Página Inicial » Emagrecimento » 4 treinos de emagrecimento para fazer enquanto viaja

4 treinos de emagrecimento para fazer enquanto viaja

Treinar, para quem viaja muito, pode ser um grande desafio. Porém, com o conhecimento adequado, é possível ter bons resultados. Veja agora, 4 treinos de emagrecimento, que podem ser feitos enquanto você viaja!

Treinos de emagrecimento para fazer enquanto viaja

Emagrecer é um desafio para muitas pessoas. Manter a dieta, treinar e fazer isso tudo, junto com as atividades cotidianas, pode ser um grande desafio. Para quem viaja muito, isso é ainda mais trabalhoso. Porém, na questão da dieta, tivemos grandes avanços nos últimos anos.

Em cidades de médio e grande porte, não é difícil encontrar locais adequados para comer sem sair da dieta. O que ainda é um desafio para muitas pessoas, é treinar.

Porém, existem saídas. Mesmo em hotéis que não tem academia, é possível adaptar alguns elementos, para que você consiga fazer um treino eficiente, mesmo no quarto de um hotel.

Mas para isso, é preciso ter conhecimento sobre questões como carga de treino, métodos e exercícios. Para te ajudar nesta questão, separei 4 métodos bastante interessantes, que podem ser feitos enquanto você viaja!

Como treinar enquanto viaja!

Antes de falar destes métodos em específico, é muito importante estabelecer alguns pontos. Nenhum destes métodos aqui apresentados pode ser usado de qualquer forma, por qualquer pessoa. Todos eles possuem pontos positivos, mas caso aplicados em pessoas erradas, podem trazer complicações. Em cada um destes métodos, irei mostrar alguns pontos que devem ser observados para que você tenha melhores resultados.

Lembrando que nada disso substitui o acompanhamento de um bom profissional, principalmente no que se refere a montagem dos treinos.

Vamos aos métodos!

1- Tabata

Este é, provavelmente um dos métodos mais conhecidos de exercícios intervalados. Uma variação do HIIT tradicional, que foi uma das bases científicas do treinamento intervalado de alta intensidade. Eu falei mais sobre o método Tabata neste artigo (Método Tabata – Para exterminar a gordura e emagrecer).

Partindo para uma abordagem mais prática, o método Tabata é usado da seguinte maneira:

Utilizamos um exercício cíclico, geralmente bike ou corrida. São executados 30 segundos em alta intensidade, seguidos de 10 segundos de descanso. No estudo inicial, de Izumi Tabata (o criador do método), eram usadas entre 7 e 8 séries. Somando este tempo, teríamos menos de 5 minutos de treino.

Porém, nos estudos de Tabata, foi usada uma intensidade elevadíssima (110% do Vo2 máximo). Como grande parte das pessoas que usam este método não conseguem tal intensidade (que na grande maioria dos casos nem seria segura), usamos um treino um pouco mais volumoso. Com isso, podemos oscilar entre 15 e 30 séries. Lembrando que este não é um número fechado e que dependendo de sua individualidade, pode ser mais ou menos.

Falando especificamente de viagens, o Tabata pode ser feito de diversas formas. Particularmente, acho o protocolo mais interessante para exercícios cíclicos, como bike, corrida ou natação. Mas tudo depende de seu objetivo.

Neste caso, podemos usar qualquer espaço aberto, ou uma esteira ou bike indoor, caso o hotel tenha esta estrutura. O processo é simples:

– 30 segundos de alta intensidade;

– 10 segundos de descanso;

O processo é simples. O controle de variáveis, nem sempre. Primeiro, a intensidade aqui apresentada pode ser dada de diversas formas. No geral, usamos como base a velocidade ou a carga geral. No caso da velocidade, você corre, pedala ou nada da forma mais rápida que conseguir.

No caso da carga, usamos uma subida, aumentamos a angulação da esteira, aumentamos a resistência da bike ou usamos algo que aumente a resistência da água. Tudo isso, aumentará a carga de execução e com isso, a intensidade.

No geral, esta é a variável de intensidade mais importante. Além disso, a questão dos intervalos também é importante. No geral, por ser um intervalo de descanso muito curto, usamos no Tabata geralmente, intervalos passivos. Porém, como uma forma de aumentar a intensidade, podemos usar também intervalos ativos. Tudo depende da forma como seu treino é montado.

