Página Inicial » Emagrecimento » 5 maneiras de potencializar o processo de emagrecimento

5 maneiras de potencializar o processo de emagrecimento

Emagrecer não é um processo relacionado a sorte ou a genética. Todos podem emagrecer, desde que apliquem as técnicas corretas. Veja agora 5 maneiras de potencializar o emagrecimento!

maneiras de potencializar o processo de emagrecimento

Não é preciso passar muito tempo na internet para ver um banner ou propaganda em geral, que prometam algo “revolucionário” em termos de emagrecimento. Pois bem, este talvez seja um dos assuntos mais buscados e que ao mesmo tempo, mais gere dúvidas na cabeça das pessoas. Com tanta informação, que geralmente se contradiz, fica a dúvida sobre o que de fato é eficiente em termos de emagrecimento.

Antes de qualquer coisa, você precisa entender que este é um processo multidisciplinar e que apenas exercícios, ou apenas dieta, não são eficientes em longo prazo. Por isso, é fundamental a integração de diversas variáveis, para que o processo de emagrecimento e sua manutenção, sejam mantidos por mais tempo.

Por isso, existem abordagens e maneiras de potencializar o emagrecimento, que serão muito úteis para quem busca um processo saudável e que se mantenha com o tempo! Veja agora 5 maneiras de potencializar o processo de emagrecimento!

Potencialize o processo de emagrecimento com estas 5 dicas!

1. Mais massa muscular envolvida, maior gasto calórico:
Um dos principais erros de quem treina visando o emagrecimento, é dividir o corpo em seções e com isso, movimentar menos massa muscular. Quanto mais você conseguir solicitar em termos de músculos, melhor para o emagrecimento! Isso porque com mais massa muscular sendo movimentada, mais calorias serão gastas para “reconstruir” as células musculares. Isso gera um aumento considerável no metabolismo basal. Isso não quer dizer que todos os exercícios precisem ser feitos com várias articulações envolvidas. Mas pelo menos duas delas, devem estar sendo movimentadas, para que ocorra uma maior solicitação energética e para que a resposta hormonal seja a esperada. Por isso, se você busca emagrecer, evite exercícios isolados. É lógico que casos patológicos precisam de uma avaliação mais aprofundada.

2. Intensidade é fundamental:
Quem acompanha o Treino Mestre já sabe que em todos os meus artigos relacionados a exercício físico aplicado ao emagrecimento, falo da intensidade. Por inúmeras razões, todas elas comprovadas pela ciência, o treinamento intenso é muito mais eficiente para o emagrecimento! Intervalos mais curtos, mais amplitude nos movimentos, séries adaptadas ao objetivo, somadas a outras tantas variáveis, fazem com que o treino seja mais intenso. Como não estou falando especificamente da musculação, é importante saber que para o treino HIIT (treinamento intervalado de alta intensidade) valem as mesmas regras! O correto controle do volume e intensidade do treino, fazem com que sejam atingidos os objetivos propostos!

3. Beba água:
Parece simplório demais relacionar o emagrecimento com a correta ingestão de água, mas este talvez seja um dos erros mais comuns! Como a água é o principal solvente de nosso corpo e participa de praticamente todas as reações (inclusive dos processos de lipólise), quando ela não é suficiente, o corpo tende a usá-la em locais onde é mais importante. Por isso, ao faltar água, você pode estar perdendo grande parte do potencial de lipólise de seu corpo. Como já mencionei neste artigo (
Água no auxílio do emagrecimento e da hipertrofia – Como calcular o quanto devemos beber de água ao longo do dia) a água é muito importante para a manutenção de nossa saúde e funcionalidade. Ao contrário do que muitos pregam, não existe uma quantia determinada, que seja ideal para qualquer pessoa. Se você é ativo (a), de 2 a 3 litros é o que qualquer especialista indica. Porém, em muitos casos, até 5 litros por dia são indicados.

4. Correta ingestão de carboidratos:
Não sou muito favorável a completa restrição de carboidratos da dieta, mas isso não significa que eu defenda o consumo desenfreado de qualquer carboidrato. Como eles são muito facilmente convertidos em gordura e tem um efeito enorme sobre as quantidades de insulina secretadas pelo corpo, sua utilização deve ser muito bem pensada. Em praticamente todos os casos, uma redução nas quantidades diárias de carboidratos é bastante interessante. Mas independentemente do caso, a escolha pro carboidratos de qualidade é um fator fundamental para que você consiga emagrecer!

5. Faça treinos mais curtos, mais vezes na semana:
Ao invés de treinar 3 horas por semana, divididos em 3 sessões de uma hora,  passe as mesmas 3 horas, divididas em 6 treinos de meia hora. Isso fará com que seu metabolismo seja ativado por mais tempo e fique aumentado. Por isso, o ideal é ter mais treinos na semana, divididos em sessões mais curtas e intensas. Preste muita atenção, pois não disse em momento nenhum que você deva treinar todos os dias, ou que 6 sessões é o ideal para emagrecer! O que eu quero deixar claro, é que mais sessões na semana, mantém o metabolismo acelerado por mais tempo. Mas quem vai poder de fato estipular a quantidade ideal para você, é seu treinador!

Leia também: Quer saber como emagrecer rápido? Acelere seu metabolismo!

Seguindo estas 5 dicas e acompanhando os conteúdos compartilhados aqui no Treino Mestre, você com certeza terá o caminho do sucesso trilhado. Agora, é só manter o foco e atingir o que você tanto almeja! Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Educador físico apaixonado pelo desenvolvimento humano. Atuo como produtor de conteúdo, personal trainer e com consultoria online.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curta-nos no Facebook!