Página Inicial » Emagrecimento » Afinal, suar emagrece?

Afinal, suar emagrece?

Quando o verão vem chegando, uma dúvida muito comum surge. Afinal, será que suar emagrece? É o que vamos te responder neste artigo!

suar emagrece?

O contexto do emagrecimento é bastante complexo. Temos uma série de variáveis envolvidas neste processo, que podem influenciar umas sobre as outras. Mas será que neste cenário, o suor se enquadra? Pois bem, esta é uma das dúvidas mais comuns em torno do emagrecimento, algo que por vezes, é potencializado por pessoas e empresas de má índole, que manipulam informações para que possam vender determinados produtos.

Isso confunde a cabeça da grande parte das pessoas e faz com que elas tenham dificuldades de entender alguns parâmetros de emagrecimento. Veja agora a resposta para a pergunta do título, afinal, sua emagrece?

Suar não emagrece! Veja por que!

A cena é clássica e remete a uma desastrada reverência a filmes como Rocky Balboa. A pessoa vai correr ou fazer qualquer outro tipo de atividade e coloca um casaco, para suar mais e assim, emagrecer. Ou ainda, a pessoa usa papel filme na região abdominal, com o intuito de queimar a “gordura localizada”. E para completar tudo isso, usa um termogênico que “faz suar horrores”. Tudo isso com o intuito de perder peso. E posso te contar uma coisa? Realmente funciona! O objetivo proposto, de perder peso é atingido. Agora emagrecer, são outros quinhentos…

Antes de falarmos especificamente dos motivos que fazem com que suar não emagreça, é preciso entender este conceito. Emagrecer não tem relação direta com perda de peso! Você pode engordar e perder peso, por exemplo. Da mesma maneira, é possível emagrecer e aumentar seu peso. Tudo depende do contexto. Emagrecer tem a ver com composição corporal e não com quilagem. Por isso, quando algum método como este prometer apenas perda de peso, caia fora!

Além disso, é importante entender o motivo que faz com que o nosso corpo sue. Além de fatores ligados ao ambiente em sim, o suor está relacionado com um aumento da temperatura interna do corpo. As razões para isso podem ser variadas e em grande parte, elas não tem relação alguma com o consumo de gordura!

Temos uma temperatura corporal interna de 36,5°. Desta maneira, qualquer coisa que faça com que esta temperatura interna aumente, vai fazer com que o corpo busque se resfriar. Para isso, ele elimina líquidos através das glândulas sudoríparas.

Leia também: Exercícios que podem ser feitos em casa para perder barriga

Estes líquidos eliminados pelo suor, geralmente são compostos por eletrólitos e água. Só isso, mais nada!

Ou seja, não há razão evidente alguma de que haja uma eliminação de gordura oriunda deste processo. Mas neste ponto, muita gente me fala: mas Sandro, uma amiga minha se pesou depois de correr de casaco e ela perdeu 2 kg!

Ótimas palavras! Ela perdeu peso. Infelizmente de maneira momentânea. Assim que esta pessoa se reidratar, ela irá ter todos estes quilos “perdidos” novamente. É uma bobagem sem tamanho achar que emagrecer pode ser baseado em suor!

As causas para acreditar nisso são muitas. As pessoas acreditam que quanto mais suarem, melhor será o resultado de seu treino. Este é outro engano, afinal, suor está relacionado com temperatura interna (e indiretamente com a externa) e nada tem de relação com controle de cargas. É possível ter um treino bastante intenso, sem que você fique pingando suor! Da mesma maneira, você pode passar horas na academia e suar muito, sem que haja resultados satisfatórios em seu treino.

Um dos pontos a serem levados em conta aqui é o ambiente. Se você mora no nordeste brasileiro, tem muito mais propensão a suar durante seu treino, quando comparado com pessoas da região sul.

Portanto, o parâmetro suor não é fidedigno para esta finalidade. Se assim fosse, o frio não seria mais propenso para quem quer emagrecer, conforme mostrei neste artigo (Efeitos positivos do frio no emagrecimento).

Se o suor fosse parâmetro para o emagrecimento, as pessoas que moram em locais mais quentes teriam muito mais facilidade para emagrecer do que aquelas que moram em locais frios. Ou seja, alguém que mora no deserto africano poderia comer a vontade e um morador do extremo sul do continente teria alta propensão a emagrecer. [

Como se não bastasse o fato de que suar não emagrece, muitas pessoas se colocam em risco de hipertermia, ao usar roupas quentes ou enrolar o corpo em papéis específicos para aumentar a sudorese. As chances de acontecer uma hipertermia é grande, o que coloca a saúde em risco!

É preciso compreender que o processo de emagrecimento é complexo, que envolve uma série de variáveis e que ele não pode ser medido apenas por um ou outro parâmetro. Neste sentido, espero que tenha ficado claro que sua não emagrece, que isso nada mais é do que um controle de temperatura do corpo. O máximo que vai acontecer com você é perder líquidos, que rapidamente devem ser ingeridos, normalizando seu peso! Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!