2- Treinamento em circuito

O treinamento em circuito permite muitas possibilidades de variações. Na verdade, as possibilidades são quase que infinitas. Por isso, com o conhecimento adequado, conseguimos mesmo com pouco espaço e sem muitos recursos, fazer um treino de qualidade.

No caso de pessoas que viajam, o treinamento em circuito se torna um pouco mais complexo. Se você fica em hotéis que tem pelo menos, alguns equipamentos básicos, isso não é um grande problema.

Temos mais dificuldade em usar este treino, quando o hotel não apresenta nada em termos de estrutura. Mas dependendo de seu nível de treinamento, ainda é possível conseguir um bom treino. Usar elásticos, como o thera band, pode ser uma boa alternativa. Ou ainda, usar ketlebells, que permitem uma infinidade de movimentos.

É lógico que isso é uma saída para alguns casos, mas é uma possibilidade bem interessante para quem não tem como nem onde treinar.

O método de circuito, adaptado a este caso, é uma alternativa altamente viável. Alternar segmentos, exercícios, usar intervalos de descanso específicos para seu caso, são algumas das possibilidades que o treinamento em circuito permite fazer.  

Leia também => Queime gordura com o treinamento em circuito

3- Calistenia

Uma das grandes questões das pessoas que não tem um local definido para treinar, é a carga a ser usada. Que tal então, usar uma carga que está sempre com você? A do seu corpo? Neste caso, o treino de emagrecimento pode ser feito com apenas o peso do corpo como resistência. Já falamos sobre a calistenia neste artigo (Calistenia, veja como usar em seu treino de musculação -5 dicas importantes).

A calistenia não é para todos (bem como grande parte dos exercícios que citei aqui). Porém, para pessoas com um bom controle corporal e que buscam emagrecer, ela pode ser uma boa alternativa. Sabe o que é melhor? Você precisa de muito pouco para executar seu treino, tendo como base a calistenia.

No geral, os treinos de calistenia envolvem mais grupamentos musculares e com isso, tem um efeito fantástico para o emagrecimento. Exercícios como o push up (apoio), agachamento, barra fixas ou paralelas, são excelentes formas de se movimentar, mesmo sem ter a estrutura necessária.

4- HIIT

O HIIT ganhou muita força nos últimos tempos. Não é para menos, ele funciona muito bem, se aplicado no contexto adequado. No caso do HIIT, ele pode ser aplicado de diferentes formas. No caso dos exercícios cíclicos, como já citado no item 1, a estrutura é muito parecida.

Porém, no caso do HIIT, podemos usar movimentos diferentes, aplicados em métodos como a musculação, treinamento funcional, Pilates ou Crossfit.

Em todos estes casos, o mais importante é escolher movimentos adequados e que estejam dentro de sua possibilidade de execução. Além disso, é fundamental que você preze sempre, pela boa qualidade de execução.

Tendo isso, podemos usar movimentos como agachamentos, polichinelos, burpees e qualquer movimento amplo e que se enquadre em suas necessidades. Temos que ficar atentos ao tempo de execução e também ao descanso. Eles devem ser pensados e estruturados, para que a intensidade seja mantida alta.

É muito importante, na execução do HIIT, que a montagem de seu treino respeite suas reais necessidades. Se usarmos movimentos resistidos, como citado acima, mas com um estimulo de ordem mais metabólica, é importante adaptá-lo as suas necessidades. No link abaixo você terá muito mais informações sobre o método de Treino HIIT, vale muito a leitura para tirar maiores dúvidas.

Leia também => Treino HIIT – Um dos mais eficientes métodos de queima de gordura

Estes são algumas das formas de ter um bom treino para o emagrecimento, mesmo viajando. Podemos também, usar treinos como estes, de forma conjunta. Você pode adaptar as suas necessidades e obter os benefícios de cada um deles. Mas para que isso seja, de fato, algo seguro e efetivo, é importante o acompanhamento constante de um bom profissional. Isso será de grande valia para que você tenha melhores resultados. Bons treinos!

Sobre Sandro Lenzi

Professor de educação física formado pela Uniasselvi Fameblu, pós graduando em fisiologia do exercício e em Personal Trainer. Atua como treinador pessoal e com consultoria online para treinamento. Também é redator na área da saúde, treinamento físico e qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Curta-nos no Facebook!