Página Inicial » Doenças » Anemia: O que é, causas, tratamentos e alimentos que ajudam a prevenir

Anemia: O que é, causas, tratamentos e alimentos que ajudam a prevenir

Fraqueza, fadiga e falta de ar pode ser alguns dos sintomas de anemia, porém esses sinais podem ser vagos e precisam de exames mais detalhados. Saiba quais suas causas e alimentos que ajudam a prevenir e combater a anemia.

anemia

Nossa alimentação é a nossa maior riqueza. Consumir bons alimentos, que tenham muitas vitaminas, boas gorduras e sais minerais é essencial para termos uma boa saúde. É ela que ajuda a evitar que uma série de doenças se desenvolvam no nosso corpo como a anemia, por exemplo.

O que é anemia e principais causas

Muito se ouve falar sobre ela: “fulano está com anemia”. Porém, não se aber ao certo, exatamente o que ela é e porque ela aparece. Quais são as causas dessa doença que pode até levar a óbito quando não tratada corretamente?

De acordo com a OMS, a anemia se caracteriza quando a hemoglobina (células vermelhas) está abaixo do normal. Isso pode ser visto através de um simples exame de sangue em laboratório. Quem acha que anemia só acontece por falta de ferro se engana. Outros nutrientes como vitamina B12, zinco e proteínas, quando deficientes no corpo também podem desencadear a doença.

É mais comum que as pessoas associem a anemia à deficiência de ferro porque é a forma mais comum. Esse tipo de anemia é chamada de Anemia Ferropriva. Nesse caso, a doença se desenvolve porque o ferro é um mineral indispensável para a produção de hemoglobina. Ou seja, se não há ferro não há hemoglobina disponível.

Alimentos que combatem e previnem a anemia

O tratamento da anemia não é complicado de ser feito, mas tudo vai depender do quão avançado está o estágio da doença. Porém, o consumo de alguns alimentos específicos pode ajudar tanto no tratamento quanto na prevenção da anemia. Veja a seguir quais são eles.

Beterraba
Esse alimento possui uma elevada dose de ferro em sua composição. Portanto, a beterraba auxilia na síntese de novas hemoglobinas. Ela pode ser consumida crua, cozida no vapor, sendo misturada a saladas ou mesmo em sucos sem a necessidade de adição de açúcar ou adoçante.

Leia também: Beterraba: veja os benefícios desse super alimento

Manteiga de Amendoim
Além de ter uma boa dose de proteínas, sendo excelente para os treinos, a manteiga de amendoim é uma excelente fonte de ferro. Caso você não goste da manteiga, você pode substituir pelo amendoim torrado e comer um pouco todo dia. Mas cuidado com a quantidade porque é um alimento bastante calórico. 2 colheres de sopa de manteiga de amendoim por dia, é o bastante.

Ovos
Além de ser rico em proteínas, os ovos também contém muito antioxidante. Aqui temos 1 mg de ferro por ovo. Como se pode ver, não é muito apesar da crença popular de achar o ovo uma rica fonte desse mineral. Comer 1 ovo cozido todos os dias ou em omeletes é o suficiente.

Leia também: 16 receitas de omelete light para quem quer ganhar massa muscular

Feijão de soja
Quem aqui quando era criança ouvia a mãe falando: tem que comer feijão para ficar forte. Ou então, já soube de alguém que colocava 1 prego dentro do feijão para acrescentar mais ferro a esse alimento? O feijão sempre foi visto como uma rica fonte de ferro e realmente é.

A soja também é um grão que possui boas taxas desse mineral além de possuir muita proteína e baixo teor de gordura. Porém, a soja contém uma substância chamada de ácido fítico que reduz a absorção de ferro. Uma forma de reduzir as quantidades desse ácido é deixando os grãos de soja de molho na água de um dia para o outro.

Nozes e pistache
Da família das oleaginosas, tanto a noz quanto o pistache consegue oferecer boas doses de ferro. Em apenas 100 gramas de pistache temos 15 mg de ferro. O melhor de tudo é que tanto um quanto o outro podem ser facilmente carregados dentro da bolsa, sendo consumidos como um tipo de lanche.

Mel
Para cada 100 gramas de mel encontramos 0,42 mg de ferro. Além desse mineral, o mel também possui quantidades significativas de magnésio que também ajuda a aumentar os níveis de hemoglobina no sangue. Uma ótima maneira de consumi-lo é substituindo o açúcar comum por ele que é muito mais saudável.

Melaço

O melaço é um tipo de açúcar que vem diretamente da cana-de-açúcar. Com apenas 1 colher é possível consumir até 3,2 mg de ferro! Aqui você pode fazer o mesmo indicado para o uso do mel: substituir o açúcar comum pelo melaço da cana.

Espinafre
Ingerindo metade de uma xícara de espinafre estamos consumindo 3,2 mg de ferro. Essa quantidade equivale a 20% do que o nosso organismo necessita por dia. Além disso, essa hortaliça tão famosa é rica em outros nutrientes importantes para o corpo como cálcio, vitaminas A, B9, E e C, fibras e betacaroteno. O espinafre pode ser consumido em saladas, pratos diversos e também em sopas e sucos.

Carne vermelha
Uma das maiores fontes de ferro que temos. Por exemplo, o fígado de boa contém mais 600% da quantidade de ferro que necessitamos por dia. Por isso que uma das recomendações dos médicos para quadros de anemia é a ingestão de fígado. Consuma carne vermelha magra entre 2 a 3 vezes por semana para ajudar na prevenção e tratamento da anemia.

Tomate
Apesar de não ser rica em ferro, o tomate pode ajudar no combate à anemia. Mas como? Essa fruta contém vitamina C, uma substância que aumenta a absorção de ferro pelos alimentos. Assim, consumir saladas com tomate, como tempero em alimentos e sucos são ótimas opções.

Romã
A romã não é uma fruta muito consumida no dia a dia. Porém, o que muitos não sabem é que ela é uma das que contém mais vitamina C e ferro. Além disso, ela é ótima para inflamações de forma geral. Pode ser consumida in natura ou misturada em sucos.

Pão integral
Quem diria que o pão, rejeitado por muitos por ser uma rica fonte de carboidratos estaria nessa lista? Mas veja que não é qualquer pão. Os grãos presentes no pão integral possui ferro e o ácido fítico que poderia reduzir a absorção de ferro, é removido através do processo de fermentação.

1 fatia de pão integral possui 6% de ferro tendo como base o que precisamos por dia, sendo necessárias, 2 a 3 fatias por dia para alcançar níveis consideráveis desse mineral.

Peixes e frutos do mar
Aqui temos as ostras, mexilhões, salmão e atum como os grandes campeões quando o assunto é ferro. As ostras, por exemplo, possuem 7,2 mg de ferro para cada 100 gramas. O ideal é comer peixe cozido ou assado e que seja servido, ao menos, de 2 a 3 vezes por semana.

Frutas secas
Não são todas, apenas o pêssego, a ameixa e as passas conseguem oferecer um elevado índice ferro nas suas composições. Elas são ótimas para serem ingeridas como sobremesa ou levadas dentro da bolsa como um lanche. Por serem desidratadas, possuem uma grande quantidade de açúcar.

Maçã
É uma fruta bastante comum, encontrada o ano inteiro e com um preço bastante acessível. Além de possuir ferro (para cada 100 gramas temos 0,12 mg de ferro) também contém vitamina C que ajuda na absorção desse mineral pelo nosso organsimo.

Sobre Calila Galvao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!