Página Inicial » Corridas » Benefícios de correr na areia para corredores

Benefícios de correr na areia para corredores

Os corredores muitas vezes precisam lançar mão de diferentes estratégias para conseguir melhores resultados. Uma destas estratégias é correr na areia, que traz inúmeros benefícios para o corredor. Leia mais neste artigo.

A receita para conseguir bons resultados na corrida parece simples: corra, de acordo com seus objetivos, o mais longe ou o mais rápido possível. Porém, no que se refere ao treinamento desportivo, nada é tão linear assim. Muitas vezes, pessoas que já treinam há bastante tempo, enfrentam dificuldades em continuar seu desenvolvimento e acabam caindo no tão temido platô de treinamento.

Para evitar ou até mesmo sair deste platô, você precisa ter consciência que serão necessários estímulos diferentes, pois como já dizia Einstein “Tolice é fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Uma das maneiras de quebrar este platô ou até mesmo, fazer uma preparação melhor, é correr na areia.

correr na areia praia benefícios

Porém, para correr na areia e conseguir bons benefícios, você precisa de certos parâmetros e também de cuidados, pois ao contrário do que muitos pensam, apesar de ser um terreno macio, a corrida na areia precisa ser feita com cuidado e com objetivos em específico, pois caso contrário, ela pode deixar de apresentar os benefícios e principalmente, vir a ser até prejudicial.

O principal componente benéfico da corrida na areia é a propriocepção. A propriocepção é a capacidade de nossos receptores internos de interpretar os estímulos externos e coordenar as amplitudes articulares de maneira correta. Nós temos mecanismos de propriocepção em todas as articulações, que respondem a estímulos de contração e estiramento.

Com a corrida na areia, as principais articulações dos membros inferiores (tornozelo, joelho e quadril) são amplamente solicitadas para a manutenção de uma tensão e estiramento adequados. Isso acontece por que o terreno irregular e com uma superfície mais macia, faz com que os movimentos precisem ser mais bem controlados por estes mecanismos.

Basicamente, a propriocepção que a corrida na areia proporciona, fortalece os tendões e ligamentos específicos da corrida, além de melhorar a resposta neural a estímulos do movimento de correr. Desta maneira, com a corrida na areia, é possível aprimorar aspectos fundamentais para qualquer corredor, além de evitar lesões, graças ao fortalecimento articular e muscular que a areia proporciona.

É óbvio que correr na areia é algo bastante específico, pois mesmo que se corra sempre no mesmo local, haverá dias em que a areia estará mais ou menos macia e isto pode interferir na corrida.

Melhora do desempenho com a corrida na areia

Além da questão citada acima, da prevenção de lesões, a corrida na areia traz ainda outros grandes benefícios, entre eles a melhora do desempenho. Em um estudo de Utsch (2009), foram avaliadas questões relativas ao desempenho de atletas que faziam o treinamento em areia e na grama, no que se refere ao aumento da força, da potência e da resistência em membros inferiores.

Nesta pesquisa, foram usados 28 atletas, divididos em três grupos: os que realizaram o treino em areia, os que realizaram o treino na grama e o grupo controle. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a melhora de componentes de força, potência e resistência através do treino de velocidade (sprints) resistência (corridas de 5 km) e de potência (treinamento pliométrico). Ao final do estudo, podemos encontrar resultados significativos (2,5%) de aumento na velocidade e explosão muscular dos atletas que treinaram na areia e uma melhora de 3,4% na resistência para corrida de 5 km.

As explicações para este fato residem na maior resistência que a areia impõe para os movimentos, tornando-os mais difíceis e desta maneira, solicitando mais da musculatura específica. Dentro de uma periodização de corrida, os treinos feitos em areia, podem ser usados em todos os períodos, desde que sejam respeitados os objetivos.

Por exemplo, uma pessoa que está no período básico de treinamento, onde o objetivo é a melhora da força específica da corrida, da resistência muscular localizada e da resistência cardiorrespiratória, pode ter grandes ganhos de desempenho se utilizar um treino com mais volume e menos intensidade, correndo maiores distância em uma menor velocidade. Já uma pessoa que esteja na fase específica de sua periodização e que vise, por exemplo, o aumento da velocidade, pode fazer treinos com um volume menor e mais intenso, visando à melhora da coordenação intramuscular e da resistência específica.

Além disso, pessoas que esteja se recuperando de lesões, também podem ter grandes benefícios com a corrida, já que o impacto é muito reduzido e é possível manter uma boa intensidade de treino da mesma maneira.

Outra situação interessante da corrida na areia são os treinamentos intervalados (Hiit), que vão ser ainda mais intensos se forem feitos na areia, melhorando desta forma, a qualidade de seu treino.

Leia também: Treino HIIT – Um dos mais eficientes métodos de queima de gordura

Corrida na areia, com ou sem tênis?

Esta é uma dúvida bastante comum, já que muitas pessoas optam por correr descalças na areia, afirmando que desta maneira, ocorre uma melhor propriocepção. Como este artigo é algo mais generalista e não é possível que eu consiga avaliar todas as variáveis de quem está lendo, afirmo que é mais seguro e correto correr na areia usando um tênis de corrida.

Isso por que além de manter o pé mais estável, o tênis vai auxiliar na absorção do impacto. É importante também usar uma meia específica para a corrida e um tênis que se encaixe bem no pé, já que muitas vezes, a areia entra no tênis e o atrito pode machucar o pé ou até dar calos.

Também é importante tomar bastante cuidado com o horário em que você vai correr, pois a areia reflete os raios do sol e além de queimaduras na pele, isto causa muito mais calor e prejudica o desempenho no treino.

Enfim, correr na areia é uma excelente maneira de mudar um pouco o treino, tirando ele da monotonia e ainda melhorar o seu desempenho. Pessoas que moram em regiões litorâneas podem incluir até 3 treinos por semana na areia, dependendo da fase de treinamento em que se encontram. Por isso, use a corrida na areia ao seu favor! Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!