10 Maiores Mitos da Nutrição Pós-Treino

Caros leitores, o Julião postou em nosso fórum essa semana, um artigo traduzido pelo Hot da comunidade musculação no Orkut e que originalmente foi escrito por Dave Barr no site www.tmuscle.com, nesse artigo alguns mitos foram desmistificados, e alguns princípios que eu tinha como base sólida da nutrição principalmente pós-treino, foram por água abaixo.

Alguns pontos importantes como a tal da “janela de oportunidades” que ao nosso conhecimento, tinha o máximo de duas horas de duração ao termino de um treino, pode se prolongar até 24 horas depois.

Outro fator importante é em relação ao Whey Protein pós treino, onde farei questão de postar fielmente o que diz o autor:

8. Whey é uma proteína “rápida”, ideal para o pós-treino.

Quando foi lançada, whey protein era bastante respeitada por ter sido descoberto que ela é da mais alta qualidade. Então, pesquisas vieram e tornaram whey mais respeitada ainda, pois foi classificada como uma proteína de “rápida” digestão comparada com a caseína (Boirie et al., 1997).

Em outras palavras, nós estivemos considerando whey como uma “rápida” proteína apenas porque estávamos comparando com algo incrivelmente lento. Quando comparamos a digestibilidade do whey com os aminoácidos de alto padrão, sobre os quais baseamos quase todos os nossos dados de nutrição pós-treino, whey torna-se tosco.

Isso é incrivelmente frustrante porque todos os jeitos de maximizar a síntese protéica que estivemos discutindo nos itens anteriores (parte 1) eram com o uso de aminoácidos. Então precisamos ou usar aminoácidos puros ou usar algo que se aproxime de suas propriedades de absorção. É aqui que entra a whey protein hidrolisada. A proteína já vem quebrada em grandes peptídeos, o que proporciona uma rápida absorção com os níveis máximos atingindo a corrente sanguínea em cerca de 80 minutos (Calbet and MacLean, 2002), comparada com os 60 minutos dos aminoácidos de classe farmacêutica (Borsheim et al., 2002).

Infelizmente, até mesmo os cobiçados whey isolados são completamente inúteis para nossos propósitos de tempo nesse caso, porque simplesmente demoram muito para serem absorvidos (Dangin et al., 2002)

À luz desses dados e da crescente literatura contradizendo a versatilidade e utilidade do whey protein, ele deveria ser classificado de agora em diante como uma proteína de velocidade “moderada” ou “intermediária”, ficando apenas o whey hidrolisado e os aminoácidos considerados como realmente “rápidos”.

Não irei postar todo o artigo aqui, pois já está disponibilizado em nosso fórum, apenas quis enfatizar esses dois fatores a respeito da “janela de oportunidades” e quanto a Whey Protein, e vou colocar abaixo alguns itens importantes que resumem os pontos principais do artigo:

10 Pontos importantes:

1º) reposição de glicogênio é fácil demais de ser conseguida e pode não ser tão importante como era considerado.

2º) Síntese protéica deve ser a prioridade ao intervir na recuperação.

3º) Refeições pré-treino na verdade aumentam o fluxo sanguíneo muscular e o suprimento de nutrientes durante os exercícios.

4º) Refeições pré-treino, alimentação noturna, e múltiplos shakes pós-treino são mais benéficos do que um único shake pós-treino.

5º) A “janela de oportunidade pós-treino” dura pelo menos 24 horas.

6º) Ingerir um shake protéico imediatamente após o treino impede um máximo resultado.

7º) O treinamento de força aumenta de forma aguda a sensibilidade à insulina por no mínimo 24 horas.

8º) No geral, Whey Protein é apenas de velocidade moderada, enquanto whey hidrolisada e aminoácidos puros são rápidos.

9º) Antioxidantes tomados no pós-treino podem aumentar o desgaste muscular e atrasar a recuperação.

10º) Aspirina e ibuprofeno podem evitar o aumento da síntese protéica induzido pelo exercício, desta forma atrapalhando o crescimento e atrasando a recuperação.

Em relação a essa conclusão de a Whey não ter uma absorção tão rápida quanto esperávamos, não será por causa disso que iremos dispensá-la a partir de hoje, pois como pode ser observado no artigo, como essa janela de oportunidades pode se prolongar até 24 horas após o treino, ele sugere que tomar vários shakes protéicos é ainda o melhor jeito de otimizar nossa resposta anabólica no pós-treino.

Quem quiser ler o artigo na íntegra, vale a pena.
Segue o link:
http://planetbuscas.net/forum/viewtopic.php?f=5&t=135

Abraços e bons treinos.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (11 votes, average: 4,64 out of 5)
Loading ... Loading ...

33 comentários

  1. Olá Carlos, é o seguinte tenho uma duvida: Como a creatina tem que ser tomado imediatamente apos o treino e o whey nao é imediatamente , pra eu poder tomar misturado os dois com o malton qual seria entao o tempo certo pós treino pra tomar os 3 juntos? Obrigado

    • Joga a creatina + o malto ou dextrose + bcaa’s imediatamente após o treino e depois de uns 15 ou 20 minutos manda o whey com água ou leite(exceto se for Hidrolisado).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


3 + = 6

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top

Quer receber dicas grátis?

Curta nossas redes sociais e receba as melhores novidades!

×