos eu terei o prazer de ler e dar meu parecer crítico sobre a qualidade dos mesmos. Obrigado por comentar no post. Abraço.

  3. Olá Andre, gostaria muito de ler o artigo onde fala que a ingestão de colágeno hidrolisado não fará efeito na pele… muito obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!