Página Inicial » Dietas e Nutrição » Castanha de caju – 8 principais benefícios e suas propriedades nutricionais

Castanha de caju – 8 principais benefícios e suas propriedades nutricionais

A castanha de caju se consumida com cautela não engorda e ainda proporciona grandes benefícios para saúde. Um dos principais destaques é ajudar a controlar o colesterol.

Castanha de caju 

O que é

A castanha de caju é o verdadeiro fruto do caju. O caju é um fruto constituído pela castanha e pelo pedúnculo floral ou pseudofruto, que é a parte suculenta do caju. A castanha é constituída por casca, uma película e a semente que é a parte comestível.

Ela é nativa do Brasil, com predominância em todo o país, principalmente na região nordeste, e presente em vários países do mundo. O Brasil é um grande exportador dessa castanha, assim como outros países.

A castanha de caju é um fruto que possui a consistência dura e é classificada como uma fruta oleaginosa da mesma família da castanha do Pará, nozes e amêndoas.

Para que serve a castanha de caju

Essa castanha é mais utilizada em preparações culinárias, seja para o consumo in natura ou para fazer parte de diversas receitas.

Da castanha também é retirado um líquido chamado de Líquido da Castanha de Caju, o LCC, que é utilizado para a produção industrial de detergentes, verniz, resinas, fungicidas e inseticidas, entre outros produtos.

Composição nutricional da castanha de caju.

Os principais nutrientes presentes na castanha de caju são:

  • Carboidratos;
  • Proteínas;
  • Fibras;
  • Antioxidantes;
  • Gorduras: ácidos graxos poli-insaturados (ômega 3 e 6), ácidos graxos monoinsaturados (ômega 9) e ácidos graxos saturados (palmítico, esteárico, entre outros);
  • Vitaminas: vitaminas do complexo B;
  • Minerais: zinco, ferro, fósforo, potássio, magnésio, manganês, sódio e cobre.

Leia também => A Castanha-do-pará é uma grande aliada do coração e ainda possui ação antioxidante

Benefícios da castanha de caju

1. Ajuda a controlar o colesterol

O controle do colesterol através da castanha de caju ocorre pela presença dos ácidos graxos, principalmente o ômega 3. Esta gordura contribui para reduzir os níveis de triglicerídeos e o colesterol ruim (LDL) e para aumentar os níveis do colesterol bom (HDL). Com isso, o corpo fica mais protegido contra o aparecimento de doenças cardiovasculares.

O ômega 3 é um tipo de gordura considerada saudável e é classificada como essencial, ou seja, ela não pode ser sintetizada pelo organismo. Dessa forma, deve ser obtida somente através da alimentação.

2. Previne o câncer

A castanha de caju contribui para a prevenção de câncer e outras doenças por causa da ação das substâncias antioxidantes. Essas substâncias agem no corpo combatendo a ação dos radicais livres que são moléculas que danificam as células saudáveis do corpo

Os radicais livres podem surgir do próprio organismo ou de fontes externas como álcool, cigarro, alimentação como frituras e produtos industrializados, poluição, exposição aos raios solares, entre outras fontes.

As substâncias antioxidantes dessa castanha agem neutralizando a ação desses radicais livres evitando que causem prejuízos à saúde, não só doenças, como o envelhecimento precoce também.

3. Ajuda a controlar a pressão arterial

A castanha de caju ajuda a controlar a pressão arterial por meio da ação do ômega 3 e do mineral potássio.

Leia também => Amêndoas, Castanhas e nozes, conheça todos os seus benefícios e como consumi-las

4. Fortalece o sistema imunológico

Esse benefício ocorre por causa da presença do ômega 3 e das substâncias antioxidantes na castanha de caju. Com o sistema imunológico mais fortalecido, o corpo fica protegido de doenças e infecções.

5. Combate cáries

Isso se deve ao fato de que essa castanha contém um ácido conhecido como ácido anacárdico, que combate bactérias causadoras das cáries dentárias e outras bactérias também.

6. Ajuda a regular o intestino

As fibras presentes na castanha de caju são os nutrientes responsáveis por regular o intestino. Quando estão presentes no intestino, as fibras melhoram o trânsito intestinal, pois estimulam os movimentos do intestino e ajudam a formar o bolo fecal juntamente com a água melhorando a evacuação.

Para que as fibras da castanha possam ajudar a regular o intestino, o consumo diário de água deve ser aumentado para, no mínimo, 2 litros, caso contrário, as fibras farão efeito contrário no intestino, ou seja, deixarão o intestino preso.

7. Promove a saúde do sistema nervoso central

Os ácidos graxos são nutrientes importante para o sistema nervoso central, principalmente para o seu desenvolvimento na fase da embriogênese e na infância e para o seu bom funcionamento.

Além disso, o potássio também é importante para o sistema nervoso central porque ele faz parte da transmissão dos impulsos nervosos, impulsos esses necessários para que haja um bom funcionamento do organismo.

8. Mantém a saúde óssea

O magnésio é o nutriente responsável por esse benefício. Sabemos que o cálcio é o mineral que se deposita nos ossos e mantém sua estrutura forte prevenindo o aparecimento de fraturas e doenças ósseas.

Porém, o magnésio tem fundamental importância na saúde dos ossos porque é ele, juntamente com a vitamina D, os nutrientes responsáveis em depositar o cálcio nos ossos. Sem estes dois nutrientes, o cálcio não tem funcionalidade para os ossos.

Como consumir

A castanha de caju é mais consumida de forma in natura. Pode ser adquirida já no ponto de comer em feiras, supermercados e lojas de produtos naturais. Também pode ser consumida depois de assada com a própria casca para, depois, a casca ser retirada. Pode ser consumida ao natural ou com sal.

Esse alimento pode ser utilizado em diversas preparações, tanto em pratos quentes quanto frios. Na culinária, essa castanha é mais utilizada de forma esfarelada ou em forma de farinha para ser incluída em preparações como:

  • Bolos
  • Tortas
  • Pães
  • Biscoitos
  • Brigadeiros
  • Mousses
  • Sorvetes
  • Molhos
  • Saladas
  • Risotos
  • Farofa
  • Massas

A lista de preparações que podem incluir a castanha de caju é imensa. Outra forma de utilização da castanha é como pasta que pode ser consumida pura ou substituir margarina e manteiga em pães, biscoitos, torradas e outros alimentos.

Leia também => Castanha da índia – Quais seus benefícios, auxilio no emagrecimento e efeitos colaterais

Tanto a farinha quanto a pasta você pode encontrar prontas para vender ou pode preparar em casa.

Da castanha de caju também pode ser extraído um óleo que pode ser utilizado como substituto do azeite de oliva e outros óleos.

Por ser rica em calorias, essa castanha deve ser consumida de forma moderada, principalmente quem faz dieta para perda de peso. 100 gramas da castanha pode ter mais de 500 calorias, por isso, apesar de ser muito nutritiva, o recomendado é consumir, em média, de 3 a 4 unidades de castanha de caju por dia.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GSuplementos

GSuplementos

Curta-nos no Facebook!